• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
19 outubro 2014

Resenha:A Extraordinária Garota Chamada Estrela,Jerry Spinelli


A_EXTRAORDINARIA_GAROTA_CHAMADA_ESTRELA

Título: A Extraordinária Garota Chamada Estrela
Autor: Jerry Spinelli
Páginas: 192
Editora: Gutenberg
Sinopse:A garota chamada Estrela. Ela é tão mágica quanto o céu do deserto. É tão estranha quanto seu rato de estimação. É tão misteriosa quanto seu próprio nome. Com um simples sorriso, ela captura totalmente o coração de Leo Borlock. Com sua alegria, ela incendeia uma revolução de liberdade e autenticidade no espírito de sua escola. No começo, os colegas encantam-se com ela por tudo o que a faz ser diferente. Mas isso começa a mudar, e Leo, apaixonado e apreensivo, percebe que a única coisa que pode salvá-la das críticas é a mesma que pode destruí-la: ser alguém comum. Nesta celebração do inconformismo, o premiado Jerry Spinelli tece um conto tenso e emocional sobre os percalços de precisar ser popular e da emoção e inspiração do primeiro amor.

O livro é narrado pelo Leo, um garoto que se encanta e se apaixona por Estrela. Estrela é tão diferente e tão boa, que chegava a ser confusa para os demais normais. Ela provoca a escola e mexe de um jeito com o Ensino Médio.

Mas, Estrela era tão diferente assim, era real? Ou fingia ser quem não era, só para chamar a atenção? Com o passar das páginas vamos conhecendo a Estrela e o que ela faz pelas pessoas, entendendo seu coração e sua mente.

“Ela era fugaz. Ela era hoje. Ela era amanhã. Ela era o aroma mais suave da flor de um cacto, a sombra fugidia de uma coruja marrom. Nós não sabíamos o que fazer com ela. Em nossa mente, tentávamos fixá-la em um quadro de cortiça como uma borboleta, mas o alfinete simplesmente se soltava e ela voava para longe”. 

Na Escola Estadual de Mica, Estrela chega para chamar a atenção e tornar a vida mais colorida dos estudantes desta escola. Não sabem de onde ela vem, nem o que fazia antes de estudar só em casa. Ela tem um rato chamado Canela, tem um jeito estranho de se vestir e toca ukulele no refeitório.

 Distribui sorrisos e "oi" por ai, canta parabéns para desconhecidos. Ela é cativante, cheia de espirito e alegria. Ela tem luz própria. Ela começa a ser querida por todas, provocar mudanças em algumas pessoas, sendo, indiretamente a garota mais popular da escola, mas com um erro ela passa a ser a mais odiada: alvo de brincadeiras e bullying.

Leo com sua curiosidade acaba descobrindo quem é a tal Estrela e encanta-se por ela, que mal percebe que está apaixonado. Mas, o problema da invisibilidade da Estrela começa a afeta-lo. As pessoas passam a ignora-lo, apesar de não desejar ser popular, ele queria que as pessoas falassem e conversassem com ele, como era antes.

Eu nunca tinha me dado conta de que precisava da atenção dos outros para confirmar minha própria presença”.

 É um livro que provoca um misto de sensações. Um lembrete de que devemos decidir se devemos ser a pessoa que queremos ou quem as pessoas querem que sejamos. Ser você mesma ou ser normal, comum.Até que ponto você precisa da aceitação dos outros para ser você mesmo? Precisa da atenção dos outros para confirmar sua existência?

O livro traz essa reflexão: pessoas rotuladas, comuns e pessoas diferentes, brilhantes aonde estiverem. Aquelas que ousam são mais felizes, não se importam com a opinião dos outros, mesmo sendo julgadas pelos seus atos. A leitura foi rápida e reflexiva. E existe uma continuação do livro pelo ponto de vista da Estrela, espero que lancem logo para eu desvendar essa Estrela.

NOTA: 


divulgar

1 comentário


Comentário(s) pelo Facebook:

Um comentário: