• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
16 janeiro 2015

Resenha: Mentirosos, E.Lockhart


Mentirosos 
Título: Mentirosos 
Autora: E.Lockhart
Editora: Seguinte
Páginas: 272
Publicação: 2014
Sinopse : Cadence vem de uma família rica, chefiada por um patriarca que possui uma ilha particular no Cabo Cod, onde a família toda passa o verão. Cadence, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat (os quatro "Mentirosos") são inseparáveis desde os oito anos. Durante o verão de seus quinze anos, porém, Cadence sofre um misterioso acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos, tentando juntar as lembranças sobre o que aconteceu. 
"Emocionante, bonito e devastadoramente inteligente, 'Mentirosos' é absolutamente inesquecível." - John Green, autor de "A culpa é das estrelas" .
"Uma história assombrosa sobre como as famílias vivem suas próprias mitologias. Triste, maravilhosa e real." - Scott Westerfeld, autor de "Feios"

Mentirosos conta a história de Candence, Johnny, Mirren e Gat, os próprios “mentirosos”. Todos os verões eles se reúnem em um ilha particular que pertence ao avô de Candence: Harris. A família Sinclair é perfeita: altos, ricos e lindos. Iimpenetráveis inabaláveis e invencíveis. Nunca erram, nunca fracassam, não são fracos.

"Somos Sinclair.

Ninguém é carente.
Ninguém erra.
Vivemos, pelo menos durante o verão,
em uma ilha particular. 
Talvez isso seja tudo o que você
precisa saber a nosso respeito."


Até o verão dos quinze tudo estava perfeito. Mas, algo mudou toda a família e o destino de todos na ilha. Os Mentirosos voltaram a se encontrar no verão dos dezessete, depois que Candence sofreu um acidente na ilha, causando-lhe lesão cerebral. Ela tentará lembrar e juntar todas as peças que faltam na sua memória e porque toda a sua família está diferente.

A narrativa é dada em primeira pessoa por Candence. Afundamos com ela na confusão da sua mente, nas lembranças de seus primos, nas dores de cabeça e nas reações de toda a família. Logo, compreendemos o que segura o laço familiar dos Sinclair e porque são mentirosos.Passamos a conhecer Gat, Mirren e Johnny.

"Mirren. Ela é açúcar. Ela é curiosidade e chuva. (...) Johnny. Ele é estalo. Ele é iniciativa e sarcasmo. (...) Gat. Ele é contemplação e entusiasmo. Ambição e café forte." 


O amor “proibido” de Gat e Candence alimenta o ódio do avô e definitavamente marca o inicio de uma experiência amorosa real para ambos, onde encontram o porto seguro um no outro em meio a tanta perfeição e egoísmo.

“E eu vi Gat,
E vi aquela rosa na mão dele,
e, naquele momento, com a luz do sol entrando pela janela e brilhando sobre ele,
as maçãs sobre a bancada da cozinha,
o cheiro de madeira e maresia no ar,
eu rotulei de amor.”

Por horas lendo, tentei desvendar todo o mistério em torno dos Sinclair e porque Candice não lembrava de nada e porque toda a reação em cadeia dos outros membros da família. Mas, para minha GRANDE SURPRESA foi a coisa mais impactante que eu nunca poderia ter imaginado.

"Não estou falando de destino. Não acredito em destino, almas gêmeas ou sobrenatural. Só sei que entendíamos um ao outro. Completamente."

Mentirosos traz de uma maneira cortante as consequências do egoísmo, da ambição e do jogo mental das pessoas que deixam de lado a própria família por bens materiais.Onde ter o poder e brincar do que pode ser para os outros é melhor do que a honestidade e imperfeição.

Se eu fosse você eu não lia essa resenha para você ler Mentirosos sem nada na sua cabeça, nenhum spoiler( mesmo não tendo), nem sinopse. Eu sou apaixonada pela escrita de E.Lockhart depois do "Histórico Infame de Frankie_Landau Banks", e nem é a toa que eu tinha que ter o novo livro dela. 
Eu me envolvi de tal jeito com a história, que eu defino como: perturbadora, excepcional, intensa. 

E.Lockhart te confronta e te coloca em um "labirinto" de duvidas e mentiras. A narrativa em primeira pessoa torna a história mais fiel a protagonista, transmitindo seus sentimentos, perturbações e amor. A família Sinclair é misteriosa e complexa, intensa e dividida pelo sorrisos e pela curiosidade. Eu poderia dizer que a história me deixou perturbada, encantada, dolorida e que tive uma das minhas melhores experiências lendo-a, mas tenho até medo de comentar mais do que devo aqui. Superou expectativas e ACABOU comigo, emocionalmente e mentalmente. ARREBATOU! Então, so tenho um conselho: LEIAM !

"O silêncio é uma camada protetora sobre a dor."
NOTA:  ♥ 



divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário