• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
07 maio 2015

Resenha: Marcados, Caragh M. O’Brien



Série: Marcados #1
Autor: Caragh M.O’Brien
Editora: Gutenberg

Páginas: 368
Ano: 2014
Sinopse : No futuro, o mundo é árido e hostil, dividido entre os que moram dentro do conforto da muralha, o chamado Enclave, e os que duramente tentam sobreviver no miserável lado de fora, como a jovem Gaia Stone. Aos 16 anos, assim como sua mãe, segue o ofício de parteira, e cumpre sem questionar o dever de entregar uma cota dos recém-nascidos para o Enclave. Porém, sem que ela entenda o porquê, seus pais são presos pelas mesmas pessoas a quem eles sempre serviram e desaparecem. Os esforços de Gaia para resgatá-los a levam para dentro da muralha, e ela acaba descobrindo a existência de um código, cujo significado pode colocar muita coisa em risco, mas que também ameaça sua vida e a segurança de sua família.

O Planeta Terra em 2400 tornou-se um lugar seco e caótico, onde o sol não dá trégua. Parece que a única cidade que sobrou foi o Enclave que é cercada por muros. O pai de Gaia é um costureiro conhecido e sua mãe, uma parteira, de quem ela herda sua função A função da parteira na cidade é uma das mais importantes: entregar ao Enclave os três primeiros bebes nascidos de cada mês. Lá no Enclave eles são adotados por família ricas e vão crescendo lá, sem saber sua origem.

"Isso não significa que eu não seja responsável. Tomei aqueles bebês das mães. Entreguei-os para este... para esta sociedade insana."

Marcados é uma distopia onde algumas pessoas moram no Enclave e outras do lado de fora dos muros, no qual a pobreza predomina. Gaia é de uma família pobre que consegue sobreviver devido ao trabalho dos seus pais. Mas, os pais dela são presos e ninguém sabe o porque. Gaia fica sem respostas para suas perguntas e decidi entrar no Enclave para resgatar seus pais, porém ao entrar na cidade perfeita ela se depara que nada é como ela pensava.

"Há muitas maneiras de ser uma criminosa ou uma heroína. Não se esqueça disso ".

Marcados é narrado em terceira pessoa, dividido por capítulos nomeados e com bastante ação no enredo, porém acabou com partes repetitivas. Gaia é uma moça corajosa, determinada e mesmo com seu rosto deformado e humilhada pela sociedade, ela busca a liberdade para si e seus pais. Não medindo esforços contra o governo autoritário.

"De algum apartamento acima, o cheiro temperado de um ensopado mesclado ao cheiro da chuva lembrava Gaia de forma zombeteira que o resto do mundo estava preparando o jantar cotidiano enquanto ela poderia estar dando seus últimos passos." 

O sargento Grey é um dos personagens secundários mais apaixonantes desse livro. Ele é todo charmoso e sua aparição em primeiro momento nos revela sua paciência e generosidade. O final é ótimo, mas nada de novo nessa distopia. Aqueles que amam uma boa distopia, terão que entrar nessa luta com Gaia.

 NOTA:  ★★★


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário