• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
31 março 2016

Resenha:Duff - Kody Keplinger


DuffTítulo: Duff
Autora: Kody Keplinger
Ano: 2016
Páginas: 328 
Editora: Globo Alt
Gênero; Jovem Adulto
Sinopse: Bianca Piper não é a garota mais bonita da escola, mas tem um grupo leal de amigas, é inteligente e não se importa com o que os outros pensam dela (ou ela acha). Ela também é muito esperta para cair na conversa mole de Wesley Rush - o cara bonito, rico e popular da escola - que a apelida de DUFF, sigla em inglês para Designated Ugly Fat Friend, a menos atraente do seu grupo de amigas. Porém a vida de Bianca fora da escola não vai bem e, desesperada por uma distração, ela acaba beijando Wesley. Pior de tudo: ela gosta. Como válvula de escape, Bianca se envolve em uma relação de inimizade colorida com ele. Enquanto o mundo ao seu redor começa a desmoronar, Bianca descobre, aterrorizada, que está se apaixonando pelo garoto que ela odiava mais do que tudo.

DUFF, abreviação para Designated Ugly Fat Friend, é o primeiro romance de Kody Keplinger, publicado no Brasil pelo selo jovem da Globo Livros, o Globo Alt. Lançado originalmente em inglês em 2010, chega ao país em 2016, tendo o filme estreado ano passado.

D edignated
U gly
F at
F riend
=  a garota menos atraente de um grupo.
Bianca Piper é uma garota fora dos padrões, nunca se preocupou com sua aparência, nunca buscou ser a mais bonita do grupo e vive bem demais. Tem duas melhores amigas, e não é daquelas de viver pelos garotos, pois seu coração foi partido uma vez.

Wesley Rush  é o cara popular, lindo e todas as garotas o querem, exceto Bianca, que o acha um tremendo babaca e arrogante. E isso só piora, depois de uma festa em que ele a chama de Duff.Ele só quer ficar com suas amigas, mas Bianca beija Wesley e depois disso não consegue parar, tornando um relacionamento baseado em sexo, puramente físico para distrair a vida confusa de Bianca. Porém, as coisas vão começar a mudar e eles perceberão que tem mais em comum do que imaginam.

“Depois de pensar nisso por um tempo, decidi que havia muitos benefícios em ser uma Duff.Benefício 1: não é preciso se preocupar com cabelo ou maquiagem.Benefício 2: não há pressão para ser descolada – não é para você que estão olhando.Benefício 3: sem problemas com garotos. 
.
Duff é uma boa leitura, daquelas comédias que você lê em uma sentada só, porém nada muito surpreendente ou que me fizesse suspirar e me identificar com os personagens. Gostei da abordagem da autora com relação a pré-julgamentos, problemas familiares e a visão de amor no ensino médio.

Todavia, quando foi que a beleza determinou o caráter de alguém? Você já foi intitulado por algo sem sentido e se sentiu mal por isso? Duff trata basicamente desses julgamentos que somos vitimas em algum momento, levando no tom de humor como lidar com isso.

The DUFF teve  uma comédia adolescente produzida e distribuída pela Lionsgate e CBS Films baseada no livro, porém com roteiro livremente adaptado por Josh A. Cagan. O filme apresenta a mesma base e temática, entretanto o desenvolvimento da trama e as cenas são muito diferentes, até mesmo os personagens tem estereótipos distintos do livro. Quero assistir o filme para dar uma conferida no roteiro e ver se a mensagem foi devidamente dada.

Nota:  ★★★★



divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário