• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
10 janeiro 2017

Resenha:A improvável teoria de Ana e Zak - Brian Katcher

Título: A Improvável Teoria de Ana e Zak
A Improvável Teoria de Ana e Zak
Autor: Brian Katcher
Editora: Rocco
Ano: 2016
Páginas: 320
Sinopse: Ana Watson é uma aluna exemplar, pratica tiro com arco, é capitã da equipe de jogos acadêmicos e voluntária no programa de distribuição de sopa para pessoas carentes. Seu foco é ser aceita na Universidade de Seattle e escapar um pouco dos pais controladores; Zak Duquette é um nerd inveterado. Divide seu tempo livre (e boa parte do resto do tempo também) entre games, filmes duvidosos e quadrinhos. Seu grande objetivo é não perder a Washingcon, a maior Convenção de Ficção Científica, Fantasia e Quadrinhos da região. Quando o irmão mais novo de Ana abandona as semifinais de um campeonato da escola para participar escondido da Washingcon, escondido dos pais, ela sabe que Zak é a única pessoa que pode ajudá-la a encontrar o irmão. E descobre que eles podem ter muito mais em comum do que ela gostaria de admitir. A improvável teoria de Ana & Zak é um romance divertido e cheio de reviravoltas sobre dois adolescentes se descobrindo numa convenção sci-fi.

Para não reprovar na disciplina de saúde, Zak Duquette é obrigado a participar do campeonato de Jogos Acadêmicos. Só que os jogos acontecem na mesma data que uma convenção de ficção científica que Zak vai desde criança. Para não ficar com raiva por não ir, ele conta histórias sobre o evento para todos da equipe, todavia a equipe não parece interessada, porém Clayton, um garoto de 13 anos se interessa e depois de brigar com sua irmã, Ana, ele foge para um noite na convnção.


Ana fica desesperada para encontrar seu irmão, já que a responsabilidade estará sobre si. E ela não pode decepcionar seus pais. Todavia, ela pedirá ajuda a Zak para achar seu irmão  e com isso, eles embarcaram em uma missão atrás de Clayton.

- Zak? 
- O quê? 
De repente, penso na coisa perfeita para dizer. Só espero acertar a citação. 
- Ajude-me, Obi-Wan. Você é a minha única esperança. 
Zak abre um sorriso. Não seu sorriso marrento de sempre, mas um sorriso grande e bobo, como o de um cachorrinho. Já é um começo.


Ana sempre foi obediente aos seus pais, seguindo a risca suas ordens e regras. Estar ali, na convenção é como ser transportada para outro mundo, um proibido. As pessoas vestidas de cosplays, em um evento que o Zak ama e Ana custa a gostar. Passando a entender os gostos de Zak, vendo que ele é  gentil e adorado pelo povo.

 
A narração é intercalada entre Zak e Ana a cada capítulo. A maior parte da história ocorre em apenas um dia , desenvolvendo bem os personagens. Apesar de ter gostado da apresentação dos personagens em um dia,achei que a história poderia ter me cativado mesmo e olha que sou nerd e geek de carteirinha.


 Mas, amei que quando Zak e Ana se juntavam , a aventura certamente iria ser das melhoras. Logo, recomendo essa leitura leve, tranquila e geek. São tantas referências que óbvio que nerds e geek vão amar.


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário