• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
26 outubro 2014

Resenha: Ser Feliz é Assim, Jennifer E. Smith



Título: Ser Feliz É Assim
Autora: Jennifer E. Smith
Editora: Galera Record
Páginas:400
SINOPSE: A vida — assim como o amor — é cheia de conexões inesperadas e enganos oportunos. Uma ligeira mudança no curso pode gerar consequências surpreendentes. Afinal, às vezes, o desvio, o atalho é o verdadeiro caminho. A estrada que deveríamos ter escolhido desde sempre... Se pelo menos tivéssemos a coragem de fazer do coração nossa bússola.Graham Larkin e Ellie O'Neill não poderiam ser mais diferentes. O rapaz é um ídolo adolescente, um astro das telas de cinema; uma vida calcada na imagem. O cotidiano constantemente sob o escrutínio dos refletores. Agentes, produtores, RPs, assessores... Já Ellie passou a vida escondida nas sombras, fugindo de um escândalo do passado enterrado em sua árvore genealógica.Mas, mesmo sem aparentemente nada em comum, os dois acabam se conhecendo — ainda que virtualmente — quando Graham envia a Ellie, por engano, um e-mail falando sobre o porco de estimação Wilbur. Esse primeiro contato leva a uma correspondência virtual entre os dois, embora não saibam nem o nome um do outro. Os dois trocam detalhes sobre suas vidas, esperanças e medos.Então Graham agarra a chance de passar tempo filmando na pequena cidade onde Ellie mora, e o relacionamento virtual ganha contornos reais. Mas será que duas pessoas de mundos tão diferentes conseguirão ficar juntas? Será que o amor é capaz de vencer — mesmo — qualquer obstáculo? E mais importante... é possível separar ilusão de realidade quando o coração está em jogo?

Ser Feliz é assim é um livro tão doce(que não dá pra enjoar), divertido e leve, apesar das suas 400 páginas que foram lidas com a velocidade da luz. Lamentei o término do livro, como quando terminamos algo bom rápido demais.

 O começo do livro é por e-mail. Sim, os personagens principais se conhecem acidentalmente por uma troca de e-mails. Aquela conexão quimica entre Graham e Ellie. De um e-mail qualquer sobre um porco a história dos dois começa a ficar mais colorida e divertida. Por não se conhecerem pessoalmente um ao outro, começam a conversar e ficam tão conectados, que alguns detalhes da vida de ambos é contada.

De um lado da telinha do computador estava Graham, ator teen em ascensão e do outro lado Ellie, uma garota simples da cidade pequena do Maine. Graham nutre grande admiração por Ellie, pela sensação de ser alguém normal e ser tratado de tal forma. Então, ele faz o possivel para mudar o lugar onde ocorreriam as filmagens do filme para poder conhecer Ellie. 

E lá está ele, pronto para conquistar Ellie e ver se realmente vai sentir aquele soco no estomago ao -la. Mas, o fato de ser uma pessoa publica, uma celebridade dá-lhe grandes dificuldades para encontra-la. Jennifer me fez rir e sonhar um pouquinho com as formas de ser feliz, que são tão simples e momentâneas. 

Ela me prendeu a história e eu esperava algo mais diferente no final, mas tudo bem, vai. O romance é leve e rápido. A troca de e-mails é algo tão comum na nossa realidade que poderia acontecer com qualquer um, essa saída do mundo virtual para o real.Um romance clichê, mas divertido e para mim valeu a pena ler.

NOTA: 


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário