• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
16 setembro 2015

Texto: O único jogador

                  

Gosto quando você vem e pergunta se eu estou bem. Me pede para contar como foi meu dia, mas quando pergunto do seu, você fica nisso de silêncio e me passa melancolia.Não teria sido rima se fosse assim. 
   Na mesmice , você para. Nunca dá detalhes, nunca experimenta fazer algo impossível antes da minha chegada. Diz que sente minha falta, mas para nas novidades e ficamos calados, esperando algo mudar , mas nada muda. 
   Você é aquela confusão que insiste em fazer parte da minha vida. Aparece quando quer, diz o que quer e eu penso em vomitar uma enciclopédia inteira para você, mas só são poucas palavras, porque meu amor é tão simples que não quer ser mais formal e complicada.É isso me trai. 
   Toda vez que você chega perto, sinto seu cheiro e sei que se você sorrir, meu coração vai pular e nesses pulos, ficar sem chão.Listo mentalmente todos os destroços que nos levaram a caminhos diferentes, mas ainda com corações entrelaçados. 
  E não quero mais participar desse jogo de palavras cruzadas, tentando adivinhar sua próxima ação , se vai me manter por perto ou me afastar. Desisto disso. Você venceu. O jogo é só seu. 


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário