• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
04 dezembro 2015

Resenha :A Desconhecida,Peter Swanson


Título: A desconhecida
Autor: Peter Swanson
Editora: Novo Conceito
Ano: 2015
Páginas: 288
* Livro cedido em parceiro com a Editora Novo Conceito
Sinopse: Uma história sombria, em uma atmosfera romântica e um quê de Hitchcock, sobre um homem que fora arrastado para uma trama irresistível de paixão e assassinato quando um antigo amor reaparece de mentiras. Em uma noite de sexta-feira, a rotina confortável e previsível de George Foss é quebrada quando, em um bar, uma bela mulher senta-se ao seu lado. A mesma mulher que desaparecera sem deixar vestígios vinte anos atrás. Agora, depois de tanto tempo, ela diz precisar de ajuda e George parece ser o único capaz de salvá-la. Será que ele a conhece o suficiente para poder ajudá-la?


George Foss leva uma vida monótona e comum quando ao sair com Irene, sua colega/ficante, ele se depara ao longe com Audrey Beck, sua antiga namorada da faculdade que ele não tem notícias há 20 anos, depois de ela ter cometido supostamente um suicídio. Depois desse tempo todo, George e Audrey conversam. Ela com uma nova identidade e que precisa da ajuda dele. Todavia, será que George deverá confiar em alguém que o enganou tantas vezes no passado?

"Até onde ele sabia, ela era uma criminosa procurada, uma mulher

cujas transgressões estavam mais alinhadas com as de uma tragédia grega." 


 A história proposta em A Desconhecida de Peter Swanson começa como um quebra-cabeças. Inicialmente, pensei que estava meia confusa com as mudanças de passado e presente, mas isso é feito de proposito do autor para nos envolver em ambos os tempos para montar o jogo.

"Já havia lido livros suficientes para saber que esse amor juvenil só acontece uma vez na vida, e ele queria que nunca chegasse ao fim."

 Em A Desconhecida, você conhece o George apaixonado pela misteriosa Audrey na faculdade e o quanto faria por ela. Porém, essa desconhecida é uma boa jogadora e nunca sabemos de que lado ela está ou quais são os motivos dela para algumas ações. Ela é a grande incógnita em toda a história.

Porém, mesmo sendo um bom thriller, não consegui premiar com as 5 estrelinhas e, sim com apenas 3, pois algumas coisas me incomodavam demais no enredo. George é o cara mais bobo que já tive o prazer de conhecer através dos livros. Uma inocência que nas ações prejudica as pessoas ao seu redor, cego para todos os acontecimentos que envolvem sua ex-namorada.

"Boa ou má, alguma coisa aconteceria. Algo no peso daquela noite específica de agosto, combinado com a presença dela em seu bar predileto, fez com que parecesse que algo de importante estava prestes a acontecer." 

E o final? Bem, Peter Swanson deixa a história aberta. Eu fiquei: “como assim”(repetido umas 3 vezes), frustrada com isso. Mesmo que não seja o meu livro do gênero preferido, eu ainda tinha esperanças visto a sinopse. A Desconhecida convida o leitor para desvendar o quebra-cabeça dos sumiços e mortes, porém também poderá o decepcionar, visto que o enredo não convence bem, tornando-se fraca e sem grandes revelações, beirando a previsibilidade. Porém, depende de cada leitura.

NOTA:★★★


divulgar

2 comentários


Comentário(s) pelo Facebook:

2 comentários:

  1. Também recebi esse livro da Novo Conceito, mas tô meio que com um pé atrás com ele... porque esse já não é meu gênero favorito e tudo mais. Maaaaas, vou sair da minha zona de conforto e ler sim, mas sem deixar minhas expectativas ficarem muito altas. Talvez assim que acabe gostando pelo menos um pouco, né não?
    Adorei a resenha!

    Beijos,
    Ana.
    nasuaestanteblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Fiquei louca por esse livro, meu mais novo gênero queridinho do coração é o Thriller, então quando bati o olho na sua resenha já quis colocar na estante.

    Beijão - Vivi
    www.oamantedelivros.com.br

    ResponderExcluir