• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
25 outubro 2014

Resenha: O Maravilhoso Agora, Tim Tharp


O Maravilhoso Agora

Título: O Maravilhoso Agora
Autor: Tim Tharp
Editora: Record
Páginas: 320
Ano: 2014

Sinopse: Sutter Kelly é O Cara, o rei das festas. Porém, diferente dos amigos adolescentes, não está preocupado com o futuro, está mais interessado em viver o agora. Com um 7Up batizado nas mãos ele está pronto para qualquer coisa. Mas nem tudo anda bem para ele. Vive discutindo com a mãe, o pai há anos não dá notícias, e sua namorada Cassidy lhe deu um pé na bunda. Em meio a esse caos, a doce Aimee pode despertar Sutter para outra realidade. E, pela primeira vez, ele tem o poder de fazer a diferença na vida de alguém, ou de arruiná-la para sempre. O livro que deu origem ao filme


Sutter tem 17 anos, está terminando o colégio e não é do tipo que se importa com o futuro. Ele tem só um lema: aproveitar o agora, sempre ao lado de seu 7Up com uísque. O relacionamento com sua família nao é lá muito bom. Ele não é tão proximo de sua mãe, nem de seu padastro. Seu pai foi embora quando ele era criança e nunca o procurou; sua irmã é casada com um cara rico. 

Cassidy é a namorada gostosa do Sutter e ele a adora, mas uma certa vez ao o ver conversando e abraçado com Tara( uma conhecida de Sutter) ela termina o namoro, depois de ter pedido a ele varias vezes para levar isso a sério. Mas, logo depois de alguns dias Cassidy já está namorando de novo e Sutter se entrega a bebedeira como cura da sua dor, por assim dizer. 

(...) É o máximo estar na rua tão cedo de manhã, antes mesmo de o sol nascer. É uma sensação de estar supervivo. É como saber um segredo que todas as pessoas caretas dormindo dentro de casa ignoram. Ao contrário delas, você está alerta e ciente de que existe, bem aqui, neste exato momento, entre o que aconteceu e o que ainda vai acontecer. (...)

No outro dia, ele acorda em um gramado sem saber aonde está. Ele só sabe de uma coisa: tem uma garota loira, de olhos profundos o olhando de cima, a Aimee. Aimee ajuda Sutter e ele se oferece para ajuda-la a entregar os jornais pela rua. Aimee é a garota inocente, doce, estudiosa, nerd e sonhadora, mas com uma família que manda e desmanda, não dando a chance de fazer as proprias escolhas. 
Sutter usa a "aproximação" de ambos para ajuda-la a domar sua vida, mas isso vai além da amizade. 

 Que se dane o amanhã. Que se danem os problemas e as barreiras. Nada importa exceto o Maravilhoso Agora.

O livro é narrado pelo Sutter, sem delongas, sem papo furado.Com capitulos curtos e capitulos bem reflexivos. Alcoolismo, drogas, insegurança, amizade, família, conceito de beleza são os temas do livro. E posso confessar que Sutter é um personagem e tanto. 

O cara alcoolico, que não acorda sem colocar uma gota de alcóol na boca, mas o incrivel é que ele fica sóbrio o suficiente todo o dia. É um livro jovem-adulto que mostra o amadurecimento e o envolvimento dos personagens com Sutter. Eu gostei bastante do livro, pelo ponto de vista do Sutter, que eu o chamaria de Babaca, mas enfim. Fiquei esperando por um final para Sutter e para Aimee, mas minhas perguntas continuam sem respostas.

NOTA: 



divulgar

1 comentário


Comentário(s) pelo Facebook:

Um comentário:

  1. Adorei a resenha Bia. E essa capa? linda demais. Beijos!
    ansiedadeliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir