• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
03 novembro 2015

Resenha: Filme O Presente

Titulo: O Presente
Gênero: Drama
Duração: 114 min
Origem: EUA
Direção: Michael O. Sajbel
Classificação: 12 anos
Ano: 2006
Sinopse: Jason acabou de perder o avô bilionário que sempre odiou e estava certo de que não herdaria nada. Mas se enganou: Red Stevens (James Garner) deixou 12 tarefas para Jason, ao fim das quais ele será avaliado e, se merecer, terá direito ao que Red chama de o maior de todos os presentes. Cada uma dessas tarefas tem o objetivo de promover alguma mudança em Jason, mas nenhuma terá direito ao que Red chama de o maior de todos os presentes. Cada uma dessas tarefas tem o objetivo de promover alguma mudança em Jason, mas nenhuma terá tanta força quanto o encontro casual com a pequena Emily (Abigail Breslin).


Nem ame, nem odeie sua vida, mas se viver viva bem. 

O filme conta a história de Jason Stevens, um riquinho mimado que sempre teve tudo o que quis sem levantar um único dedo. Nunca precisou trabalhou e se preocupar com o amanhã. Jason era irresponsável e superficial, trocava de mulheres como de roupa e tudo o que tinha era de ultima moda, inclusive a coleção de carros. Tinha um relacionamento de puro ódio com seu avô, Red Stevens, que faleceu. 

Durante leitura do testamento enquanto sua família brigava por dinheiro, ele já estava conformado que não receberia nada. Porém para sua surpresa ele recebe várias tarefas, que se cumpridas e validadas pelo advogado de seu avô, conseguiria colocar as mãos na herança ou como seu avô denominou: O melhor presente de todos.

Mas nada é tão fácil assim quanto ele pensava, pois ao fim de cada tarefa receberia um presente. Cada presente agregar valores a ele e podem mudar o rumo de sua vida, mas se chegar a desistir ou não conseguir cumprir alguma das tarefa perde tudo.

Ele resiste em participar, mas fica com medo de perder a boa vida que tem e decide ir em frente. A cada presente e tarefa cumprida Jason se torna alguém melhor. E em uma dessas tarefas conhece a pequena Emily, que lhe ensina muito mais do que seu avô havia proposto e encanta a todos com seu jeito de ser. Sabe aquelas pessoas que nos faz bem só de respirar perto? Ela com certeza é uma dessas. Pura e que diz tudo o que pensa na lata. Me diverti bastante com seus comentários.


Garotos não sabem de nada!

Esse filme é lindo e a mensagem que ele te passa é pra toda a vida. Ele aborda vários aspectos da natureza humana e o quão longe podemos chegar pelo poder, pelo ter e ser. Ninguém é melhor que ninguém e ser alguém na vida não significa ter a conta bancaria recheada, mas sim o que mora em nosso coração. Nós olhamos a família de Jason e pensamos que isso não acontece, que é brincadeira, mas é a pura verdade. É o que  acontece quando não damos valor ao que realmente importa, e  não podemos ser felizes. Aprender a perdoar é importante e ser capar de se sensibilizar com a dor do outro. O dia de amanhã é incerto, por isso precisamos dar valor ao hoje e o que queremos levar dessa vida. Não tem como não amar. A narração ocorre de forma linear, ou seja, segue uma ordem cronológica, com começo, meio e fim. Filme mais que recomendado. Com certeza merece as cinco estrelinhas.

Ate hoje eu apenas existi e fui levado pela vida dia apos dia achando q isso era o suficiente e honestamente não sei se tenho o meu próprio sonho mas sei q posso ajudar os outros a realizar o seu.

NOTA: ★ ★ ★ ★ 




divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário