• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
27 março 2014

Adeus.

      Por Bia Leite

  Estávamos tão perto. Você estava aqui. Eu era pequena demais para seus abraços, mesmo assim me seguraste. Segure-me mais forte. Não deixe que me levem para longe. É difícil assim segurar minhas mãos da forma mais forte que conseguires? É tão fácil assim me deixar ir ? Pelo visto, não existem medidas certas.
       Garota pequena demais para seu amor e você grande demais para o que tem ai no peito. Te amei tanto , e você me largou no primeiro instante. Nem sequer gostou de mim. Combinamos de nos completar. De sermos a metade da laranja. Vivi uma metade silenciosa. Seu silêncio já não me completava mais. Não adiantava fingir que ainda estava aqui. Soltaste minha mão tão rápido, que tudo o que eu tinha foi tomado de mim. Enquanto eu transbordava, você esvaziava.
    Eu era uma brincadeira? Um desejo bobo? Alguém para ser riscado da sua lista de paixões? Ah, meu querido. Deixa eu te falar uma coisa. Quero que escute de mim e veja que sou inteira. Que desperdaçar meu coraçao, só me derá mais vontade de encontrar a felicidade por ai, e mostrar a voce que perdeu alguém que te amou mais que ela mesma.
  De todas as vezes que terminamos, essa será a menos dolorosa. Por acaso achas que voltarei? Não seja convencido. Não ache que sou boba o bastante para o que sinto. Não volto, não mais. Deixarei você, como alguém que deixa o que mais ama para trás. Não se arrependa por ter perdido a pessoa a quem te quis mais bem.


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário