• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
27 junho 2017

Resenha: Em águas sombrias, Paula Hawkins






Título: Em Águas Sombrias
Autora: Paula Hawkins
Editora: Record
Ano : 2017
Páginas: 364
Gênero:  Suspense, Thriller

Sinopse: Nos dias que antecederam sua morte, Nel ligou para a irmã. Jules não atendeu o telefone e simplesmente ignorou seu apelo por ajuda. Agora Nel está morta. Dizem que ela se suicidou. E Jules foi obrigada a voltar ao único lugar do qual achou que havia escapado para sempre para cuidar da filha adolescente que a irmã deixou para trás. Mas Jules está com medo. Com um medo visceral. De seu passado há muito enterrado, da velha Casa do Moinho, de saber que Nel jamais teria se jogado para a morte. E, acima de tudo, ela está com medo do rio, e do trecho que todos chamam de Poço dos Afogamentos… Com a mesma escrita frenética e a mesma noção precisa dos instintos humanos que cativaram milhões de leitores ao redor do mundo em seu explosivo livro de estreia, A garota no trem, Paula Hawkins nos presenteia com uma leitura vigorosa e que supera quaisquer expectativas, partindo das histórias que contamos sobre nosso passado e do poder que elas têm de destruir a vida que levamos no presente.

  A Garota no Trem  foi um grande sucesso ano passado, tanto é que comprei o livro e ainda não o li. Por isso, peguei sem grandes pretensões Em Águas Sombrias, mas foi uma leitura que me deixou tão envolvida, que só pude largar quando consegui descobrir todos os segredos sombrios do livro.

"Nel Abott já vinha brincando com fogo - era obcecada pelo rio e seus segredos, e esse tipo de obsessão nunca acaba bem."


 Beckford é uma cidade na Inglaterra, cujo rio é conhecido como Poço dos Afogamentos, pois muitas mulheres foram encontradas mortas ali ao longo dos séculos. Nel sempre foi interessada na história do rio, virando até uma obsessão. Entao, ela começa a escrever um livro sobre a cidade, o rio e seus habitantes, até o momento em que ela se torna uma dessas mulheres.

"O rio pode voltar ao passado, trazer coisas à tona e cuspi-las na margem diante dos olhos de todos, mas as pessoas não podem." 


O livro é narrado por vários personagens, nos mostrando os diversos pontos de vista e pouco a pouco vamos conhecendo o porquê a visão daquele personagem ser tão importante. Paula Hawkins atribuiu uma pequena sinopse, mas mostrou uma história poderosa e que vai além de acontecimentos misteriosos. Os capítulos são curtos e os 14  pontos de vista diferentes vão tornando a história mais interessante.

"Há quem diga que essas mulheres deixaram algo de si na água, outros, que a água retém parte do poder de cada uma, pois desde então tem atraído para suas margens as desventuradas, as desesperadas, as infelizes, as perdidas. Elas vêm aqui para nadar com suas irmãs."

A autora faz de tudo para não confiarmos em ninguém, mostrando que nem sempre a verdade de alguém é real. É certo, que sempre ficará com dúvidas sobre alguns personagens. Mas, não se engane pelo que parece ser e verdadeiramente não é.

Jules é uma mulher confusa e receosa com o passado. Lena é uma jovem rebelde, forte e que busca sempre o melhor para os seus próximos. Sean é um cara estranho e cheio de mistérios. Josh é um garoto que parece saber muito e esconde isso. Nickie é a fonte de curiosidade da trama, porque ela é uma médium. 

"Às vezes, mulheres encrenqueiras cuidam umas das outras." 


 Paula Hawkins  faz a  dedicatória do livro "para todas as encrenqueiras". A questão mais enfatizada são os desejos e motivações das mulheres ao longo do tempo. Logo, refletimos sobre as dificuldades das mulheres que se impõem, que querem seguir seus sonhos e desejos. Quanto medo alguém poderia sentir de uma mulher que brilha e tem poder da verdade?
Além disso, temos um mistério: a morte de Nel e Katie. Ambas moradoras de Beckford, que acabaram no fundo do rio. Mas, será que foram motivos diferentes que as levaram ali?

Fiquei com a sensação que a história não fechou por completo, deixando duvidas quanto a Erin , Nickie e Libby.  Em Águas Sombrias é um thriller  cheio de personagens complexos,desconfiados e teimosos. Paula Hawkins merece uma chance de leitura e se ela te deixar tão curioso quanto me deixou, entao prepare-se para uma leitura eletrizante e misteriosa.

Nota: ★★★★



divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário