• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
13 abril 2014

Aceito.

Por Bia Leite


    Tem dias em que tudo fica tão preto com branco. As minhas cores ficam perdidas. Meu pensamento voa longe. E meu peito dói. Tudo dói. Amanhã eu sei que tudo pode melhorar. Eu te vi dar aquele tiro no escuro, e estive lá para acender sua luz, quando não conseguias enxergar.
   Te vi dar aquele pulo, e eu só queria que não sentisse o peso da sua queda. Vi você mergulhar em incertezas, mas eu torci para que você encontrasse tudo o que queria. Perdoe-me pela minha tristeza. Só queria ser corajoso e destemido como você.
   Mas, só faço construir muros a minha volta, esperando que o sol entre e der sua graça a mim também. Você é o único que não correu você ficou. E eu ficarei quando precisares. Espero que encontre seu amor, que teus sonhos o alcancem; que o céu seja o limite para você.
  E me lembrarei daquilo que me disse todas as vezes que eu estava caindo de novo:" aceite tua dor. Aceite que não se amadurece sem ela. Não cresce sem chorar. E você vai chegar para mim e dizer, eu fiz , você viu? Eu consegui".
  Continuo quebrando meus ossos, suportando a dor, levantando os olhos lacrimejados, passando maquiagem para alegrar o dia, colocando a minha música preferida no último volume, dançando ao som de One Republic e sonhando em ser quem eu quero daqui pra frente.
    Estou levantando meu copo para cima, olhando o por do sol e suas cores inusitadas. Eu estou me encontrando. Eu testemunhei sua alegria e sua dor, agora veja a minha.  Consigo ver além do céu, posso enxergar minha força na minha fraqueza. Não alimento mais meus medos. Estou contigo. Estou vivendo, finalmente. Venha ver o que o final de tarde preparou para nos e me veja sorrir, porque eu também quero te ver assim.


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário