• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
30 maio 2014

Filmes que você não pode perder em JUNHO !

Nossa, meu coração bate acelerado só de pensar no tanto de filme bom que vai ter esse mês. Então, confira agora os melhores :

1-A culpa é das estrelas (Não posso mais esperar )♥
 Baseado no livro do John Green, o longa conta a historia de Hazel Grace Lancaster (Shailene Woodley), uma garota diagnosticada com câncer, que se mantém viva graças a uma droga experimental. Após passar anos lutando com a doença, a jovem é forçada pelos pais a participar de um grupo de apoio e logo conhece Augustus Waters (Ansel Elgort), um rapaz que vai mudar completamente a sua vida. PS: Obrigada John Green por adiantar a estreia aqui no Brasil :)


                                                        Estreia : 5 de junho

2-  Vizinhos
Mac (Seth Rogen) e Kelly Radner (Rose Byrne) acabaram de se mudar para uma casa nova, junto com o filho recém-nascido deles. Aparentemente trata-se do local perfeito para criar uma família, mas logo o casal percebe que as aparências enganam. Especialmente quando um dos vizinhos é Teddy Sanders (Zac Efron), que lidera os jovens das redondezas nas confusões aprontadas por eles.

 
Estreia : 19 de junho

3- 13º Distrito
Um policial (Paul Walker), com a ajuda de um criminoso, invade um conjunto de prédios onde um gangster que domina o local ameaça explodir a cidade inteira com uma bomba atômica.
Como é bom ver Paul Walker de novo , que saudade ;/


                                                            Estreia : 19 de junho

4- Um milhão de maneiras de pegar uma pistola 
Na comédia, depois que Albert (Seth MacFarlane) foge de um tiroteio, sua inconstante namorada (Amanda Seyfried) o deixa para ficar com outro homem. Nesse momento, uma bela e misteriosa mulher (Charlize Theron) chega à cidade e o ajuda a retomar sua coragem, o que faz com que os dois se apaixonem. Albert só não sabia que o marido de sua amada, um notório fora da lei, buscaria vingança e ele teria a chance de colocar em prática sua coragem recém-resgatada.


Estreia : 5 de junho
5- Transcedente
Dr. Will Caster (Johnny Depp) é o mais famoso pesquisador sobre inteligência artificial da atualidade. No momento ele está trabalhando na construção de uma máquina consciente que conjuga informações sobre todo tipo de conteúdo com a grande variedade de emoções humanas. O fato de se envolver sempre em projetos controversos fez com que Caster ganhasse notoriedade, mas ao mesmo tempo o tornou o inimigo número 1 dos extremistas que são contra o avanço da tecnologia. Só que um dia, após uma tentativa de assassinato, Caster convence sua esposa Evelyn e seu melhor amigo Max Waters a testar seu novo invento nele mesmo. Só que a grande questão não é se eles podem fazer isto, mas se eles devem dar este passo.


Estreia : 19 de junho


6-Um plano brilhante
O casal divorciado Kate (Emma Thompson) e Richard (Pierce Brosnan) arma um divertido plano para tentar recuperar o dinheiro de sua aposentadoria que foi roubado por um empresário inescrupuloso.


Estreia : 12 de junho

Quais filmes vocês querem assistir esse mês ?


divulgar

comentar

28 maio 2014

Resenha: Um caso perdido (Hopeless) - Colleen Hoover

Livro: Um Caso Perdido (Hopeless)
Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Número de páginas: 384
Sinopse: "Às vezes, descobrir a verdade pode te deixar com menos esperança do que acreditar em mentiras... Em seu último ano de escola, Sky conhece Dean Holder, um rapaz com uma reputação capaz de rivalizar com a dela. Em um único encontro, ele conseguiu amedrontá-la e cativá-la. E algo nele faz com que memórias de seu passado conturbado comecem a voltar, mesmo depois de todo o trabalho que teve para enterrá-las. Mas o misterioso Holder também tem sua parcela de segredos e quando eles são revelados, a vida de Sky muda drasticamente."
        Para quem viu meus vídeos no canal, sabe que eu estava muito, extremamente ansiosa para essa nova trilogia da Colleen Hoover. Li no mesmo dia que chegou e fiquei :o . Autora dos livros Métrica e Pausa, ambos na lista dos mais vendidos da New York Times e lançado aqui no Brasil pela Galera Record . Hopeless é um new adult mais incrivel que li este ano. Só isso ! Me senti no chão com esse livro. Ri, chorei, senti raiva, ódio e pena. Foi INTENSO do inicio ao fim. Os personagens do livro são fora do comum.
    Sky é uma garota de 17 anos que mora com sua mãe adotiva, Karen, que tem "alergia" a tecnologia. Sky nunca teve televisão, celular ou computador. Nunca frequentou a escola, até o ultimo ano. Sky nunca se sentiu atraída por garoto algum, só apatia. Ela só queria se sentir normal, e também frequentar o colégio como as outras meninas do Ensino Médio, mesmo sem sua melhor amiga, Six , que irá fazer um intercâmbio na Itália. Sky enfrenta a sua reputação de que não é nenhuma santinha no colégio, sofre de bullying e ela encara super bem tudo. Um detalhe da personalidade de Sky: ela é forte e sarcástica.
       Até que um dia, ao fazer compras (doces), ela conhece Dean Holder. Ela sente altamente atraída por ele, mas ao mesmo tempo algo que a assusta. Ele tem uma má reputação também. Encantada e assustada. Sky tenta se afastar, mas Holder insiste em descobrir tudo sobre ela, até que se entregam ao sentimento que ambos possuem desde a primeira cruzada de olhares. Holder tem personalidades distintas o tempo tempo e Sky quer descobrir o motivo, dele ser "Um caso perdido".

" Não acredito que você me acha atraente (...) Você provavelmente fingiu que desmaiou naquele dia só para ser carregada nos meus lindos braços másculos e suados." Holder
        Nao existe amor platônico, nem declarações de amor. Fiquei besta com o romance entre os dois, sem beijos. Mas, é um livro apaixonante e sexy. O drama é intenso e complexo. Colleen aborda questoes delicadas e nao exagera nas reaçoes dos personagens.

"Fodam-se todas as primeiras vezes, Sky. A única coisa que importa para mim com você são os para sempre"

     Eu li a sinopse do livro e nunca pensei que a história seria tão diferente. Acho que é "Um caso perdido e eu", pois fiquei perdida completamente. Pela resenha que fiz, você não tem ideia do que essa história vai fazer com você. É o livro mais lindo e até agora estou tentando encarar os fatos e aceita-los. Mas, ainda estou com uma baita ressaca literária. Colleen proporciona uma lição de vida, de amor e superação.  É uma sucessão de dramas a cada capitulo.

“Descobrir a verdade pode ser mais desesperador do que acreditar em mentiras…”
Confira a resenha em vídeo também :


NOTA: ★★★★

 PS: Esperando ansiosamente pelo "Losing Hope" #2

Sinopse : In the follow-up to Colleen Hoover’s #1 New York Times bestseller Hopeless, the charming and irresistible Dean Holder tells the passionate story that has melted thousands of hearts.

In Hopeless, Sky left no secret unearthed, no feeling unshared, and no memory forgotten, but Holder’s past remained a mystery.

Still haunted by the little girl he let walk away, Holder has spent his entire life searching for her in an attempt to finally rid himself of the crushing guilt he has felt for years. But he could not have anticipated that the moment they reconnect, even greater remorse would overwhelm him…

Sometimes in life, if we wish to move forward, we must first dig deep into our past and make amends. In Losing Hope, bestselling author Colleen Hoover reveals what was going on inside Holder’s head during all those hopeless moments—and whether he can gain the peace he desperately needs.


divulgar

comentar

27 maio 2014

Guerra de corações partidos

Por Bia L.

                 Remember


Bombas jogadas. Armas apontadas. Contagem regressiva. Aproxime-se do inimigo. Terás coragem suficiente de atirar? Ou esperará ele abaixar sua armas? Aponte ou apontará . Mexa-se ou ele irá atirar. Ande um pouco para trás. Mire. Aponte. Foque. Fique.
 Vai em frente. Não posso. Não poderia continuar nessa guerra de corações partidos. Ninguém nunca ganhará.
   O céu está escuro. Os trovões gritam por atenção. Nuvens carregadas. Porque não parar? Não posso continuar nessa guerra, ou você não entende o que está fazendo com nossos corações. Você nao vê? Não parou para pensar ainda, o que o está impedindo de atirar ?
Nunca aprendeu que a guerra só traz dor. Ou é isso é em sua cabeça?
   Grite meu nome. Diga o que está entalado na sua garganta. Doí algo dentro de você? Expulse. Jogue. Quebre. Enfie a faca no meu peito e olhe nos meus olhos quando estiver fazendo. Não vou fingir nada. Nao sentirei nada, por você. Então olhe para mim ou me diz logo de que precisa. É de mais amor? Mais atenção?
   Olhe para mim. Nao vire a cabeça. Mire. Em.Mim. Preste atenção. Deixe sua mente vagar pelo ar, deixe a chuva molhar seu corpo, deixe a minha mão segurar a sua. Deixe a guerra acabar, querido, antes que seja tarde demais. Antes que eu vá e nao volte mais.
  Não precisamos dormir essa noite, se você me quer de volta. Abaixe suas armas. Sua guarda. É apenas um jogo. Mostre suas cartas e se deite no chão da sala. Pense, aja. Se me quer de volta pra você, baixe as palavras, formule as frases e desarme seu coração.
  Deixe o jogo de lado. Deixe a batalha ser perdida uma vez na vida. Deixe o orgulho ir embora mais rápido do que chegou. Porque fazer uma guerra de corações , se você sabe que na madrugada é meu nome que vem a sua mente? Me diz o porque. Nao deixe que essa guerra termine com você, com o que nós temos dentro de nós. Nao destrua algo tão grande assim. 
  Abaixe suas armas, abra a janela e deixe a luz entrar. Deixe-me mostrar que não é preciso guerra para se ter um lugar para morar.


divulgar

comentar

24 maio 2014

Book Haul de Abril



Como último vídeo do mês, resolvi fazer o Book Haul, mostrando a vocês meus livros que chegaram em abril e que serão minhas próximas leituras :


Leituras :
01.Entre o agora e o sempre - J.A.Redmerki
02.Uma razão para respirar - Rebecca Donovan
03. O segredo de marido -Liane  Moriarty
04.  Enquanto eu te esquecia - Jennie Shortridge
05. Sem você nao é verão - Jenny Han
06. O oceano no fim do caminho - Neil Gaiman
07. Convergente - Veronica Roth
08. Perdida,"(#1), Carina Rissi
09. Vinte Garotos de Verão - Sarah Ockler
10. Paixão sem limites - Abbi Glines

Se você gostou do vídeo, se inscreva no canal para continuar acompanhando :] até a próxima semana.


divulgar

comentar

23 maio 2014

Eu já sabia.

Por Bia Leite

     Eu já sabia que a gente ia acabar. Estava escrito nas nossas palavras. Você também sabia, não é? Só não queria encarar. Somos mais que uma história errada, é como um filme ruim demais, que nem conseguimos assistir direito. Alimentei as esperanças, achando que iríamos ter o final feliz como os romances por ai. Mais um pensamento errado alimentado pelos meus livros de romances baratos. Não damos certo nem para uma novela, não teríamos cenas suficientes, nem inspiraríamos outros casais por ai. Eu sairia dela, antes do fim.
  Ja ia acabar e ja estava destino ao fim antes de começar. Mas, o que custava tentar. Certo. Custava tudo. A dor, o sofrimento, as lágrimas, a raiva,as palavras como uma faca. Feridas abertas e mal tratadas. Era assim que eramos. Duas pessoas com vidas diferentes, sonhos diferentes. Uma querendo conquistar o mundo e outra querendo ficar onde sempre esteve. Tudo o que eu falava era piada assim? Meus sonhos nao mereciam uma chance nos seus planos. Ah, é, esqueci. Eram só SEUS planos.
   Tudo girava no seu personagem principal e como você teria sucesso e seria feliz e famoso. Bla, bla,bla para você, garoto. Toda vez que você me beijava, eu pensava: quando será que você ia me incluir na sua vida, se este ano daria certo manter suas promessas ou, talvez, quando você iria encontrar alguem mais parecido com você para dividir sua vidinha, ou sei lá o que.
    Nunca pensei na possibilidade de ser a mulher da sua vida. Sou nova demais e estranha demais para esses pensamentos futuros. Nunca achei que tornaria alguém tao dependente de mim, a ponto de sacrificar tudo o que mais gosta, para passar mais algumas horas ao meu lado. Estou certa nisso. Talvez eu não seja esse tipo de mulher. Ou talvez, você nao fosse esse tipo de homem.
  Sabe, eu não sinto tanto. Nem sinto muito. Nao sinto alivio, mas também nao sinto dor. Eu já esperava esse fim da nossa história a um bom tempo. Meu coração que nao estava preparado para nao ter uma metade.
  O fim estava escritos nas palavras indiferentes, no beijos rapidos demais, naquelas sms " estou muito ocupado hoje", "nao vai dar". Eu já sabia e estava cansada demais para discutir algo que já tinha seu destino decidido. Eu já sabia onde isso iria dar. Ingenua do jeito que sou, pensava que o amor, nao podia acabar. Que poderia vencer o tempo e a monotomia. Errada. De novo. Porque dessa vez, nosso amor ficou esquecido debaixo da cama.
   Não adiantava mais querer forçar a tira-lo de lá. E então acabou. Finalmente acabou, tudo o que um dia tinha sido amor.


divulgar

comentar

22 maio 2014

Resenha : Tipo destino - Susane Colasanti

Autor: Susane Colasanti.
Ano: 2013.
Editora: Novo Conceito.
Páginas: 288.
Gênero: Romance / Jovem Adulto.
Sinopse :Lani e Erin são melhores amigas, embora não tenham muito a ver uma com a outra. Lani é uma taurina tranquila e Erin é a impetuosa leonina. Uma adora Astrologia (e outras artes adivinhatórias também) e ficar em casa; a outra gosta de pessoas e baladas. Suas preferências — incluindo pizzas e meninos — são bastante diferentes, ou eram, até que Erin começou a namorar Jason… Assim que Lani conheceu o namorado de Erin, sentiu uma enorme conexão com ele. Uma sensação de que já se conheciam a vida toda. E, apesar de acreditar que ele sentia o mesmo, ela sempre soube que Jason estava fora de cogitação, afinal, ele era quem ele era! Ela decidiu ignorar seus sentimentos. Não importava o quanto quisesse ficar perto de Jason, nada a demoveria da ideia de se manter distante dele. Então, Erin viajou durante todo o verão…
    Lani e Erin sao melhores amigas e depois de um acidente, a amizade de ambas fica mais forte. Esse acidente fez Lani acreditar que nao teria sobrevido se nao fosse por Erin. Erin conhece um garoto, Jason, e logo começam a namorar, porém Lani e Jason têm muita afinidade e quimica do que Erin. Logo, começa a crescer um sentimento entre os dois . 
"Não sou fã do Desconhecido. O Desconhecido pode mudar sua vida inteira em um instante. Ele pode tomar tudo de você e nunca mais devolver. Sua vida pode terminar em um instante, antes que você sequer tenha tempo de saber que está tudo acabado."
     Quando comprei Tipo destino estava esperando por um bom romance, e é isso mesmo. Não me decepcionei com Susane. Um triângulo amoroso, duas garotas, um garoto e muito amor. A escrita é leve e simples. Jason é o tipo de garoto que todas as meninas gostariam de ter : fofinho, lindo e amigo. É um livro clichê e bem previsível, mas é muito divertido.
      Aborda questões supersticiosas, como signos, horóscopos, situações delicadas do melhor amigo , Blake, que é gay e tem medo que seu pai descubra seu segredo e o expulse de casa e o que ele enfrentaria na escola por isso.
    Só recomendo , é um livro bom e fofinho para quem gosta de leituras rápidas e romances adolescentes.


NOTA :
★★


divulgar

comentar

21 maio 2014

Resenha: Quando eu era Joe - Keren David


anjos
 Título: Quando eu era Joe (#1)
Autor: Keren David
Páginas: 318
Ano: 2014
Tradutor: Geraldo Cavalcanti Filho
Editora: Novo Conceito
Sinopse :Imagine o que é perder, em uma única noite, sua casa, seus amigos, Como é possível viver mentindo sobre todas as coisas? Sua escola e até mesmo o seu nome. Aos 14 anos, Ty presencia um crime bárbaro num parque de Londres. A partir desse momento, tudo muda para ele: a polícia o inclui no programa de proteção à testemunha, e Ty é obrigado a assumir uma vida diferente, em outra cidade. O menino ingênuo, tímido, que costumava ser a sombra do amigo Arron, matricula-se na nova escola como Joe... E Joe não poderia ser mais diferente de Ty: faz sucesso com as meninas, torna-se um corredor famoso... Joe é tão popular que acaba incomodando os encrenqueiros da escola. Ser Joe é bem melhor do que ser Ty. Mas, logo agora, quando ele finalmente parece ter se encaixado no mundo, os atentados e ameaças de morte contra sua família o obrigam a viver no anonimato, em fuga constante e sob a pressão de prestar depoimentos sobre uma noite que ele gostaria de esquecer. Um livro – de tirar o fôlego! – sobre coragem e sobre o peso das consequências do que fazemos.

         Quando eu era Joe, da Keren David, é um drama cheio de reviravoltas e conflitos internos. O livro é narrado em primeira pessoa, pela Joe, que traz uma linguagem informal e super fácil de explicar sua vida e suas mudanças repentinas.
     Tyler é um menino de 14 anos que presencia um assassinato de seu amigo. Quando a polícia descobre que Tyler está envolvido, ele e sua mae ( Nicki) entram para o programa de proteçao á testemunha. Logo, sao obrigados a sair de Londres, em direçao a uma cidade no mais no interior. Assumem novas identidades. Nicki, sua mae, torna-se Michelle, e Tyler, seu filho, Joe. O menino além de novos documentos, novo nome, muda seu visual e sua personalidade. De reservado, inseguro, torna-se popular e social.

   Joe começa a praticar atletismo, e Ellie, sua treinadora, aposta todas suas fichas nele devido ao seu talento. Joe começa a questionar suas escolhas, sua vida antes de ser Joe. Começa grandes amizades, enfrenta alguns inimigos no colégio e experimenta gostar de alguém: Claire.
    Esse primeiro livro da Keren tomou toda minha atençao. Joe parece ser um mentiroso nato, se acostumou a mentir e eu questionei em todos os capitulos quem ele queria ser, e se estava dizendo a verdade em algum momento.
  "Sorte minha não estar sentindo nada neste momento. Se sentisse, estaria apavorado."
      O suspense cresce a capa pagina. Nunca pensei que fosse gostar tanto desse livro e identificar tanto essa realidade. Problemas de bullying, auto mutilaçao, gravidez durante a adolescencia, drogas, Keren retrata de tudo um pouco, e mostra como a vida pode ser cruel. Quando eu era Joe mostra a história de um garoto que foi obrigado a amadurecer e encarar problemas para seguir em frente com sua vida.
  Este é o primeiro livro e estou bem ansiosa para o segundo, para desvendar esses mistérios que aconteceram ao longo do livro.

“Você pode enganar algumas pessoas o tempo todo ou todas as pessoas durante algum tempo, mas você não pode enganar todas as pessoas o tempo todo.”―Abraham Lincoln
NOTA : ★★★★


divulgar

comentar

20 maio 2014

Coração partido

Por Bia Leite

   Só mais um clichê de escola. Aquele garoto popular e a nerd com coração. Ele não faz ideia que ela existe. Nem ela que poderia gostar dele. Tão canalha, tão bonito, tão engraçado.Com certeza, estarei sendo idiota. Meu coração é um idiota.
    Eu devia estar prestando atenção na aula de matemática, fazendo mais que um dever, mas estou com a cabeça em outro lugar, em outra pessoa. Um garoto poderia tanto abalar minha vida desse jeito?  Com certeza, isso será mais um clichê da escola. É o que teria que passar aqui.
        Vou encostar minha cabeça na janela e sonhar. Quem sabe um dia ele veria a garota de óculos rosa e de trancinha. Quem sabe de minha inteligência ele iria gostar. Ou, talvez dos meus quadrinhos e dos meus livros. Qual é o nome dele mesmo? Acho que não poderia esquecer, porque estou escrevendo isso mais que alguns números de matemática. Nem fórmulas de física são capazes de desvendar o mistério desse meu GOSTAR. Será que uma química poderia rolar ?
     Vou tirar meus óculos, quem sabe ele poderá me notar. Talvez, soltar o cabelo, algumas ondas, um rímel e um gloss. Vou mandar um bilhete ou seria infantil demais? Vou apenas deixar ele me notar. Resolvi passar na frente do seu grupinho no intervalo. Ops ! Ele me olhou. Ou seria ilusão do meu amor ?
      Não, talvez foi aquela menina do 3ºano, a loira mesmo que ele notou. Vou colocar os óculos de novo, quem sabe eu enxergue da próxima vez. Desastrada como sou, meus livros caíram no chão. Quem manda carregar mais do que posso. Bem feito. Não tinha visto mais um par de mãos ali. Levantar meus olhos parecia demonstrar vergonha demais, mas não ligo para isso. Sou crescida, não sou? Sou?
        E lá estava quem eu pensava ser meu grande amor. Tá. Meu primeiro amor. Pronto, quem sabe eu tenha sorte dele ser meu primeiro ou nao tenha e acabe sendo a esquisotona nerd do 1ºano. Aquele sorriso fez meu coração dar pulos, piruetas. Por um minuto, tudo era perfeito. Cena de filme. Capítulo de um romance. E lá se foi, ele e sua loira bonita, com as mãos dadas e beijos entrecortados por palavras no corredor para casa.
    Escutei um estrondo, ou foi minha cabeça. Meu coração estava caindo aos pedaços. Nem chance teria. E eu desisti. Estar apaixonada me causava problemas demais, dor demais. E não está certo dar meu coração, ele teria que conquistar, toma-lo das minhas mãos. Desisti do garoto, desisti do amor. E pedi ao cupido, ou seja lá quem for responsável por isso, que nunca me deixa me decepcionar com o amor.

Texto inspirado na música "O conto do nerd e do coração partido" do Soulstripper .


divulgar

comentar

18 maio 2014

TAG: Casar, beijar, penhasco


Olá pessoas ! E o vídeio dessa domingo é uma tag que eu amei fazer: CASAR,   BEIJAR,PENHASCO! Confiram :



Se você gostou do vídeo, se inscreva no canal para continuar acompanhando :] até a próxima semana.


divulgar

comentar


Mais que palavras

Por Bia L.



    Tudo me machuca hoje em dia. Não sou tão fraca assim, nem tão frágil. Mas também não sou de aço. Não sou uma garota de vidro, mas também nem sei o que sou. Não consigo sorrir o tempo todo, quando algumas palavras ditas por fulano me magoaram. As pessoas deveriam saber disso, mas nunca sabem quando parar e quando percebem é tarde demais. A ferida já foi aberta.
    Elas destroem sua confiança e depois partem. Como se nada tivesse acontecido antes disso. Lugar novo, vida nova, memória nova. Esquecem o que fizeram, apagam automaticamente e nem pedem perdão. Não sabem elas que um estrago já foi feito. Ações geram consequências.
  Todo mundo pensa que conhece uma pessoa, por saber o nome completo, seu aniversário, seus gostos e alguns desejos. Mas, não se pode consegue conhecer alguém completamente, mesmo achando que o conhece a tantos anos, sabe isso e aquilo. Porém, nunca toda a verdade.
 Todo mundo omite parte de suas vidas. Sempre haverá algo que ela nunca te contará . Mistério, segredo , chama do que quiser. Nada por inteiro. Sempre reticências e vírgulas.
    São pedaços de momentos, algumas recordações, fotos e palavras ditas nos dias de escuridão. Talvez seja melhor a verdade ser omitida, e um dia vais concluir que foi melhor desse jeito, nunca ter descoberto algo que te deixaria pela metade e mais incompleto do que perfeito.
    As palavras podem dar vida ou te fazer morrer.  Tem força e poder. Mudam alguém ou ninguém. Trazem esperança e medo. Nos dar aquele empurrão , como também quebra nosso coração.Inteiras ou meias. Tempestades e arco iris.Podem rasgar a alma, e serem afiadas como uma faca.
  Mas , eu sei que tudo pode ser medido. O corpo, a alma e o coração. E sei também, que tudo o que acontece tem um motivo, pode afetar até o mais intimo do seu ser. Pode fazer alguém melhorar ou sofrer. Porém, andamos por caminhos diferentes. Não somos iguais e tão pouco permanentes. Passageiros e momentâneos. 
  Palavras podem ser erros ou acertos, e isso depende de quem fala, do que é dito. E na calada da tarde, talvez seja melhor deixar que o silêncio reine, que o sorriso transpareça na alma do que ter se arrependido por alguma fala cortada e desajeitada. Melhor do que uma enchente de mistério, é um córrego de silêncio na hora certa do que no momento errado. Nunca se sabe quais serão os efeitos das suas palavras.


divulgar

comentar

17 maio 2014

Um dia

Por Bia L


Nada contra a tua alegria. Contra a tua paz e sua leveza. Querer algo assim é invejar sua causa? Querer ser você? Não. É querer sentir o mesmo que você. O respirar agradável. O falar contagiante. O coração palpitando de felicidade. 

É errado dizer que a vida está sendo mais dura comigo do que foi com voce? É vergonhoso  sentir-se vulnerável as vezes? Acho, que sou como o homem de lata, aquele personagem de Oz, tenho um coração, mesmo com um corpo de ferro . Sou assim também. 

Tenho aparência de guerreira. Minha alma trava lutas constantemente . Meu cansaço em alguns dias vence. Meu desespero toma conta e minha cabeça explode. Lágrimas, raiva, incompetência. Colei as palavras "continuar, seguir em frente" em frente a minha cabeceira. 

Tentei seguir em frente, como sempre. Caindo e tropeçando nas pedras, mas nunca saindo do caminho. Meu coração se despedaçando e eu precisando de uma mão, ou de algumas palavras que possam acalmar meu pequeno órgão pulsante da minha vida. 

 Por uma questão de sobrevivência, luto contra meus medos, enfrento meus demônios apenas por mais um dia. Um dia de cada vez. E vou me levantando e dizendo a mim mesma: " siga em frente, pequena, só em frente".


divulgar

comentar

16 maio 2014

Quebra-cabeça



Por Bia L.


   Não se trata de aparência, nem é a coisa mais importante. Não é que eu queira alguma coisa má, mas quero algo grande, que eu não esqueça. 
   Quero a certeza de Fugir do sociável.Quero fugir do comum, quero correr na contra mão. Ser toda certinha me dá uma vida sem graça. Quero ter minhas aventuras de vez em quando. 
  Perceba que, uma pessoa não é nunca calada ou tímida quanto parece, ou tão boa ou má, ou tão vulnerável ou forte , tão doce e ingênua. Formamos páginas cobertas por uma capa. Podemos ser tudo ou nada. Depende da nossa vontade.
      O amor pode fazer parte da sua história ou não, mas ele não te define. Ele pode te transformar em algo melhor , mas também pode te desdenhar. Ele é apenas a lombada. Ficará intacta ou será destruída?
    Não precisa me entender. Ele é como o mar, ao olhar de longe aquela imensidão de calmaria pela manhã. No final da tarde, as ondas começam a se quebrar e a noite pode ou não permanecer calmo ou tempestuoso. Depende. Tudo depende. 
   Você pode nadar na água tranquilamente, mas pode ser afogado se não souber a profundidade que está. O amor pode chegar quando menos se espera , quando estamos sendo nos mesmos ou fingindo algo que nao somos. Avisado ou de surpresa.
      Não acontece quando você procura por alguém que preencha as suas lacunas vazias. Não resolverá preenchendo suas palavras cruzadas. Não adianta forçar sua mente para descobrir o tal mistério, você que dar um tempo e quando menos espera, plum ! Você descobre. Acontece. Nos momentos mais incertos, a certeza aparece e tudo vai se encaixando. Como um quebra- cabeça, tudo no seu encaixe perfeito.



divulgar

comentar