• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
05 agosto 2014

Sou


Posso ser tudo ou nada. 
Sou os livros que leio, meus momentos de loucura e devaneios. 
Os riscos e rabiscos das minhas folhas em branco. 
Os amigos que fiz e deixei para trás e os amores que vivi. 
Sou mais que uma humana. 
Não alguém de outro planeta. 
Mais do que diferente, alguém que ainda não se nomeou. 
Sou minha matéria preferida. 
Meu doce predileto. 
Meu sorriso sincero. 
Sou eu. Tá entendendo? 
Sou o perdão, sou o ódio, sou a aceitação de mim mesma como imperfeita. 
Sou meus sonhos ainda não realizados, 
meus desejos ainda não cumpridos, 
os objetivos ainda não alcançados. 
Sou do interior. 
Sou do movimento. 
Sou grande . 
Sou pequena. 
Sou um conjunto de variáveis. Mais que um teorema. 
É normal ser tão diferente? Não querer sempre mudar?
 Sou a sua saudade esquecida, seus abraços não dados, sou o seu passado e talvez seu futuro.
 Sou meus atos e ações. 
Sou a imperfeição mais louca da minha versão.
Sou o contraste e a contradição. 
Sou mais que uma complexidade de tudo. 
Sou como o tudo ou nada e o que posso mais ser ?


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário