• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
31 julho 2014

Cobrir + dor


Pelos curvas do meu corpo , o cobertor vai se modelando. 
Adaptando- se as defeitos, gostosuras e desejos.  
Cubro a cabeça. Deixo o ar pairar, se é que ele pode assim o fazer.

Meus olhos veem a escuridão. 
Ouço silêncio e a chuva caindo forte do lado de fora do quarto.
Mais uma camada. Outro cobertor para acalmar meu calor, abaixar a temperatura do meu corpo.
O peso vai se tornando um fardo. De primeira, protetor. Depois, matadouro.
 
Mata a dor.
Mataria a dor.
Amenizaria a dor.
E pesa mais e doí demais.
 
Essa dor que parecia ser só minha e de mais ninguém.
Minha e nada além.
Escondida sob os cobertores.
Fechada em um cômodo.
Ruidosa na alma como a chuva.
 
E trovões e relâmpagos ressoam no meu céu já nublado.
Logo, ficará escuro e só estarei coberta de dor e não de amor.
Protegida e perdida.
Incoerente e convencida.
Que a dor precisa ser mais do que sentida,disso eu sei, mas nem sempre vivida.


divulgar

comentar

30 julho 2014

Nóticia: Ser Feliz é Assim, Jennifer E. Smith

A Galera Record divulgou no facebook hoje a capa do novo livro que será lançado em setembro da Jennifer E. Smith: Ser feliz é assim ! Para quem não a conhece, ela é a autora da Probabilidade Estatística do Amor á Primeira Vista.


Sinopse: A vida — assim como o amor — é cheia de conexões inesperadas e enganos oportunos. Uma ligeira mudança no curso pode gerar consequências surpreendentes. Afinal, às vezes, o desvio, o atalho é o verdadeiro caminho. A estrada que deveríamos ter escolhido desde sempre... Se pelo menos tivéssemos a coragem de fazer do coração nossa bússola.Graham Larkin e Ellie O'Neill não poderiam ser mais diferentes. O rapaz é um ídolo adolescente, um astro das telas de cinema; uma vida calcada na imagem. O cotidiano constantemente sob o escrutínio dos refletores. Agentes, produtores, RPs, assessores... Já Ellie passou a vida escondida nas sombras, fugindo de um escândalo do passado enterrado em sua árvore genealógica.Mas, mesmo sem aparentemente nada em comum, os dois acabam se conhecendo — ainda que virtualmente — quando Graham envia a Ellie, por engano, um e-mail falando sobre o porco de estimação Wilbur. Esse primeiro contato leva a uma correspondência virtual entre os dois, embora não saibam nem o nome um do outro. Os dois trocam detalhes sobre suas vidas, esperanças e medos. Então Graham agarra a chance de passar tempo filmando na pequena cidade onde Ellie mora, e o relacionamento virtual ganha contornos reais. Mas será que duas pessoas de mundos tão diferentes conseguirão ficar juntas? Será que o amor é capaz de vencer — mesmo — qualquer obstáculo? E mais importante... é possível separar ilusão de realidade quando o coração está em jogo? 


divulgar

1 comentário


Resenha: Os garotos corvos, Maggie Stiefvater

Título: Os Garotos Corvos
Autor: Maggie Stiefvater
Ano: 2013
Editora: Verus
Páginas: 376
Sinopse:  Todo ano, na véspera do Dia de São Marcos,­ Blue Sargent vai com sua mãe clarividente até uma igreja abandonada para ver os espíritos daqueles que vão morrer em breve. Blue nunca consegue vê-los — até este ano, quando um garoto emerge da escuridão e fala diretamente com ela.
Seu nome é Gansey, e ele está em uma missão com outros três garotos corvos: Adam, o aluno pobre que se ressente de toda a riqueza ao seu redor; Ronan, a alma perturbada que varia da raiva ao desespero; e Noah, o observador taciturno, que percebe muitas coisas, mas fala pouco.
Desde que se entende por gente, as médiuns da família dizem a Blue que, se ela beijar seu verdadeiro amor, ele morrerá. Mas ela não acredita no amor, por isso nunca pensou que isso seria um problema....

Conheci esse livro através da Pam, do Garota it e enrolei para não lê-lo. Na verdade, eu tinha medo que não fosse gostar. Porém, o que dizer quando terminei esse livro em algumas horas e estou tentando entender o final e buscando " O ladrão de sonhos"( que vai ser lançado esse mês).

O livro conta a história da Blue e dos garotos corvos. Blue é filha de uma vidente, mas não possui o dom da família. Ela mora junto com outras videntes, amigas da sua mãe. Só que Blue é assombrada por uma promessa que se ela beijar o amor da vida dela, ele morrerá. Na véspera do dia de São Marcos, ela acompanha sua tia até uma igreja para ver os espíritos das pessoas que vão morrer nos próximos 12 meses. Blue não veria nada, se não fosse um garoto chamado Gansey, estudante da escola dos garotos corvos, Aglionby.

Gansey é um garoto rico estudante da Aglionby, porém ele é um tanto curioso para encontrar Glendower, um antigo rei Galês, que segundo a lenda está adormecido aguardando para ser despertado e favorecer quem assim o fizer. Então, Gansey e os outros garotos corvos seguem em uma missão.

Ela não estava interessada em contar para outras pessoas seus futuros. Ela estava interessada em sair em busca do seu.

Os garotos corvos é o tipo de livro que eu não leria há um ano atrás, mas acabou me surpreendendo e me deixando curiosa sobre esse mistério e cheia de perguntas para o próximo livro.

O livro acaba sendo engraçado e divertido, mas também mágico, cheio de mistério. Maggie faz um livro cheio de reviravoltas e surpresas, te deixando cada vez mais curioso para desvendar Blue e Gansey.  Para quem gosta de livros místicos, mágicos, mas também diferentes e peculiares, está aí uma boa indicação.

Nota : ★★★★★ 



divulgar

comentar

29 julho 2014

Notícia:"Proibido " ,Tabitha Suzuma


                                           
De tanto me recomendarem o livro " Proibido " da Tabitha Suzuma e também pelo tema tão sensível, ela conta no vídeo postado pelo canal da Editora Valentina, um pouquinho sobre o livro e o que podem esperar. Vamos conferir?

           

Ela é doce, sensível e extremamente sofrida: tem dezesseis anos, mas a maturidade de uma mulher marcada pelas provações e privações da pobreza, o pulso forte e a têmpera de quem cria os irmãos menores como filhos há anos, e só uma pessoa conhece a mágoa e a abnegação que se escondem por trás de seus tristes olhos azuis. Ele é brilhante, generoso e altamente responsável: tem dezessete anos, mas a fibra e o senso de dever de um pai de família, lutando contra tudo e contra todos para mantê-la unida, e só uma pessoa conhece a grandeza e a força de caráter que se escondem por trás daqueles intensos olhos verdes. Eles são irmão e irmã. Com extrema sutileza psicológica e sensibilidade poética, cenas de inesquecível beleza visual e diálogos de porte dramatúrgico, Suzuma tece uma tapeçaria visceralmente humana, fazendo pouco a pouco aflorar dos fios simples do quotidiano um assombroso mito eterno em toda a sua riqueza, mistério e profundidade.
Onde comprar : Proibido   ( Pré-venda prevista para dia 25/08)


divulgar

1 comentário


Entre emoções.

Por Bia L.

Não sei qual possa vir a ser o comprimento das palavras.
Tão pouco o seu verdadeiro peso.
Isso varia. Tudo varia.
Nossa vida é uma constante variável. Não podemos defini-las , nem existirá fórmulas concretas de matemática e nem leis da física.
Palavras são pedras. Pequenas, grandes , mas sempre duras.
Provocam dor, medo e angústia.
Sensações extremas,fugazes.
Pedem respostas e fazemos outras perguntas.

Não sei o que pensar .
Sinto-me um milagre por sorrir e respirar , quando devia está a chorar.
Não penso mais, faço.

A audácia sempre foi minha.
Deixar o céu cair.
As nuvens começam a avisar o temporal e eu continuo parada.
Se choro, você não pode me ver.
Minhas lágrimas estão misturadas com a chuva .
Nem mesmo eu posso perceber.

Devo agradecer aos céus por ser assim?
Dura como uma pedra e polida como tal?
Posso ou não se desfazer de mim.
Simples pedra ou precioso diamante?
Eu não sei de nada. Só vivo o dia, ou tento.

Não lamento. Não grito. O silêncio por dentro rasga-me.
Sou um bom suspense.
Autônoma nos meus passos.
Decidida de se já perdi ou ganhei.

Suspiro . Olhe só, eu respiro.
Tenho veias pulsantes. Sinto meu coração bater, meus pulmões inflarem.
Sou um milagre, deu para perceber?
Tenho função anfótera. Nem ácida, nem básica.
Uma coexistência dos dois no mesmo corpo , na mesma alma.

Sinto- me viva e fecho os olhos.
Depende de mim para existir?
O fato de ser real, feita de carne e ossos não deveria me fazer sentir assim.
Talvez eu não exista em mim.
Estou pronta para o descaso, para o acaso .

Poucas coisas valem minha alegria.
Sou incomodada.
Frágil.
Esguia.
O que fui e o que já passei não me importa mais.
Sou oca, vibrante e energética.
Durmo, porém não sonho. Não vivo de imaginação.

Experimento meus momentos lúcidos e loucos.
Sem um presente, passado e futuro.
Estou livre para viver e sentir.
Grande liberdade.
Não quero que me entenda.
Cada palavra que sai de mim é sangue, pus de uma ferida fragmentos de um coração de pedra e restos de sinopses inacabadas.

Escorrendo como larva de um vulcão.
Brilhando como o sol em dias de verão.
Confusão.
Devaneio.
Brisa forte.
Não sei que clima ao certo tenho.
Inconsequente. Volátil. Estável.

Esgotou minhas energias. Adeus, adeus.
Amanhã arrancarei mais pedaços de mim e te darei.
Guardarei minhas linhas para o dia seguinte para salvar o meu próprio coração.


divulgar

comentar

28 julho 2014

Resenha : O segredo de Ella e Micha,


Título : O segredo de Ella & Micha #1
Autora: Jessica Sorensen
Páginas:  264 
Sinopse : Este livro que você vai ler agora arrancou suspiros de uma legião de leitores americanos, entusiasmados com a escrita provocante de Jéssica Sorensen. O Segredo de Ella e Micha trata do romance entre dois jovens, mas não é só isso. Os protagonistas vão tecendo, em primeira pessoa, uma trama complexa e ao mesmo tempo simples, que envolve temas delicados como dramas familiares, traumas psicológicos, medo do futuro e da morte, com naturalidade e sinceridade. Eis o que torna o livro tão comovente: sua realidade. Em qualquer lugar do mundo, cada jovem têm um pouco destes dois heróis paradoxalmente frágeis com seus traumas, mas fortes para enfrentar a dura realidade da existência e superar seus conflitos mais difíceis. Respire fundo, prepare-se para acompanhar uma história de amor com pitadas generosas de sensualidade e adrenalina.

O segredo de Ella e Micha, Jessica Sorensen, o primeiro livro da série Segredo ( são cinco no total:O Segredo de Ella e Micha, O Para Sempre Ella e Micha, The Temptation of Lila and Ethan, The Ever After of Ella and Micha, Lila and Ethan: Forever and Always.). O segredo de Ella e Micha foi lançado pela Geração Editorial e tem aquele prologo, que arrepia todos os seus pelos.

Ella e Micha são amigos desde crianças, compartilham os problemas e momentos um do outro. Suas famílias são totalmente instáveis. Ella perdeu a mãe, o pai é bêbado e o irmão nao presta e a culpa por tudo. O pai de Micha abandonou ele quando ainda era uma criança.Em meio a noites de loucuras, festas, bebidas , tudo o que para fazer apagar o passado, Ella decide ir para a faculdade.
Deixa o pai bêbado e torna-se alguém diferente da Ella rebelde de antes. Deixando para trás Micha também.

"(...) - Não vou deixar aquela noite destruir você para sempre. 
Mas ela destruiu. Quebrou-me em um milhão de pedaços e os espalhou com o vento, como folhas secas. Aquela noite foi uma das mais incríveis que tive na vida. 
E depois, rapidamente, mergulhei no fundo do poço."

Depois de oito meses, Ella volta para passar um tempo em casa e muitos segredos são lançados por Micha, que está cheio de perguntas devido a sua fuga. Micha é aquele bad boy com pinta de príncipe. Músico, sexy, atencioso, admirador de Ella.

"Ella sempre foi curiosa com as coisas. Muitas vezes fomos perseguidos por metermos o nariz onde não éramos chamados e apanhei várias vezes por tê-la defendido.Mas eu faria tudo de novo sem pestanejar; somos eu e ela contra o mundo. Sempre foi assim.”

O livro vai contar o porquê das mudanças de Ella, o que aconteceu com os dois. Eu adorei esse livro. Li em poucas horas e me fisgou por me deixar com o coração na mão o tempo inteiro. Instigante, com tensão sensual, mas não chega a ser excessivo. Um New Adult que vai te deixar suspirando.

Leiam e se apaixonem por esse casal hot !

 Nota : ★★★★★ 



divulgar

comentar

27 julho 2014

Conclusão Maratona Literária 3.0

Minha primeira vez participando da Maratona Literária foi quase um sucesso. Consegui ler 6 dos 8 livros que pretendia (mesmo tendo trocado de última hora, por não poder esperar para ler as continuações). Devorei mais de 2000 páginas. Acho que teria lido todos se eu não estivesse com tanta gente em casa e se minha vida não estivesse tão corrida.
O primeiro livro lido foi Minha Vez de Brilhar , Erin E.Mounton. Um livro infanto juvenil, bem fofinho e com uma capa que dispensa comentários. Dei 4 estrelas e já tem resenha aqui no blog :]
O segundo livro foi Os garotos corvos , Maggie Stiefvater , o primeiro livro da trilogia. Pensei que seria um livro mitológico, mas é totalmente diferente. "Não julgue um livro pela capa". O livro conseguiu me prender até o final e estou esperando ansiosamente pela continuação ( O ladrão de sonhos). Dei 5 estrelas :]
Depois resolvi ler um romance,meio clichê, mas divertido. Desde o primeiro instante, Mhairi McFarlane. É um livro que apesar de romântico, chega a ser divertido e previsível, porém gostei muito e dei 4 estrelas.
Eu tinha previsto ler a trilogia "Peças Infernais " da Cassandra Clare, mas "Para sempre Ella e Micha  - Jessica Sorensen" chegou na mesma semana e não consegui esperar. Ai, que livro bom. Não tão bom quanto o primeiro, mas que discute os dramas e os medos perfeitamente. Dei 5 estrelinhas por ele não ter me feito largar.
E por último, li Só depende de mim  - M.Leighton, volume dois da trilogia Bad Boys e depois li Tudo depende de nós, o terceiro e último da trilogia. Me decepcionei um pouco com o último livro, chegou a ser forçado demais, apesar de todo o drama e os perigos constantes na vida do nosso triângulo amoroso e seus personagens secundários.  Fechei os dois livros com 4 e 3 estrelas, respectivamente.

A maratona foi uma experiência incrível, mesmo com o tempo curto e mais apertado do que a rotina, consegui cumprir mais da metade da minha meta e adorei participar dos desafios propostos pelos blogs. Acho que estou com uma tremenda ressaca literária, haha. Acompanhem as resenhas que viram por ai.

 Resultado?  
  • Livros lidos : 6  
  • Páginas lidas: 2088


divulgar

1 comentário

26 julho 2014

Resenha : Desde o primeiro instante ,Mhairi McFarlane


Título: Desde o primeiro instante
Autor: Mhairi McFarlane
Editora: Novo Conceito
Páginas: 464
Ano: 2014
Sinopse : Rachel acabou de romper um noivado e está decidindo o que vai fazer da vida. Quando ela se encontra casualmente com Ben, um amigo dos tempos da faculdade, seu coração balança. Na época não rolou, mas agora ele parece tão mais interessante... O problema é que Ben está casado, “fora do mercado”, como se costuma dizer. Ok, hora de partir para outra. Rachel não é nenhuma mocinha ingênua, dessas que se deixam levar pela emoção. O fato de Ben ser lindo, educado, engraçado, nobre e fiel não é suficiente para tirar Rachel do seu eixo. Claro que não. Na verdade, ele é O Companheiro Perfeito. Pena que seja tão fiel! Apaixonar-se pelo melhor amigo é o sentimento mais gostoso do mundo, mas também é assustador.
Este é um livro que além de ter a capa linda, tem um título que te convida mais ainda a conhecer essa história. Rachel é uma jovem de 31 anos e que teve sua infância como qualquer outra garota: bebidas, amigos e festas na faculdade. Acrescento também, ela gostar do seu melhor amigo: Ben. Rachel enterrou seu passado, perdeu o melhor amigo e tocou sua vida para frente.

Eis, que surge uma segunda chance ou seria o destino? Rachel volta a encontrar Ben, só que desta vez casado. Mais uma vez, quebrada, já que acabou o noivado de 13 anos. E agora? O que será isso que Rachel está sentindo por Ben? Guardará seu amor e colocará em uma caixinha, já que não tem chance contra Olivia?

Algumas pessoas conhecem suas almas gêmeas. Algumas terminam com quem talvez conseguissem ser felizes. Algumas conseguem acertar na segunda vez. Algumas conseguem quem elas merecem e algumas sempre serão um mistério. Outras pessoas, grupo em que estou classificada, acabam sozinhas. E tudo bem. Vou ficar bem.
Um romance daqueles que você ler em uma noite e acaba com prazer e feliz ! Adoro Chick Lit e este ganhou meu coração. Além de ser divertido, com romantismos clichês e meloso, mas não é essa a características de um romance?

Quando amamos alguém, queremos a felicidade dessa pessoa mesmo ainda que a situação não nos envolva. Mesmo quando depende de seu afastamento.

A autora faz um misto de passado e presente. Vamos conhecer a relação de Rachel e Ben, como eles se conheceram e qual foi o desenrolar dessa suposta "amizade". Torci por eles até o fim. E assim como a Rachel, eu acredito que a vida dá um jeito de trazer quem amamos de volta. E você? O que acha disso?

Nota : ★★★★


divulgar

1 comentário

25 julho 2014

Entre sensações.

Por Bia L.

Serás capaz de comer uma pimenta que queima sua garganta? 
Então , sendo assim também será capaz de comer a framboesa mais doce.
Dar-se conta da voracidade da vida e da turbulência que nos atinge?
Doce e salgado alternam. A paz e a guerra. A ferida e a cicatriz.
Sobreviventes das quedas dentro do nosso interior.

É preciso esquecer que caiu mais vezes do que queria. 
Levantou 3 vezes mais do que não pensava que seria capaz.
É preciso acreditar na força da vida. Da sua vida.
Acreditar que és capaz de fazer qualquer coisa que se possa imaginar.

É no impossível que o possível é capaz de se sobressair.
E pensar que tanta gente pensa em desistir tão fácil, por motivos tão bobos que não se dão conta que sua vida tem mais reticências e que não terminará tão cedo, pelo menos ainda.

Aprendi a viver no vazio absoluto. 
A aceitar minha solidão e a ser sua melhor amiga.
Cresci vendo erros humanos cometidos na minha frente, mesmo assim não os cometi.
Como explicar que vivo de uma forma tão otimista assim?

Não penso isso. 
Não faço do cacto uma margarida. 
Aceito os espinhos na minha pele e deixo rasgar os tecidos e matar algumas células. 
Como um vírus, vou me adaptando a dor e a convivendo .

E sinto que amo, e que não morro por admitir isso ou se quiser esconder, também não cairei no chão.
Recebo o mundo e aceito meus pecados. Como um ser humano.

Incompreensíveis. 
Prolongo minhas promessas e nas noites de insônias imagino quando vou cumpri-las. 
Inquieta, aproveito o dia de primavera. 
Curto a felicidade com que as folhas se renovam. Caem e nascem outras no lugar.

Constante renovação. Intensa transformação.

Quis pegar uma lagarta na mão. 
Ela também estava em transformação. E do seu casco , virou uma linda borboleta. Era bonita. Colorida. E se fosse eu? E se tivesse o poder de mudar e amadurecer a ponto de ser tão linda e viver livre ?

Ser o que seria. O que viria a ser.
Corri de volta para casa, mas desisti de entrar e sentei no batente da escada, na entrada. 
Deveria sentar no banco da praça para pensar?

Um corre pará-lá e cá. 
Multidão de pessoas na mesmice. 
Pranchetas, malas, pastas, seriedade na face.
Como tornar-se uma coisa nova e virar uma nova dimensão?

Vou começar a me inventar minhas próprias frases, escrever meus ensaios e abandonar o personagem principal. 
Vou ser várias dentro de mim. Muitas em um eu.

Como um animal feroz vou percorrer minhas presas, no caso, o que eu acredito.
Não se assuste, não são pessoas ou animais. 
Estou certa dessa vez. 
Vou construir minha linguagem, viver uma fuga da realidade e dar perplexidade a minha vida.



divulgar

comentar


Resenha: Minha vez de brilhar

Título: Minha vez de brilhar
Autora: Erin E. Moulton
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
Sinopse: Em uma noite, Indie faz um pedido para uma estrela. Ela quer muito reencontrar a sua lagosta de estimação, e também quer que sua irmã Bibi volte a gostar dela. Mas ter os seus desejos realizados pode exigir dedicação integral! Indie trabalha no teatro durante o dia, mostrando a Bibi e seus amigos o quanto ela pode ser útil. À noite, ela procura sua lagosta perdida, e para isso conta com a ajuda de seu novo grande amigo, Owen. Tudo vai bem até que Bibi e sua turma começam a pegar no pé de Owen, o maior exemplo de nerd e futuro loser. Será que Indie vai conseguir manter em segredo sua amizade com Owen? Será que, para ser uma pessoa melhor, Indie precisa mesmo ser diferente?

Quem gosta de livros juvenis com esse selo da IRADO? \õ Eu estou adorando. Indie é uma garotinha de 11 anos, que mora em uma pequena cidade do litoral e é louca por peixes. Ela faz caretas de peixes e também sabe o nome de todos, até tem uma lagosta dourada, chamada Monty Cola. Em seu último dia de aula, ela encontra sua lagosta dentro da mochila e aquilo gera uma confusão sem tamanho !

Monty escapa na praia e Indie fica com o coração na mão ao ver sua querida lagosta desaparecer. Nossa garota apaixonada por peixes, começa um plano para achar Monty e se tornar-se um orgulho para sua irmã, Bibi. Então, acaba fazendo teatro, na verdade, trabalhando na oficina de cenários da peça. Bibi reinventa Indie, para que ela não a envergonhe, porém Indie tornar-se amiga de Owen, um nerd que pode colocar seu relacionamento com sua irmã por água abaixo.

Owen e Indie começam uma incrível amizade e passam por aventuras a fim de resgatar Monty Cola. O que Indie fará? Agradará sua irmã e será o que ela quiser? Ou será ela mesma e fará o que seu coração desejar? É um livro simples, com uma narrativa rápida e divertida. Claro, que é direcionado a crianças, mas tem uma mensagem maravilhosa e que me fez lembrar de quando eu também era criança e queria agradar minhas amigas, tornando-me o que elas queriam que eu fosse.

 Não acredite no que dizem. Sobre fazer pedidos a estrelas cadentes, Indie - diz Owen.
- O que você está querendo dizer? - pergunto, encontrando a constelação de Peixes no céu.
- Quero dizer que, se a vida está péssima, não espere que fique ótima só porque você fez um pedido a uma estrela cadente. Não passa de um meteoro entrando na atmosfere terreste. Ele queima ao tocar a atmosfera, o que cria aquele rastro. Não há nada de mágico nisso. É ciência."
Nota : ★★★★




divulgar

comentar

21 julho 2014

Resenha: Mais uma chance,Frederico Devito e Gutti Mendonça


Capa_final

Título: Mais uma chance
Autores: Gutti Mendonça e Federico Devito
Editora: Évora ( Generale)
Páginas: 456
Sinopse : Uma banda formada por três amigos e dois irmãos, no auge da fama e do sucesso, decide que, após quatro anos longe de sua pequena cidade natal, finalmente é hora de voltar para casa. A princípio, viajam apenas para descansar e se recuperar da desgastante vida de artista e, para mais tarde, voltar à impiedosa rotina. Mas não é necessário muito tempo para que o passado venha resgatar histórias, conflitos, lembranças e um sentimento de nostalgia que havia sido deixado para trás. Os valores esquecidos voltam a fazer parte do cotidiano dos integrantes da banda, que passam a enxergar tudo aquilo de que abriram mão em nome da fama. São colocados diante de todos os casos mal resolvidos do passado, desde relacionamentos amorosos e família até suas amizades. Assim, são obrigados a lidar com a culpa, o arrependimento, a saudade, a raiva e com tantos outros sentimentos . Em meio a todo esse ambiente improvável e diferente, Ana, ou Aninha, uma garota perfeitamente comum, é imersa em uma realidade completamente diferente de qualquer uma que já tenha vivido. Será que essa mudança causará muito impacto em sua vida? Ou será que ela se tornará o caminho de volta dos integrantes da banda para o sossego e a normalidade?

Lembra do Frederico? O colírio da Capricho. Eu me lembro e faz um tempo que acompanho o blog do Frederico. Lembro-me também do dia que comprei o primeiro livro do Frederico e do Gutti: O preço de uma lição e adorei !

Nesse novo livro dessa dupla, somos apresentados á famosa banda Mega Watzs, formada por Apolo, Enzo, Giovane, Mica e Zack. Cinco amigos que ficaram famosos por sua música e caminham ao topo das paradas de sucesso. A caminho do último show da sua turnê na cidade onde eles começaram, Aninha, Julia, Amanda e Larissa fazem plantão para conseguir ver a banda. Longa fila, milhares de fãs loucos, tudo para ver seu ídolo, só que algo surpreendente vai acontecer e isso começara como uma aposta.

O que você faria se seu ídolo visse uma plaquinha sua, que está escrito "casa comigo" e ele aceitasse? Uma loucura, não é? Logo, isso acontecer com Aninha.O legal é que cada personagem tem sua história, suas angústias por trás da fama e do dinheiro e suas personalidades marcantes. Gigio me conquistou de primeira e olha que ele nem precisou cantar, foi só de pensar em olha-lo. Aninha, era o tipo de amiga que eu iria querer manter por perto e Mica com sua personalidade forte mostrava mais do que atitude. 

“Ser feliz não é difícil. Mas se está sendo difícil encontrar a felicidade é porque você está fazendo algo errado.” 

Uma coisa que reparei foi o prefácio. Fazia um bom tempo que eu não via nenhum prefácio,mas esse feito pela Babi Dewet, autora de "Sábado a noite", me fez querer devorar o livro imediatamente. A relação de fãs e ídolos me cativou, logo porque eu não tinha lido nada desse tipo. Uma história bem narrada e rápida para ser lida. O livro fala sobre recomeços, perdas, fama, amizades, de tudo e um pouco mais das situações que um adolescente ou jovem pode passar. O livro traz ainda um CD com a trilha sonora (3 músicas escritas por Gigio ) !

Nota : ★★★★


divulgar

comentar


Mudança

Por Bia L.

Quero trocar minha vida, talvez a miúdos do que a inteiros.
Mudar meu pensamento e no seu lugar talvez ser um ser indecifrável.
Tirarei os toques mal desejados.
As palavras que saíram dos indivíduos que me magoaram.
Esquecer os rostos que prometeram que permaneceriam.
Vou tirar tudo ao pé da letra.
Inventar meu próprio mundo e fantasia.

Descobrirei com quantos não se faz um sim.
Com quantos sentimentos farei meu coração congelar.
Quantas imagens precisarei ver para movimentar-me.
Quais vozes escutar para formar minha própria melodia.
Quantos livros ler para chegar ao meu arco íris imaginário.
Quantas vezes me perder para me encontrar no caminho certo.
E nos meus quantos e como , vou me enchendo de interrogações e de palavras não ditas , só pensadas para fazer de hoje uma estrada para descobrir todas as coisas que precisarei perder e esquecer para ser feliz. 


divulgar

comentar

20 julho 2014

Resenha: Querida Sue, Jessica Brockmole


Título : Querida Sue
Autora: Jessica Brockmole
Editora: Arqueiro
Ano: 2014
Páginas: 256
Sinopse: Março, 1912: A jovem poeta Elspeth Dunn nunca viu o mundo além de sua casa, localizada na remota ilha de Skye, noroeste da Escócia. Por isso, não é de espantar a sua surpresa quando recebe uma carta de um estudante universitário chamado David Graham, que mora na distante América. O contato do fã dá início a um intercâmbio de cartas onde os dois revelam seus medos, segredos, esperanças e confidências, desencadeando uma amizade que rapidamente se transforma em amor. Porém, a Primeira Guerra Mundial força David a lutar pelo seu país, e Elspeth não pode fazer nada além de torcer pela sobrevivência de seu grande amor. Junho, 1940, começo da Segunda Guerra Mundial: Margaret, filha de Elspeth, está apaixonada por um piloto da Força Aérea Britânica. Sua mãe a alerta sobre os perigos de um amor em tempos de guerra, um conselho que Margaret não quer ouvir. No entanto, uma bomba atinge a casa de Elspeth e acerta em cheio a parede secreta onde estavam as cartas de amor de David. Com sua mãe desaparecida, Margaret tem como única pista do paradeiro de Elspeth uma carta que não foi destruída pelas bombas. Agora, a busca por sua mãe fará com que Margaret conheça segredos de família escondidos há décadas. Querida Sue é uma história envolvente contada em cartas. Com uma escrita sensível e cheia de detalhes de épocas que já se foram, Jessica Brockmole se revela uma nova e impressionante voz no mundo literário.
Querida Sue é mais um livro que terei mais que prazer e admiração ao comentar.  Um livro que aborda uma história através de cartas e que acontece durante a Primeira e a Segunda Guerra Mundial. É através das cartas que conhecemos os sentimentos e os acontecimentos dos personagens. Acompanhamos Elspeth e David deixando uma grande amizade e tornando-se amantes e confidentes, ao se transformarem em Sue e Davey.

Elsperth Dunn é uma poetisa que mora reclusa na Ilha de Skype, na Escócia. Ela fica muito feliz ao receber uma carta de um americano, David Graham, estudante de medicina que ficou fã de Elsperth depois de ler suas poesias. Os dois começam a trocar cartas e confidencias, tornando-se grandes amigos ao compartilharem os medos, anseios e frustações de suas vidas. O sentimento começa a mudar e essa bela amizade transforma-se em algo mais sério: um sentimento que ultrapassa os limites territoriais e as dificuldades. Porém, Elsperth não consegue aguentar que seu amado Davey torne-se voluntario na Primeira Guerra Mundial.
Acha realmente que precisa provar algo sobre si mesmo para mim? Acha que tem de fazer alguma coisa além de continuar a existir aí? É só isto que eu peço. Apenas exista. Pensando em você. Sue.” 
Em 1940, Elsperth está passando pela Segunda Guerra Mundial e aconselha a sua filha, Margareth sobre o amor nesses tempos difíceis, porém Margareth não entende porque tanta implicação da mãe com o amor. Em um dia, após um bombardeio, Margareth encontra as antigas cartas da sua mãe e quer descobrir a história por detrás delas. Elspeth foge de casa e Margareth fica intrigada sobre o passado que a mãe esconde e insiste em não falar sobre o mesmo.

Eu devia ter lhe contado. Devia tê-la ensinado a proteger seu coração. Ensinado que uma carta nem sempre é apenas uma carta. As palavras na folha são capazes de inundar a alma. Ah, se você soubesse...” (Pág.18)
Querida Sue é um romance histórico, como costumo chamar que me fascina. A interligação das diferentes épocas e a conexão perfeita dos fatos e a história me fez amar esse tipo de narrativa através das cartas. Não me cansei e fiquei com o coração na mão a espera que nossa poetisa revelasse seu passado. Duas gerações, muitos segredos e um passado que insiste em viver.

Nota : ★★★★★ 


divulgar

comentar


Resenha: Um herói para ela, Lu Piras



Título: Um herói para ela
Autora: Lu Piras
Editora: Novo Conceito
Páginas: 336
Ano: 2014
Sinopse : Bianca sempre quis ser roteirista de cinema. Para realizar seu sonho, ela sai do Brasil para estudar na famosa New York Film Academy. Em meio às emoções da nova vida na Big Apple, um rapaz misterioso acaba salvando a vida de Bianca em duas situações diferentes.Tudo o que ela sabe é que o seu herói tem no braço uma misteriosa tatuagem. Sem pistas sobre o seu protetor, ela é convidada para um show da banda The Masquerades, cujos componentes escondem os rostos atrás de máscaras. Uma rosa branca cai sobre o seu colo, arremessada pelo vocalista. Decidida a desvendar a identidade do mascarado, Bianca invade o camarim da banda. A surpresa que a aguarda por trás daquela porta poderá mudar o seu destino. Uma história cheia de humor e romance.
Bianca é uma jovem comum, recém formada em direito, trabalhando em um lugar que nao gosta muito e só beijando sapos, por assim dizer. Bianca, só atraia caras estranhos e diferentes dela, procurando se adaptar a ausência de um príncipe encantado.  Seus pais, preocupados com a vida amorosa da filha e com a infelicidade no emprego tem uma ideia: inscreve-la em um programa de bolsas de estudos para um curso de roteiros em Nova York.

 Seus pais mandam alguns roteiros criados por Bianca e ela é escolhida, porém assustada com a ideia de morar sozinha em Nova York , quase desiste, mas é "forçada" a ir pelo seus pais e essa seria sua unica chance.Ao chegar em Nova York, Bianca conhece suas "roomates" com quem vai dividir o apartamento: Natalya, uma russa e Monica, uma  brasileira que veio tentar a vida como atriz. As aulas começam na New York Film Academy e Bianca logo se vê como se tivesse morado lá a vida inteira, se adaptando e adorando aquele novo lugar. 

Bianca é levada pelas amigas ao El Calabozo, uma boate que não faz muito seu tipo, porém muitas coisas não acontecem como ela planeja. Logo, conhece Paul, um garoto do curso de roteiro que quer apresentar a Bianca seu pai, um famoso roteirista que poderia decolar a carreira dela. Mas, não é só nisso que Paul está interessado. Ele também a quer. Porém, aparece Salvatore, um garçom italiano irresistível que ora parece interessado, ora fuje dela. 

“O que faltava em seu roteiro e que causava o vazio de tantas páginas em branco devia ser como a linha do destino na palma de sua mão. Se Bianca queria descobrir o que o destino reservava para o final de sua história, teria que beijar o sapo” (
Há também o cantor da misteriosa banda The Masquerades e aquele  cara da tatuagem que sempre a salva das enrascadas. Os homens estão cercando e ela terá que lidar com eles, já que ela veio para estudar. Mas, será que Bianca arrumará um tempinho para viver um grande amor? Será que ela encontrará o seu herói ou antiheroi? O mocinho ou o bandido?

Estou maravilhada pela escrita de Lu Piras. Me surpreendi e me envolvi completamente com a história. Um romance cheio de aventura e ação, melhor do que qualquer conto de fadas.  E você? Está pronto para viver um romance cheio de mistério, arrependimento,medo,sacrífico, perigo? Só recomendo !

Nota : ★★★★



divulgar

comentar

19 julho 2014

TAG: Livros opostos

Voltei com as tags ! Estava bem sumida e já tinha gente me cobrando, haha ! A TAG foi criada pelo Bruno do Minha estante .São dez perguntas, em que você escolhe dois livros opostos. Confira o que escolhi : 


Perguntas

1. Primeiro livro da sua coleção / Último comprado
2. Um que você pagou barato / Um que pagou caro
3. Com protagonista homem / Com protagonista mulher
4. Leu bem rápido / Demorou pra ler
5. Com capa bonita / Um com capa feia
6. Um livro brasileiro / Um livro internacional
7. Um livro mais fino / Um mais grosso
8. Um livro de ficção / Um de não ficção
9. Um livro meloso / Um livro de ação
10. Um livro que te deixou feliz/ um livro que te deixou triste

Se você gostou, nao deixe de se inscrever no canal e continuar acompanhando <3



divulgar

comentar

18 julho 2014

Maratona Literária 3.0

Oi pessoal ! Olha quem está participando de uma maratona literária? Pois é, eu mesma ! Se bem que minhas leituras por mês já ultrapassaram de 15 livros :]

                              Maratona2

A maratona está sendo organizada pelo blog Cafe com blá blá blá com o intuito de fazer a gente ler mais e mais e mais ! A maratona acontecerá entre os dias 21 e 27 deste mês. E como acontece? O leitor ou blogueiro estimula quantos livros quer ler durante esses dias e tenta alcançar a meta. Para saber mais :Maratona Literária 3.0   Então, vamos separar a pilha de livros para ler durante esses dias ? Confira os meus :



                                                                               



                                                                               


                                                                            



                                                                           
Separei 8 livros para ler em 7 dias? Um desafio mesmo ! Será que conseguirei. Se eu conseguir, farei um vídeo especial sobre a minha primeira maratona literária ! Torçam por mim :D


divulgar

1 comentário