• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
31 agosto 2017

Resenha: Mentira Perfeita, Carina Rissi


Título: Mentira Perfeita
Autora: Carina Rissi

Editora: Verus
Páginas: 462
Ano: 2016

Sinopse: Com Mentira Perfeita, Carina Rissi prova mais uma vez que o seu forte é contar boas histórias, com ritmo acelerado e repletas de paixão, humor e reviravoltas. Júlia não tem tempo para distrações. Ela é brilhante e sempre se esforça para ser a melhor naquilo que faz; por essa razão, sua vida pessoal acabou ficando de lado. Algo que sempre preocupou sua tia Berenice. Gravemente doente, a mulher teme que Júlia acabe completamente sozinha quando ela se for. Júlia faria qualquer coisa - qualquer coisa mesmo! - por tia Berê e, em seu desespero para agradar a única mãe que já conheceu, inventa um noivo enquanto torce por um milagre... E então o milagre acontece: Berenice se recupera - e, assim que deixa o hospital, gasta todas as suas economias com o casamento dos sonhos para a sobrinha. Como Júlia pode contar a ela que mentiu, com a saúde da tia ainda tão frágil? É quando Júlia conhece Marcus Cassani. Ele é irritantemente cínico, mulherengo e lindo de um jeito que a deixa desconfortável. Marcus também está enfrentando problemas, e um acordo entre eles parece ser a solução. Tudo o que Júlia sabe é que deveria se afastar de Marcus. Mas seu coração tem uma ideia muito diferente... Mentira Perfeita é um spin-off de Procura-se Um Marido, uma história que se passa no mesmo universo da primeira. Aqui você vai conhecer novos personagens inesquecíveis, além de rever aqueles que já moram no seu coração.

Sou fã de carteirinha da Carina Rissi: a rainha dos chick-lits nacionais. Impossivel não se divertir com suas tramas e se envolver com seus personagens.Mentira Perfeita é o spin-off de Procura-se Um Marido, todavia pode ser lido independentemente.

Júlia é uma mulher brilhante, determinada e que vive para sua tia Berenice, já que ela tens muitos problemas de saúde. A tia teme que Julia fique sozinha se algo lhe acontecer. Portanto, Júlia faria qualquer coisa para agradar sua tia, então ela acaba inventando a existência de um noivo enquanto torce para que a tia melhore de saúde. Berenice se recupera e assim que sai do hospital, vive para organizar o casamento, gastando todas as suas econômias.

Mas, como Júlia pode contar que mentiu quando a tia está tao frágil de saúde? É quando Julia conhece Marcus: irritante, mulherengo e lindo de um jeito irresistível.  Marcus também precisa de alguém para ser seu acompanhante até que sua família acredite de vez que ele é capaz de viver sozinho. Através desse trato, os dois acabam se envolvendo e descobrindo mais um sobre o outro. E seu coração? Bem, ele terá ideias diferentes quanto a toda essa história.

“ Como não percebi antes que aquele calor insuportável era atração? Tudo bem, o Dênis estava certo. Eu nunca tinha me sentido assim antes, mas mesmo assim. Como podia ter pensado que se tratava de uma alergia?”

A narrativa  é em primeira pessoa, intercalando entre Júlia e Marcus, fator que nos apresenta os dois lados da situação.Assim, conhecemos as duas visões do romance. E a escrita da Carina é perfeita: fluida, leve e divertida.

Além de ter dado várias gargalhadas em muitas partes do livro, foi inevitável torcer pelos personagens e se apaixonar por eles.Adoro quando fico tao envolvida, que acabo criando sentimentos pelos personagens e sentindo suas sensações e emoções, além das preocupações e dos obstáculos que eles passam.

Adorei a  evolução do romance e a forma como Julia e Marcus enfrentam seus problemas e superam as dificuldades. Ponto positivo para a Carina Rissi, que  inseriu a problemática referente à inclusão de cadeirantes na sociedade, considerando-se que Marcus é um, promovendo a reflexão e  conscientização acerca da questão . A obra tem seus clichês e alguns exageros, mas nada que atrapalhe a experiência de viver as sensações gostosas que a autora nos passa.
  
Sem dúvida é garantia de que vais se divertir, se emocionar e suspirar. Enfatizo mais uma vez que  Procura-se um marido não  é uma leitura obrigatória para Mentira Perfeita, pois as tramas são independentes. Mas, se você quiser conhecer a história de Alícia e Max, seria ideal ler os livros em ordem, já que Mentira Perfeita traz spoilers de Procura-se um Marido. O livro tem uma narrativa cativante, bem-humorada e descontraída, ou seja, super indicado para boas gargalhadas. 

                                                 Nota: ★★★★(4,5/5) 


divulgar

comentar

29 agosto 2017

Resenha: Oníria ,Joana Silva

 Título: Oníria
Autora: Joana Santos Silva
Editora: Chiado 
Páginas: 72
LIVRO CEDIDO EM PARCERIA COM A AUTORA
Sinopse: "Oníria" são pedaços de uma vida, aconchegada entre o passado e o presente, entre o sono e o sonho. Inquietações que nos apanham de olhos ainda cerrados, desligadas da realidade apenas na medida certa. Esta é uma obra de sobressaltos que podiam ser os nossos, povoada por desassossegos que são de todos. Feita de momentos que, ao romper da aurora, nos fazem seguir em frente.


“Não me arrependo de nada que foi feito

Apenas tenho saudades de me encostar no teu peito.”

Oníria me encontrou, me encantou e rimou com meu coração, que ansiava de poesias para adocicar meu dia. Recebi da Joana , o seu livrinho amor, que conta com uma capa fofa e uma diagramação poética. O livro  é um apanhado da vida da autora: dos seus sonhos, amores, conquistas,perdas. Não sou a melhor pessoa para falar sobre a estrutura de um livro de poesias, mas a Joana tem métrica e acima de tudo sabe conduzir o leitor a sentir o que ela sentiu quando estava escrevendo.

Agora na paz interior peço a uma fada pozinhos mágicos
Para acabar com a minha dor e os momentos mais trágicos...”

“Eu sei que doía e eu de mãos atadas
Voltei a chamar aquela fada...”

Cheio de sensibilidade e com uma excentricidade á parte, o livro da portuguesa conquista e emociona com seu Português Europeu. Querida Joana, você me transportou para perto de ti e pela suas poesias, pude conhece-te  e refletir das mesmas temáticas abordadas pela composição desse livro lindo e cheio de vida.

“E eu na total solidão
Agarrada à folha e caneta que escondia
Para não perder a minha poesia.”

O livro pode ser adquirido em forma impressa no site da Chiado Editora ou e-book na Amazon Brasil aqui.


divulgar

comentar

27 agosto 2017

Resenha: Boston Boys, Giulia Paim

Título: Boston Boys (#01)
Série: Boston Boys

Autora: Giulia Paim 
Editora: Globo Alt
Páginas: 333

Sinopse:Boston Boys conta a história de Ronnie Adams, uma garota responsável e pé no chão, que vive em Boston desde que nasceu. Sua vida vira de cabeça para baixo quando ela descobre que sua mãe, uma analista de sistemas, resolve mudar radicalmente de emprego: se torna produtora do programa de TV Boston Boys, uma série de sucesso que mostra a vida perfeita de três integrantes de uma boyband americana, que é o último programa que Ronnie gastará seu tempo para assistir. Para lhe trazer ainda mais dor de cabeça, Mason McDougal vocalista da banda e protagonista da série vai morar com ela e sua família por motivos que ela desconhece.
A convivência diária com um astro de TV egocêntrico e implicante é difícil para Ronnie e piora ainda mais quando ela tem que lidar com os outros dois atores do programa: Henry e Ryan. Além deles, surge um fã louca e perseguidora que parece rastreá-la a cada passo.
Ronnie vive altas aventuras com os garotos uma viagem internacional, uma guerra cibernética de boatos para uma revista, seu ódio pelas meninas de sua escola, as picaretagens de produtores e até uma possível separação da banda. Apesar de tudo, ela cria um vínculo com este universo glamouroso que achava nunca ser possível.

Fazia um tempinho que estava curiosa quanto ao livro Boston Boys, o primeiro livro publicado da autora Giulia Paim, que contará a história de uma garota que acaba tendo de morar com um dos astros de uma série de TV famosa e logo tem sua vida virada do avesso.

 “Se eu pensei por um breve momento, BREVE MESMO, que poderia have a mínima possibilidade de eu gostar dele, essa hipótese acabara de ir por água abaixo.”

Veronica Adams ou  Ronnie é uma adolescente que vive normalmente com sua mae e sua irma  mais nova, Mary , em Boston . Mary é mega apaixonada pela banda Bosto Boys, constituída por 3 integrantes: Henry, Ryan e Mason.  Porém, Ronnie mais do que detesta os boybands. Fato : toda vez que sua irmã mais nova poe as musicas na banda, Ronnie corre para seu quarto e se tranca.

Até um dia que sua mãe que até então trabalhava como analista de sistemas, conta as meninas que  virou produtora musical da banda favorita de Mary e logo eles começariam a gravar uma série que se passava em Boston, porem Mason, um dos integrantes não teria onde morar no tempo das gravações, então ele ficaria com a família Adams por algum tempo.

Isso seria o sonho de qualquer fã do grupo, mas não o de Ronnie , que não acredita que isso possa estar acontecendo.  Sua vida vira de cabeça para baixo quando Mason passa a morar com as garotas. Ronnie se meterá em vários problemas e será odiada pelos fãs da banda, ainda tendo que conviver com uma stalker .

Ronnie é a garota normal  que eu me identifiquei fácil, incluindo todas as suas confusões. Porém, o Mason é aquele carinha que sempre me deixou em cima do muro. Se eu gostava ou não. Então, temos aquele narrativa que a garota encrenqueira se encanta aos poucos pelo cara arrogante, algo bem clichê, mas com elementos narrativos diferenciados o que proporcionou até risadas.

Apesar de todo o clichê do chick-lit, Giulia Paim tem uma narrativa fluida, fácil e simples. Sem enrolação, já que o livro é direcionado para o público adolescente e lembra muito fanfic.  A simplicidade de  Boston Boys foi um ponto positivo, já que é uma leitura leve e divertida, mas a previsibilidade não me deixou dar 5 estrelinhas. Todavia, espero ler os próximos livros da autora para ter uma opinião mais firme quanto a Boston Boys.

                                                 Nota: ★★★ (3,5/5)


divulgar

comentar

23 agosto 2017

Lançamentos de Setembro da Editora Arqueiro

                                                           Olá meu povo, como vocês estão? Setembro é mês de bienal, mas também é mês de lançamentos incríveis e só eu sei o quanto será difícil escolher meus favoritos dessa lista. Confira os lançamentos da Editora Arqueiro desse mês?


Como Se Casar Com Um Marquês
Como se casar com um marquês - Julia Quinn
Páginas: 320
Sinopse:Elizabeth Hotchkiss precisa se casar com um homem rico, e bem rápido. Com três irmãos mais novos para sustentar, ela sabe que não lhe resta outra alternativa.
Então, quando encontra o livro Como se casar com um marquêsna biblioteca de lady Danbury, para quem trabalha como dama de companhia, ela não pensa duas vezes: coloca o exemplar na bolsa e leva para casa.
Incentivada por uma das irmãs, Elizabeth decide encontrar um homem qualquer para praticar as técnicas ensinadas no pequeno manual.
É quando surge James Siddons, marquês de Riverdale e sobrinho de lady Danbury, que o convocou para salvá-la de um chantagista. Para realizar a investigação, ele finge ser outra pessoa. E o primeiro nome na sua lista de suspeitos é justamente... Elizabeth Hotchkiss.
Intrigado pela atraente jovem com o curioso livrinho de regras, James galantemente se oferece para ajudá-la a conseguir um marido, deixando-a praticar as técnicas com ele. Afinal, quanto mais tempo passar na companhia de Elizabeth, mais perto estará de descobrir se ela é culpada.
Mas quando o treinamento se torna perfeito demais, James decide que só há uma regra que vale a pena seguir: que Elizabeth se case com seu marquês.

Romance Entre Rendas
                                                   
Romance entre rendas - Loretta Chase
Páginas : 320
Sinopse: Que lady Clara Fairfax é dona de uma beleza estonteante, Londres inteira já sabe. Mas a fila de pretendentes que bate à porta de sua casa com propostas de casamento já está irritando a jovem.
Cansada de ser vista apenas como um ornamento, Clara decide afastar-se um pouco da alta sociedade e se dedicar à caridade. Um dia, numa visita a uma obra social, ela depara com uma garota em perigo e pede ajuda ao alto, sombrio e enervante advogado Oliver Radford.
Radford sempre foi avesso à nobreza, mas, para sua surpresa, pode vir a se tornar o próximo duque de Malvern. Embora queira manter sua relação com Clara no campo estritamente profissional, aos poucos ele percebe que ela, além de linda, é inteligente, sensível e corajosa.
E quando a perspectiva de casamento se aproxima, tudo o que Radford pode fazer é tentar não perder a cabeça por Clara. Será que a herdeira mais adorada da sociedade e o solteiro menos acessível de Londres serão vítimas de seus próprios desejos?
Em Romance entre rendas, livro que encerra a série As Modistas, Loretta Chase nos brinda com uma história envolvente e cheia de paixão, com personagens fortes e marcantes.

                                                         Coluna de Fogo
Coluna de fogo - Ken Follet
Páginas : 816
Sinopse: Em 1558, as pedras ancestrais da Catedral de Kingsbridge testemunham o conflito religioso que dilacera a cidade. Enquanto católicos e protestantes lutam pelo poder, a única coisa que Ned Willard deseja é se casar com Margery Fitzgerald. No entanto, quando os dois se veem em lados opostos do conflito, Ned escolhe servir à princesa Elizabeth da Inglaterra. 
Assim que Elizabeth ascende ao trono, a Europa inteira se volta contra a Inglaterra e se multiplicam complôs de assassinato, planos de rebelião e tentativas de invasão. Astuta e decidida, a jovem soberana monta o primeiro serviço secreto do país, para descobrir as ameaças com a maior antecedência possível.
Ao longo das turbulentas décadas seguintes, o amor de Ned e Margery não arrefece, mas parece cada vez mais fadado ao fracasso. Enquanto isso, o extremismo religioso cresce, gerando uma onda de violência que se alastra de Edimburgo a Genebra. Protegida por um pequeno e dedicado grupo de talentosos espiões e corajosos agentes secretos, Elizabeth tenta se manter no trono e continuar fiel a seus princípios.
Coluna de fogo é um dos livros mais emocionantes e ambiciosos de Ken Follett, uma história de espiões ambientada no século XVI que vai encantar seus fãs de longa data e servir como o ponto de partida perfeito para quem ainda não conhece seu trabalho.

QUERIDO JOHN ,Nicholas Sparks
Sinopse:Após uma juventude de rebeldia e bebedeira, John Tyree decidiu dar início a um novo capítulo em sua vida e se alistou no Exército. Um ano depois, agora um novo homem, ele retorna a Carolina do Norte para passar um tempo com o pai. Uma tarde, ele conhece a garota de seus sonhos. Além de ser linda, Savannah é amigável, de sorriso fácil, um exemplo de boa conduta e altruísmo. Um sentimento arrebatador nasce entre os dois. No entanto, John precisa voltar para a Alemanha a fim de concluir o serviço militar. Savannah decide esperar por ele, enquanto o jovem soldado promete que, após esse período, vai ficar para sempre ao lado da mulher que conquistou seu coração. O que nenhum dos dois poderia esperar eram os eventos do 11 de Setembro. Enquanto John entra em combate no Iraque, Savannah precisa reunir forças para superar a dor da distância. Nesse cenário de saudade e incertezas, uma simples carta pode mudar a vida dos dois para sempre.


AS COISAS QUE FAZEMOS POR AMOR, Kristin Hannah

Páginas: 352
Sinopse: Caçula de três irmãs, Angela DeSaria já tinha traçado sua vida desde pequena: escola, faculdade, casamento, maternidade. Porém, depois de anos tentando engravidar, o relaciona- mento com o marido não resistiu, soterrado pelo peso dos sonhos não realizados.
Após o divórcio, Angie volta a morar na sua cidade natal e retorna ao seio da família carinhosa e meio doida. Em West End, onde a vida vai e vem ao sabor das marés, ela conhece a garota que mudará a sua vida para sempre.
Lauren Ribido é uma adolescente estudiosa, bem-educada e trabalhadora. Apesar de morar em uma das áreas mais decadentes da cidade com a mãe alcoólatra e negligente, a menina sonha cursar uma boa faculdade e ter um futuro melhor.
Desde o primeiro momento, Angie enxerga em Lauren algo especial e, rapidamente, uma forte conexão se forma: uma mulher que deseja um filho, uma menina que anseia pelo amor materno. Porém, nada poderia preparar as duas para a repercussão do relacionamento delas. Numa reviravolta dramática, Angie e Lauren serão testadas de forma extrema e, juntas, embarcarão em uma jornada tocante em busca do verdadeiro significado de família.


AMOR SEM MEDIDAS, Sophie Jackson
Páginas: 288

Sinopse: Tudo ia bem na vida de Riley Moore, um ex-presidiário que trabalha duro para se manter de forma honesta em Nova York. Um telefonema da mãe, no entanto, acaba tirando o rapaz dos eixos: o pai está internado em estado crítico, depois de sofrer o segundo ataque cardíaco em menos de dois anos. Para estar ao lado da mãe nesse momento tão difícil e tentar resolver seus conflitos com o pai antes que seja tarde demais, Riley deixa tudo para trás e retorna a Michigan, sua terra natal, pela primeira vez em cinco anos. Mas lá não estão apenas os pais de Riley e as memórias de sua família: Lexie Pierce ainda vive na cidade. Grande amor da vida de Riley, ela também foi a responsável por deixar seu coração em pedaços. Como se a alma de um atraísse a do outro, o encontro entre os dois é inevitável. As lembranças de um amor poderoso fazem Riley querer Lexie de volta aos seus braços. Entretanto, a garota esconde um grande segredo, capaz de colocar à prova a confiança e os sentimentos do rapaz. Será que eles conseguirão superar a dor e o sofrimento de sua história para enfim viverem felizes para sempre?

Confira a programação da Editora Arqueiro na Bienal 2017:




divulgar

comentar

21 agosto 2017

Resenha:A guerra que salvou minha vida - Kimberly Brubaker Bradley



Título:A GUERRA QUE SALVOU A MINHA VIDA

Autora: Kimberly Bradley

Editora: Darkside Books
Páginas: 234
Ano: 2017
Sinopse: Ada tem dez anos (ao menos é o que ela acha). A menina nunca saiu de casa, para não envergonhar a mãe na frente dos outros. Da janela, vê o irmão brincar, correr, pular – coisas que qualquer criança sabe fazer. Qualquer criança que não tenha nascido com um “pé torto” como o seu. Trancada num apartamento, Ada cuida da casa e do irmão sozinha, além de ter que escapar dos maus-tratos diários que sofre da mãe. Ainda bem que há uma guerra se aproximando. Os possíveis bombardeios de Hitler são a oportunidade perfeita para Ada e o caçula Jamie deixarem Londres e partirem para o interior, em busca de uma vida melhor. Kimberly Brubaker Bradley consegue ir muito além do que se convencionou chamar “história de superação”. Seu livro é um registro emocional e historicamente preciso sobre a Segunda Guerra Mundial. E de como os grandes conflitos armados afetam a vida de milhões de inocentes, mesmo longe dos campos de batalha. No caso da pequena Ada, a guerra começou dentro de casa. Essa é uma das belas surpresas do livro: mostrar a guerra pelos olhos de uma menina, e não pelo ponto de vista de um soldado, que enfrenta a fome e a necessidade de abandonar seu lar. Assim como a protagonista, milhares de crianças precisaram deixar a família em Londres na esperança de escapar dos horrores dos bombardeios. Vencedor do Newbery Honor Award, primeiro lugar na lista do New York Times e adotado em diversas escolas nos Estados Unidos.

Eu  amo livros que se passam na Primeira e Segunda Guerra Mundiais, pois são nelas que verdadeiras histórias reais, tristes e inspiradoras acontecem em um dos momentos mais destruidores da humanidade. A Guerra Que Salvou A Minha Vida transcende suas páginas, a emoção se expande no leitor e toca profundamente ao ser lido. Se a resenha estiver incompleta ou se meus sentimentos estiverem um caco, não se surpreendam, pois esse livro me arrebatou, destruiu e conquistou inexplicavelmente.

A Guerra Que Salvou A Minha Vida contará a história da Ada , uma menina que tem quase 12 anos e que nasceu com o pé torto. Por isso, sua mãe a trata como “aleijada”, prendendo-a dentro de casa para esconder a sua vergonha da filha. Quando a Segunda Guerra Mundial começa as crianças precisam sem evacuados de Londres, já que pode ser que haja um ataque. Nisso, Ada vê uma oportunidade para fugir da sua realidade, e levando seu irmão mais novo , eles partem para o interior da Inglaterra e isso mudaria tudo para os dois.

 "Quando as coisas ficavam muito ruins, minha cabeça dava um jeito de escapulir. Eu sempre soube fazer isso. Podia estar em qualquer lugar, na minha cadeira ou dentro do armário, que conseguia não ver nada, não sentir nada. Eu simplesmente sumia."

Porém, quando chegam ao vilarejo , as crianças são escolhidas por famílias que querem abriga-las, mas Ada e Jamie são deixados de lado, por conta de suas roupas sujas e sua aparência. Entao, são levados para a casa de Suzan e deixados aos seus cuidados, mesmo que ela nunca tenha vivido com crianças. Ada passa a conhecer um outro lado da vida, um lado que pode ser bom e que ela jamais imaginaria.

Eu não vou prolongar a história, pois quero que vocês tenham as mesmas sensações que tive lendo o livro. Quero que ele passe uma emoção pura e sem spoilers.Desejo que você sinta o misto de emoções que vivi lendo esse livro em algumas horas. Não é apenas mais um livro que se passa durante uma guerra, é uma experiência de sentir o mesmo que Ada e Jamie ( seu irmão) sentiam por todos os momentos difíceis que estavam passando.

“ Sua coragem, sua disposição e sua determinação levarão você á vitória”.

 Kimberly Brubaker Bradley  tem uma escrita fluida, simples e envolvente. O enredo é narrado em primeira pessoa, pela visão de Ada e só esse fator já nos leva a conhecer a personagem e os acontecimentos ao seu redor.

"- Vocês salvaram a minha vida, isso sim.

- Então agora estamos quites."


A Ada é uma garota inocente, que vive longe das pessoas por ignorância e maus tratos da parte de sua mae. Mas, não se engane com o quanto ela tornou-se forte, determinada e corajosa por fugir da sua realidade, viver em um lugar desconhecido e descobrir o mundo a fora.. Uma personagem que dá vontade de abraçar e não largar mais.

A Guerra Que Salvou A Minha Vida foi uma leitura emocionante, única e que de fato, me destruiu e me tocou ao mesmo tempo. Uma verdadeira história de amor, compaixão com o próximo e superação. E esse livro merece um lugar especial na sua estante e no seu coração.

“ Dei a mão a ela. Um novo e desconhecido sentimento me preencheu. Parecia o mar, a luz do sol, os cavalos. Parecia amor. Vasculhei minhas ideias e encontrei o nome: Felicidade.”


 Nota: ★★★★ 


divulgar

comentar

20 agosto 2017

Resenha: Paris para um, Jojo Moyes

Livro: Paris para dois um

Autora: Jojo Moyes

Editora: Intrínseca
Páginas: 240
Ano:2016
Sinopse: Nessa vibrante coletânea, o leitor poderá conhecer mais um lado da autora. Em histórias curtas e divertidas, Jojo, sem deixar de lado as personagens decididas que conquistaram o público, faz sua conhecida mágica de transformar situações comuns em eventos extraordinários. No conto que dá título ao livro, a jovem Nell planeja um final de semana romântico em Paris com o namorado e fica sabendo, já na estação, que ele desistiu de acompanhá-la. Sozinha em um país estrangeiro, Nell descobre uma nova versão de si mesma, independente e corajosa. Outros contos incluem um assalto a uma joalheria com uma reviravolta amorosa, a história de uma mulher que passa um dia inteiro com os sapatos de outra pessoa e um shopping lotado de pessoas fazendo compras de Natal que vai revelar a uma esposa estressada o que de fato importa na vida. E em “Lua de mel em Paris”, que fecha a coletânea, Jojo Moyes brinda os leitores com um reencontro com as personagens do best-seller A garota que você deixou para trás, Liv e Sophie, que, separadas por algumas décadas, acreditam que o casamento é apenas o início de suas histórias de amor. Dez pequenas amostras da saborosa escrita de Jojo Moyes, divertidas, autênticas e irresistíveis — você vai ler e se encantar.

Jojo Moyes é uma das minhas autoras atuais preferidas. Adoro seus romances que enlaçam o passado e presente. Dessa vez, Paris para dois um é um livro composto de dez contos inéditos, narrados em terceira pessoa. Um chick-lit leve, divertido e muito romântico, que mostra o quão inesperada a vida pode ser, mas que também pode nos trazer belas surpresas.

“ Não seja como eu, querida. Não desperdice dez anos de sua vida se preocupando com o que poderia acontecer. Nenhum de nós pode se dar ao luxo de perder tempo.”

Particularmente, amei 3 contos, os demais foram mais ou menos, todavia o livro está longe de ser o melhor da autora. Com uma escrita diferente do que os longos romances, Jojo Moyes traz a tona contos leves e românticos, alguns nem tão bons. Bem, tive 3 contos favoritos:

1.Paris para um contará a história de Nell , uma mulher que é presa ao namorado mais ou menos e que depois de ser sempre tão certinha no seu trabalho, resolve fazer uma loucura:comprará passagens para Paris, uma para ela e outra para seu namorado. Porém, Pete abandona Nell sozinha nessa viagem. O que parecia ser um final de semana desastroso e triste acaba se transformando no melhor da sua vida, ao descobrir novas paixões em Paris.
2.O assalto – Foi um dos contos mais surpreendentes e surreais. Não contarei grandes detalhes, mas um assalto trará grandes surpresas.
3. Lua de mel em Paris – Liv sempre foi impulsiva, mas ao se casar tão rápido com alguém que conhecia a tão pouco tempo, ela se viu arrependida e começou a se questionar. Sozinha e amargurada em sua lua de mel, enquanto David, seu marido ficava indo a reuniões do trabalho. Depois de ver uma tela em uma exposição de arte, ela decide não ser mais a esposa esquecida, irritada e triste que vive esperando que o marido a coloque em primeiro plano. PS: Veremos personagens conhecidos do livro “ A garota que você deixou para trás “ ( um dos meus favoritos !).

É um livro para quem deseja passar tempo, fugir dos longos romances ou apenas se distrair sem grandes perspectivas para os contos. A edição da Editora Intrínseca está perfeita.  Eu simplesmente fiquei apaixonada , pois cada conto tem uma capa estilo os livros publicados pela Editora. Enfim, mesmo não sendo o melhor, foi um livro divertido que indico sem grandes pretensões , mas prometo que pelo menos de algum conto você gostará.


                                             Nota: ★★★(3,5/5) 



divulgar

comentar

17 agosto 2017

6 motivos para ler Desventuras em série


📖  Há um mês atras , eu coloquei como meta de leitura ler os livros de Desventuras em Série, uma coleção de 13 livros escrita por Lemony Snicket. Meta concluída com sucesso 🤗 E hoje, vim falar um pouco sobre a série, sem spoilers!
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Eu já conhecia a série de livros , mas me apaixonei pela trama da série adaptada pela Netflix.  A partir dai, eu só queria saber das desventuras dos três órfãos Baudelaire. A série contará a história de Violet, Klaus e Sunny Baudelaire, os três irmãos que perderam os pais em um incêndio misterioso . Eles são levados pelo Sr. Poe , um banqueiro desastroso, a casa de Conde Olaf, um homem que faz parte de uma misteriosa organização que só pensa em roubar a herança das crianças. Ao longo da série , os irmãos tentam escapar das garras de Olaf e procuram descobrir a verdade sobre seus pais enquanto passam por desastres e desventuras . 
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
️ Vamos citar 6 motivos para ler Desventuras em série ?
▪️1- É um livro que pode ser lido como um livro infanto-juvenil , com muitas ironias. É uma leitura agradável, principalmente pra crianças e adolescentes. Ou você pode lê-lo com um olhar mais apurado, visualizando as criticas da sociedade. Por exemplo, o primeiro livro Mau Começo é uma crítica ao sistema de adoção, tutela e herança.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
▪️2- O narrador é irônico e vai brincar com sua cara ou suas interpretações quanto a história . Além dele ser sincero quanto a história, já que se tratará de Desventuras , coisas ruins e devastadoras acontecendo com os irmãos Baudelaire.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
▪️3- Os livros são pequenos , mas com letras grandes
Os livros são finos e são super rápidos de ler, até para aquele leitor que demora para normalmente para ler.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
▪️4- A história é bem construída
Apesar de ser um livro infanto-juvenil, é necessário perspicácia para juntar todas as peças e teorias a fim de resolver os enigmas dessa história . 
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
▪️5- Referências literárias e mais !
Eu amo livros que citam autores, obras , então nesse temos várias referências. Por exemplo,  o próprio sobrenome Baudelaire vem do poeta Charles Baudelaire, e quanto ao restante, deixo para você descobrir .
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
▪️6- O vilão mais versátil : conde Olaf
 Olaf é o vilão principal da história, líder de uma companhia de atores e tudo o que ele faz gira em torno da atuação. Todos os seus planos diabólicos são absurdos , loucos e podem dar certo ou errado.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
E para finalizar , eu adorei a série ! Já estou desejando ler tudo de novo , em breve .  E aí? Já te convenci? Entao , vamos entrar de cabeça nessa desventura sem fim. 
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀




divulgar

comentar


Resenha: Ao seu encontro - Abbi Glines #11

                                              
Sinopse: Há apenas alguns meses, um encontro inesperado numa casa em Rosemary Beach se transformou num romance de conto de fadas. Agora Reese está prestes a ir morar com Mase na fazenda dele, no Texas. Com o apoio e o amor da família do namorado e a recente descoberta de que ela mesma tem uma família com a qual contar, Reese pode enfim superar os horrores do passado e se concentrar no futuro promissor que a aguarda.

No entanto, no que depender de Aida, isso não vai acontecer. A beldade loura e Mase foram criados como primos, mas logo fica claro para Reese que o amor da jovem por ele está muito longe do que se deveria ter por um parente.


Ao mesmo tempo que Reese tenta entender a relação dos dois e não se sentir ameaçada, entra em cena Capitão, um estranho que parece estar, convenientemente, em todos os lugares que ela frequenta. Bonito, sensual, misterioso e dono de uma franqueza desconcertante, ele não tem medo de dizer o que pensa de Mase - nem como se sente a respeito de Reese.

Enquanto a competição pelo coração de Mase e de Reese esquenta cada vez mais, algumas perguntas em relação ao passado dela começam a ser enfim respondidas, revelando verdades chocantes que vão mudar para sempre a vida do casal.

Em Ao Seu Encontro, Abbi Glines conclui a história que começou em À Sua Espera. Com a escrita romântica e voluptuosa que a consagrou, ela constrói mais uma narrativa envolvente, com personagens que vão mexer com as nossas emoções até o final.

"Reese era tudo que eu sempre esperei. Tudo antes dela era chato, até mesmo as garotas. Ninguém havia me feito ficar feliz por acordar todas as manhãs e ver o mesmo rosto. Ou por ir para a cama com a mesma pessoa."

"Ao Seu Encontro" é o décimo primeiro livro da série Rosemary Beach da  Abbi Glines. Esta é a continuação da história de Mase e Reese, precedida do livro: "À Sua Espera".


No final de  "À Sua Espera", várias questões ainda estão em aberto. Reese estava prestes a se mudar para o Texas e morar com Mase, porém ela descobre que tem uma família, de verdade. E depois de passar um tempo com eles, Reese volta para o Texas e começa uma nova vida com Mase.
Mas, na fazenda Reese conhece Aida, a prima de Mase, e ela sente que Aida não gosta dela. Desde a infância, Aida e Mase são grandes amigos e quase primos, mas não de verdade. Aida sempre sentiu ciúmes de Mase e sempre quer sua atenção.Todavia, Aida têm sentimentos por Mase e sofre com isso.
"Este homem na sua frente vai amar você até o dia em que morrer. Você é meu único amor Reese."

Reese começa a se adaptar no Texas, porém não consegue lidar com Aida,competindo pela atenção de Mase, além disso ela conhece o Capitão, irmão mais velho de Blaire. O Capitão sempre aparece em todos os lugares para atrapalhar o relacionamento de Reese com Mase, tudo para conquista-la.
 
Este é o primeiro livro da série onde a história não se passa em Rosemary Beach, mas vários personagens participam dessa trama também, quando vão para o aniversário da filha de Harlow.

"Eu nunca me arrependeria de ter me apaixonado por Reese. Ela mudou meu mundo de um jeito que eu nunca imaginei ser possível. Mudou minha vida e me mostrou a verdadeira felicidade."

"Ao Seu Encontro" é narrado em primeira pessoa, pelo ponto de vista dos personagens Mase e Reese, e também  temos um capítulo narrado pelo Capitão.  Amo os romances apimentados da Abbi Glines, mas esse em especial foi maravilhoso. Reese é uma personagem incrível e que passa muitas situações.



Nota: ★★★★




divulgar

comentar


Resenha:A História de Nós Dois, Dani Atkins

Título: A História de Nós Dois
Autora: Dani Atkins

Editora: Arqueiro
Páginas: 352
Ano: 2016
Sinopse: Emma tem 27 anos, é linda e inteligente e vive cercada de pessoas que ama. Prestes a se casar com Richard, seu namorado desde a época de escola, ela não poderia estar mais empolgada. Mas o que deveria ser o momento mais feliz de sua vida de repente vira uma tragédia. Emma sofre um acidente e é salva por um estranho minutos antes que o carro em que ela viajava explodisse. Abalada, ela decide adiar o casamento. E nesse meio-tempo descobre segredos que a fazem questionar as pessoas nas quais sempre confiara a ponto de duvidar se deve se casar afinal. Para complicar, ela se sente cada vez mais ligada a Jack, o homem que a salvou e que não sai da sua cabeça. Jack é lindo, gentil e divertido, de um jeito diferente de todos que ela já conheceu. Por outro lado, é Richard quem ela sempre amou... Uma mulher, dois homens, tantos destinos possíveis. Como essa história vai terminar?


Depois de ter amado "Uma curva no tempo" e andado ansiosa para ler mais da Dani Atkins, consegui mais um livro dela por troca no skoob. Não fiquei tão impactadada como da primeira vez, mas é um romance bonito e com uma carga dramática alta.

Trata-se de uma  história que vai fluindo devagar, com um desenvolvimento grandioso de Emma, que pode irritar o leitor com as ações ao seu redor, quanto a trama de personagens secundários, mas o desfecho é impactante e acelerado. A autora decidiu unir passado e presente com uma boa dose de triangulo amoroso, com os altos e baixos do amor, recomeço, traição,amizade, perdão, os males que uma doença incurável pode trazer para seus familiares, entre outros.

Emma é uma jovem que está prestes a se casar com Richard, seu namorado da juventude.Eles são amigos desde o tempo da escola e se separaram quando ela foi morar em Londres para trabalhar com Marketing.  Depois de formada e com um bom trabalho, Emma teve que sacrificar sua vida para voltar para casa, a fim de cuidar de seus pais. Na atual cidade, ela voltou a trabalhar  na livraria da cidade, fortaleceu a amizade com suas melhores amigas de sempre e retomou o relacionamento com Richard, além de agora estar noiva dele.

Todavia, faltando duas semanas para  o grande dia de sua vida, o destino resolveu interferir e mudar tudo. Ao sair da sua despedida de solteira, Emma e suas duas melhores amigas sofrem um grave acidente de carro.Esse episodio trouxe muitas perdas emocionais e físicas, mas também trouxe surpresas: a amizade com Jack, o cara que salva Emma na estrada. Esse estranho salvou Emma em seu momento mais difícil e agora ela se vê interessada no atencioso Jack, mas dividida entre as consequências de sua vida.Nada será como antes depois do acidente,  mas Emma quer colocar sua vida nos eixos e precisa encarar as verdades que estavam escondidas de si.

“Ele poderia ser qualquer um. Ele era qualquer um. O acaso ou o destino simplesmente o haviam colocado na estrada certa no momento certo.”

O livro é narrado sob dois tempos: presente e passado. O passado acompanha o acidente de Emma e suas consequências. Já o presente mostra as escolhas de Emma atuais, seu relacionamento com Jack, Richard, como sua família enfrenta a doença de sua mãe. Porém, a narrativa do passado predomina, deixando o leitor curioso sobre suas escolhas e se ela realmente encontrará a felicidade em meio a tanto caos.

Apesar de ter achado o meio do livro lento e os capítulos longos, pude entender que esta historia não era apenas um romance clichê com um triangulo amoroso.  Tudo é uma metáfora: Richard e Jack são dois pontos diferentes da vida de Emma. Cada um possui um pedaço do seus coração e do seu amor, um paradoxo quanto ao tradicional e ao novo; escolher o que já é rotineiro ou apostar no novo.Outro ponto positivo foi abordar a forma que um familiar lida com o Alzheimer e seus dilemas. Mas, o livro não é tão misterioso, na verdade Emma não me surpreendeu em suas ações, muitas delas já eram esperadas.

“Pela primeira vez questionei por que estava tão motivada a demolir um mundo que podia ser muito melhor do que aquele no qual eu vivia.”

 Mesmo assim, a história é reflexiva, emocionante e não é tão maravilhosa quanto Uma curva no Tempo( o ultimo que li da autora), mas já espero os próximos livros.


 Nota: ★★  (3,5/5)


divulgar

comentar