• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
17 agosto 2017

Resenha:A História de Nós Dois, Dani Atkins

Título: A História de Nós Dois
Autora: Dani Atkins

Editora: Arqueiro
Páginas: 352
Ano: 2016
Sinopse: Emma tem 27 anos, é linda e inteligente e vive cercada de pessoas que ama. Prestes a se casar com Richard, seu namorado desde a época de escola, ela não poderia estar mais empolgada. Mas o que deveria ser o momento mais feliz de sua vida de repente vira uma tragédia. Emma sofre um acidente e é salva por um estranho minutos antes que o carro em que ela viajava explodisse. Abalada, ela decide adiar o casamento. E nesse meio-tempo descobre segredos que a fazem questionar as pessoas nas quais sempre confiara a ponto de duvidar se deve se casar afinal. Para complicar, ela se sente cada vez mais ligada a Jack, o homem que a salvou e que não sai da sua cabeça. Jack é lindo, gentil e divertido, de um jeito diferente de todos que ela já conheceu. Por outro lado, é Richard quem ela sempre amou... Uma mulher, dois homens, tantos destinos possíveis. Como essa história vai terminar?


Depois de ter amado "Uma curva no tempo" e andado ansiosa para ler mais da Dani Atkins, consegui mais um livro dela por troca no skoob. Não fiquei tão impactadada como da primeira vez, mas é um romance bonito e com uma carga dramática alta.

Trata-se de uma  história que vai fluindo devagar, com um desenvolvimento grandioso de Emma, que pode irritar o leitor com as ações ao seu redor, quanto a trama de personagens secundários, mas o desfecho é impactante e acelerado. A autora decidiu unir passado e presente com uma boa dose de triangulo amoroso, com os altos e baixos do amor, recomeço, traição,amizade, perdão, os males que uma doença incurável pode trazer para seus familiares, entre outros.

Emma é uma jovem que está prestes a se casar com Richard, seu namorado da juventude.Eles são amigos desde o tempo da escola e se separaram quando ela foi morar em Londres para trabalhar com Marketing.  Depois de formada e com um bom trabalho, Emma teve que sacrificar sua vida para voltar para casa, a fim de cuidar de seus pais. Na atual cidade, ela voltou a trabalhar  na livraria da cidade, fortaleceu a amizade com suas melhores amigas de sempre e retomou o relacionamento com Richard, além de agora estar noiva dele.

Todavia, faltando duas semanas para  o grande dia de sua vida, o destino resolveu interferir e mudar tudo. Ao sair da sua despedida de solteira, Emma e suas duas melhores amigas sofrem um grave acidente de carro.Esse episodio trouxe muitas perdas emocionais e físicas, mas também trouxe surpresas: a amizade com Jack, o cara que salva Emma na estrada. Esse estranho salvou Emma em seu momento mais difícil e agora ela se vê interessada no atencioso Jack, mas dividida entre as consequências de sua vida.Nada será como antes depois do acidente,  mas Emma quer colocar sua vida nos eixos e precisa encarar as verdades que estavam escondidas de si.

“Ele poderia ser qualquer um. Ele era qualquer um. O acaso ou o destino simplesmente o haviam colocado na estrada certa no momento certo.”

O livro é narrado sob dois tempos: presente e passado. O passado acompanha o acidente de Emma e suas consequências. Já o presente mostra as escolhas de Emma atuais, seu relacionamento com Jack, Richard, como sua família enfrenta a doença de sua mãe. Porém, a narrativa do passado predomina, deixando o leitor curioso sobre suas escolhas e se ela realmente encontrará a felicidade em meio a tanto caos.

Apesar de ter achado o meio do livro lento e os capítulos longos, pude entender que esta historia não era apenas um romance clichê com um triangulo amoroso.  Tudo é uma metáfora: Richard e Jack são dois pontos diferentes da vida de Emma. Cada um possui um pedaço do seus coração e do seu amor, um paradoxo quanto ao tradicional e ao novo; escolher o que já é rotineiro ou apostar no novo.Outro ponto positivo foi abordar a forma que um familiar lida com o Alzheimer e seus dilemas. Mas, o livro não é tão misterioso, na verdade Emma não me surpreendeu em suas ações, muitas delas já eram esperadas.

“Pela primeira vez questionei por que estava tão motivada a demolir um mundo que podia ser muito melhor do que aquele no qual eu vivia.”

 Mesmo assim, a história é reflexiva, emocionante e não é tão maravilhosa quanto Uma curva no Tempo( o ultimo que li da autora), mas já espero os próximos livros.


 Nota: ★★  (3,5/5)


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário