• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
02 junho 2014

Resenha: O oceano no fim do caminho, Neil Gaiman

Título Original: The Ocean at The End Of the Lane
Autor: Neil Gaiman
Editora: Intrínseca
Páginas: 208
Gênero: Ficção 
Sinopse :Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos. Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino. Ele sabia que os adultos não conseguiriam — e não deveriam — compreender os eventos que se desdobravam tão perto de casa. Sua família, ingenuamente envolvida e usada na batalha, estava em perigo, e somente o menino era capaz de perceber isso. A responsabilidade inescapável de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano.

     Eu não esperava tanto desse livro, confesso. Achei a capa linda e excentrica; o título intrigante. Mas, a narrativa foi o que me surpreendeu. Ficção,fábula, nao sei em qual definição encaixar essa história do Neil Gaiman. Foi a leitura mais diferente que já tive.
     O livro tem cerca de 200 páginas, fininho e a leitura é bem fácil. Tudo é tão mágico e envolve nossa mente. Nosso protagonista não tem nome, é um menino de uma cidade simples até que um dia um estranho aparece em sua casa e as coisas mudam. Ele conhece Lettie, uma menina diferente e com ela começa uma amizade sólida.
                   "Livros eram mais confiáveis que pessoas, de qualquer forma."

     Nosso protagonista começa a enfrentar um monstro que se infiltrou em sua família e causa problemas a todos na cidade, dando a elas tudo o que mais desejam. É um livro que não é tão fácil de entender no começo. É preciso entender a profundidade e os mistérios desse garoto e suas lembranças quando ele tinha 7 anos. É uma leitura que te consome e te "obriga" a viver sua infância e dores e desejos daquela época.
     Ficção e realidade se misturam e a compreensão dessa história é única. Recomendo esse livro e te desafio a lê-lo.
" Nada nunca é igual - respondeu ela. - Seja um segundo mais tarde ou cem anos depois. Tudo está sempre se agitando e se revolvendo. E as pessoas mudam, tanto quanto os oceanos."
Nota: ♥ ♥ ♥ ♥


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário