• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
26 março 2018

Resenha: Estrela da Meia-Noite #3, Marie Lu




Adelina continua rainha, acompanhada de Magiano. Mas, a cada dia que passa ela se torna mais paranoica, as vozes na sua cabeça pioram e as o povo está se revoltando contra ela. Com violência , medo e uma disciplina rígida ela reina sobre aqueles que um dia a oprimiram.Para expandir seu poderio além do mar, nas terras da rainha Maeve Adelina não podia prever o envenamento do mundo mortal pelo imortal. E a culpa disso tudo pode ser dos Jovens de Elite.

E a trilogia chegou ao fim. Essa série é densa, com uma trama politica complexa, onde acompanhamos uma vilã em ascensao e o quanto a escuridão pode ser mais poderosa do que parece.

Apesar de A Estrela da meia-noite ser um livro mais curto que os anteriores, o desfecho para Adelina foi algo até entao indefinido. No começo, nossa Adelina era assustada, amendrontada , depois, tornou-se Rainha de Kenettra e fez do medo seu amigo. Nesse livro, vemos uma Adelina querendo se encontrar, calar o medo e tentando não desistir daqueles que ama.

Adelina é uma personagem fascinante, uma antiheroina que enfrenta as escolhas que faz. Aquela que passou a vida inteira lutando para ter poder e quando o tem, torna-se uma tirana poderosa. Formada de escuridão, vingança e ódio. Em um mundo que os malfettos são oprimidos e punidos por serem diferentes. Por isso, ela responde com violência a violência que um dia sofreu.Ter a coroa lhe garantiu isso.Mas , com o poder veio consequências e talvez isso seja sua ruina.

Os personagens coadjuvantes poderiam ter ganhado mais capítulos na narração, mas nem por isso deixam de serem importantes . Raffaele é o elo de Adelina com os Jovens de Elite. Teren continua um louco, porém sem proposito. Magiano continua próximo da Adelina, já que muitas vezes ele é a razão para ela.
Maeve  ainda vive a sua derrota e com medo de perder aqueles que ama.
Violetta tem um papel especial nesse livro, mesmo tendo tao pouca participação, ela é a ancora do amor de Adelina.

Os ultimos capitulos foram de tirar o folego. Mesmo nao sendo meu livro favorito da trilogia, eu tive diferentes sensações, já que no ultimo volume , tudo trata-se de sacrifio.
O inicio do livro foi lento, mas o final foi poderoso e até impressionante. Apesar de nao ter gostado tanto da trilogia Legend, Marie Lu voltou a entrar no meu coração com essa trilogia e mal posso esperar para que sua escrita geniosa me conquiste novamente.

 "você não pode endurecer seu coração para o futuro apenas por causa do seu passado".

“Ela era a personificação da frieza. Houve uma época em que a escuridão cobriu o mundo, e a escuridão tinha uma rainha.”

“Aonde quer que fossem, o céu escurecia e o chão rachava – as nuvens se agrupavam atrás do exército como uma criatura viva, preta e trovejando com fúria. Como se a própria Deusa da Morte tivesse vindo.”

Nota:★(4,5/5)



divulgar

comentar

24 março 2018

Resenha:Matéria escura, Blake Crouch


A coisa mais bela que podemos experimentar é o mistério. – Einstein.
Jason Dessen tem uma família amorosa, é professor de física quântica em uma faculdade local e tem uma vida boa. Porém, ainda não é completamente feliz. Em um certo dia, ao voltar para casa, é sequestrado por um homem, que o obriga a fazer várias coisas, levando-o a uma usina abandonada , injetando nele uma droga estranha que o apaga de vez.Ao acordar, Jason está em um lugar desconhecido com vários estranhos, que o conhecem por ser um físico e gênio incrível. Um Jason diferente do marido e pai. E a partir dai, sua vida vira de cabeça para baixo.

Ainda estou cheia de teorias a respeito da escrita de Blake Crouch. Fiquei empolgada com o thriller psicológico,onde temos uma história envolvente cheia de tensão e mistérios.  São tantos acontecimentos, coisas inacreditáveis e é desesperador ler esse livro.

Matéria Escura é diferente de tudo que já li. Interessante, impactante e que te deixará imerso na trama .Aqui temos uma mistério de romance e física, nada de termos complicados e uma escrita particular, única. Um thriller que discorre o quanto nossas escolhas determinam nossas vidas. Afinal, como seria a vida de Jason se ele escolhesse a fama, o sucesso ou o amor? Voce é feliz com a vida que tem?

Se você é gosta de livros de ficção científica, então aposte nesse livro e apesar de não ler muito o gênero, gostei bastante e ainda estou absorvendo tudo que li.

"Não posso deixar de pensar que somos mais do que a soma total de nossas escolhas e que todos os caminhos que poderíamos ter trilhado influem de algum modo na matemática da nossa identidade."


Nota:★(4,5/5)



divulgar

comentar

22 março 2018

Resenha: É assim que acaba, Colleen Hoover


Título: É assim que acaba

Autora: Collen Hoover
Editora: Galera Record
Páginas: 368
Ano:2018 


Sinopse: Lily nem sempre teve uma vida fácil, mas isso nunca a impediu de trabalhar arduamente para conquistar a vida tão sonhada. Ela percorreu um longo caminho desde a infância, em uma cidadezinha no Maine: se formou em marketing, mudou para Boston e abriu a própria loja. Então, quando se sente atraída por um lindo neurocirurgião chamado Ryle Kincaid, tudo parece perfeito demais para ser verdade. Ryle é confiante, teimoso, talvez até um pouco arrogante. Ele também é sensível, brilhante e se sente atraído por Lily. Porém, sua grande aversão a relacionamentos é perturbadora. Além de estar sobrecarregada com as questões sobre seu novo relacionamento, Lily não consegue tirar Atlas Corrigan da cabeça — seu primeiro amor e a ligação com o passado que ela deixou para trás. Ele era seu protetor, alguém com quem tinha grande afinidade. Quando Atlas reaparece de repente, tudo que Lily construiu com Ryle fica em risco. Com um livro ousado e extremamente pessoal, Colleen Hoover conta uma história arrasadora, mas também inovadora, que não tem medo de discutir temas como abuso e violência doméstica. Uma narrativa inesquecível sobre um amor que custa caro demais.

Sabe porque Colleen Hoover é rainha dos NA? Porque ela consegue nos fazer todas as emoções possíveis. E com esse livro, sinto que preciso te avisar do quão doloroso, feio, sensível e bonito ele pode ser.É assim que eu me acabo.Estou lutando para expressar o quanto amei esse livro, o quanto sofri e me emocionei. Sim, eu gostaria de enfatizar que Coho é maravilhosa e que esta é uma história que você precisa ler sem saber de muita coisa, para apreciar a avalanche que será esse romance.
Lily nunca teve uma vida muito fácil, porém nem seus problemas a impediram de sonhar e realizar tudo o que sempre quis. Uma personagem inteligente, forte e corajosa. Foi impossível não sentir na pele tudo o que ela passou. Ryle é um personagem cativante, apaixonante e logo de cara vemos o quão determinado ele é. Atlas é fofo,humilde, sonhador, aquele garoto que seria seu melhor amigo facilmente ou mais do que isso. Porém, nao espere um triangulo amoroso. Essa não é uma história com foco romântico, mas sim um meio para um fim.
"Todos os humanos cometem erros. O que determina o caráter de uma pessoa não são os erros que cometemos. É como nós tomamos esses erros e transformá-los em lições em vez de desculpas.”
Quer uma verdade nua e crua?  Eu já sabia que amaria esse livro da Colleen Hoover, antes mesmo de ler, porque de duas coisas eu tenho certeza: que vou ficar de olhos marejados e que terminarei o livro com o coração destruído. Então , esteja preparado para o que lerá. Abra o seu coração e permita-se sentir e aprender com a autora. Essa experiência pode mudar tudo para ti. ⠀⠀ ⠀⠀ ⠀⠀ ⠀⠀ ⠀⠀ ⠀⠀
“As vezes é preciso quebrar o coração para quebrar um ciclo! Mas como é difícil! ⠀⠀ ⠀⠀


É certamente um dos melhores livros da autora e o melhor livro que li acerca do tema mencionado. Impactante, cru e delicado, ao abordar uma situação horrível que acontece com muitas mulheres todos os dias. 

Intenso, angustiante, forte e reflexivo. Uma história que irá dilacerar seu coração, reconsiderar todos os seus pensamentos sobre abuso e violência domestica. Colleen Hoover não tem medo de discutir esses temas com uma narrativa que será inesquecível sobre o quanto o amor pode custar caro para alguém e o quanto amar também pode quebrar seu coração. Decisão,amor,perdão, erros e acertos fazem parte desse dilema.

 PS: Não se esqueçam de ler a nota da autora e conhecer a verdadeira história por trás de Lily e Ryle. Viciante, difícil e real,  que orgulho desse livro. Só leiam, por favor.


"Talvez o amor não seja algo que vem no formato de um ciclo completo. Ele apenas flutua, pra dentro e pra fora, assim como as pessoas entrando e saindo das nossas vidas."



Nota:★(4,5/5)


divulgar

1 comentário

21 março 2018

Resenha:A Força Que Nos Atrai , Brittainy C. Cherry



 Título: A FORÇA QUE NOS ATRAI 
Série Elementos — Livro 4 
Autora: Brittainy C. Cherry 
Gênero: Drama/Romance 
Editora: Record 
Ano: 2017 
Páginas: 308
Sinopse: Graham e Lucy não foram feitos um para o outro. Mas é impossível resistir à atração que os une.Graham Russel é um escritor atormentado, com o coração fechado para o mundo. Casado com Jane, um relacionamento sem amor, ele vê sua vida virar de cabeça para baixo quando Talon, sua filha, nasce prematura e corre risco de morte. Abandonado pela esposa, ele agora precisa abrir seu frio coração para o desafio de ser pai solteiro. A única pessoa que se oferece para ajudá-lo é Lucy, a irmã quase desconhecida de Jane. Apaixonada pela vida, falante e intensa, ela é o completo oposto de Graham. Os cuidados com a bebê acabam aproximando os dois, e Lucy aos poucos consegue derreter o gelo no coração de Graham. Juntos, eles descobrirão o amor, mas os fantasmas do passado podem pôr tudo a perder.


Graham Russell é um escritor bem famoso, porém frio e calculista, cujo passado é guardado a sete chaves e o amor, ah, nisso ele não acredita mais.Do outro lado, Lucy Palmer, a “hippie esquisita” que tem um coração enorme. A vida pode não ter facilitado para esses dois, mas o destino cuidará para que seus caminhos se cruzem.  A  floricultura de Lucy tem varias encomendas para o funeral do pai de Graham, porém ela não esperava a conexão que eles teriam. E o que o destino havia preparado para ela.

“Ar acima de mim, terra embaixo de mim, fogo dentro de mim, água ao meu redor, eu me torno espírito.” ✨⠀

• 1: alguém me diz qual é a magia dessa mulher? Porque ela me atrai tanto assim?
 2: como posso devorado em menos de 4 horas um livro desse?
 3 : aaaa, estou louca e quero mais !
Eu amei esse livro ! A escrita da autora é leve, sensível, delicada, construindo um romance que parece tao real , aos poucos.
Como lidar com os personagens dessa historia? Lucy é maravilhosa, apaixonável e quero ela como melhor amiga já.Te venero Lucy por você nunca permitir que um acontecimento ruim desfaça seu sorriso e sua esperança. Graham é aquele típico sincero demais, mas é emocionante ver o que o amor pode fazer na vida dele.Leve, intenso, envolvente e lindo.



 "O amor não afasta as coisas. O amor não sufoca. Ele faz o mundo florescer. Ela me ensinou isso. Ela me ensinou o que é o amor, e tenho certeza que fez o mesmo com você também."

Desculpa, minha gente. Os sentimentos ainda estão aflorados com esse livro. Me encontro sem palavras até agora. Me envolvi demais e me imaginem abraçada com esse livro e como um imã, tem uma força que me atrai a ele. Belo, unico e altruista.A historia de Lucille e Graham nos mostra que precisamos ter esperança por dias melhores.

O final me surpreendeu demais e foi incrível. Esse ainda não é meu favorito da série,mas continua sendo maravilhoso. Se você curte uma narrativa apaixonante, real e inspiradora... Maktub : está escrito que você deve ler esse livro e ama-lo.
“Mesmo as almas mais sombrias conseguem se iluminar com seu sorriso”.⠀⠀ ⠀⠀ 

Nota:★(4,5/5)


divulgar

comentar

16 março 2018

Resenha: Os quase completos, Felippe Barbosa

Título: Os Quase Completos
Ano: 2018
Páginas: 384

Editora: Arqueiro
* LIVRO CEDIDO EM PARCERIA COM A EDITORA ARQUEIRO

O Quase Doutor é um cardiologista reconhecido, mas que no fundo é um artista frustrado. A Quase Viúva é uma professora que está afastada do trabalho, pois seu noivo está em coma. O Quase Repórter é um jornalista angustiado com sua profissão desde que a esposa se suicidou há um ano atrás. O que essas pessoas tem em comum? A infelicidade e desilusão com sua vida. Até que, certo dia, o Quase Doutor é convencido a embarcar em um ônibus estranho rumo a uma jornada com seu passado. Essa viagem fora de rotina vira uma grande aventura que mudará seu destino para sempre.

A Quase Viúva está suspeitando que alguém do hospital está tentando matar seu noivo e O  Quase Repórter descobre que sua esposa pode ter sido assassinada. Quando ambos procuram descobrir o que de fato está acontecendo, tudo se direciona ao ônibus, onde o Quase Doutor embarcou.

Reunidos em uma situação inesperada, os três serão desafiados a enfrentar seus próprios medos e entenderão que para se tornarem completos precisam travar uma batalha com seu pior inimigo: nós mesmos.

"Todo mundo precisa de um refúgio secreto ainda que não se dê conta." 

Primeiro: apaixonada nessa capa que nos transporta diretamente para a história e através do céu estrelado, transborda as reflexões que faremos no caminho. No inicio, a leitura é lenta, já que estamos sendo apresentados a cada um dos personagens e a trama. Aos poucos, tudo vai fluindo e é emocionante ver a jornada de autoconhecimento de cada personagem.

O livro é constituído de diálogos. Então, é impossível não se apegar a um só personagem e não ficar curioso com os eventos que virão. Infelizmente, não dá para falar muito sobre o livro sem soltar spoilers. O autor conseguiu envolver vários gêneros em uma única narrativa. Tem romance, fantasia, mistério e ação.


 O quase repórter é determinado, a quase viúva tem um coração esperançoso, o quase doutor é sonhador e persistente. Personagens distintos entre si, mas vulneráveis aos acontecimentos do destino. O Felippe fala do quão importante é correr atrás dos nossos sonhos e o que vale mesmo é sermos quem quisermos ser.

Os Quase Completos é uma história excêntrica, fiel as suas intenções e envolvente. Nas entrelinhas do seu enredo,somos levados 
a questionar nossa vida e nossas escolhas, a pensar quais são nossas prioridades e se realmente somos inteiros.

QUOTES:
"O impossível pode ser inalcançável, mas se confiamos nele, conseguimos fazer do nosso possível a melhor versão." 

 "No momento em que nos sentamos aqui e aguardamos, é como se os problemas em nossa cabeça dançassem à nossa frente."

"Talvez ter esperança signifique nada mais do que pensar com a mente pura e límpida de um recém-nascido.

"É sempre possível esperar ações inesperadas daqueles mais próximos de nós."

Nota:★(4/5)


divulgar

comentar

14 março 2018

Resenha: Batman: Criaturas da Noite, Marie Lu




Batman: Criaturas da Noite
Série: Lendas da DC, #2
Autora: Marie Lu
Editora: Arqueiro
Páginas: 256
Ano: 2018
Gênero: Ação, Fantasia, Literatura Jovem
Sinopse: As criaturas da noite estão caçando a elite de Gotham. Bruce Wayne é o seu novo alvo. Bruce Wayne está prestes a completar 18 anos e herdar a fortuna de sua família, além do controle das indústrias Wayne. No entanto, no dia do seu aniversário, ele faz uma escolha impulsiva e é condenado a prestar serviço comunitário no Asilo Arkham, uma mescla de prisão e hospital psiquiátrico onde estão detidos os criminosos mais desequilibrados da cidade. Lá ele conhece Madeleine, integrante das Criaturas da Noite, um grupo radical que deseja acabar com a elite de Gotham. Até então, a moça se recusava a confessar seus crimes ou informar à polícia os futuros ataques que planejavam, mas ela resolve se abrir para Bruce Wayne, dando início a um perigoso jogo de sedução e inteligência. Será que o jovem Wayne vai conseguir convencê-la a revelar todos os seus segredos ou ela está apenas manipulando-o para arruinar Gotham? Enquanto o golpe final das Criaturas da Noite se aproxima, Bruce percebe que não é tão diferente de Madeleine. E, mesmo longe de se tornar o Cavaleiro das Trevas, precisará provar que está preparado para deter uma das maiores ameaças que Gotham já presenciou.


▪ LIVRO CEDIDO EM PARCERIA COM A EDITORA ARQUEIRO



Bruce Wayne enfrentou uma grande tragédia quando menino, entao ele nao é um cara normal.Quando herda sua empresa e a fortuna dos pais no seu aniversário de 18 anos, o jovem Bruce comete um erro estúpido e impulsivo em seu aniversário , se encontrando do lado errado da lei. E como punição,fará serviço comunitário no Arkham Asylum, que abriga os criminosos mais perigosos da cidade. Além de ajudar a polícia a encontrar as Criaturas da Noite, que roubam dos ricos de Gotham para si. Enquanto a maioria das mulheres o reprime, uma têm seu interesse:Madelaine Wallace- assassina, hacker, manipuladora. Será que tudo o que Madison sobre as Criaturas da Noite  é verdade ou ela só está enganando Bruce ?

“Bruce ficou ali parado um instante, ouvindo a batida da música. Teve a súbita sensação de não pertencer àquele lugar. Viu a multidão de colegas de classe e amigos na pista de dança e se perguntou se alguém, além de Dianne e Harvey, estaria ali se não fosse seu sobrenome. Os paparazzi do lado de fora não estariam, disso não havia dúvida."
  
Nem sei dizer o quanto ansiava por essa leitura. E assim que chegou, não esperei nenhum minuto para ler. Imagina só juntar uma autora que eu amo, como a Marie Lu e o meu super herói favorito.
Foi tao incrível ler sobre o jovem Bruce. Como surge seu forte sentimento de justiça e que o guia. Incrivelmente inteligente e um lutador nato. Afinal, antes de ser Batman, ele era Bruce Wayne, cuja história é bem conhecida, porém pouco se conhece sobre sua juventudade.

Nesse enrendo, temos os clássicos personagens de quadrinhos da DC nas versões mais jovens de si mesmos, interagindo com o Bruce, como Alfred , Detetive Gordon e Harvey . Bruce sempre foi confiante e embora seja rico por toda a vida, ele nao está tao confortavel em assumir as empresas Wayne. E  isso o coloca em risco, já que as Criaturas da Noite visam filantrópicos ricos e drenam suas contas- às vezes resultando em assassinato. Bruce fica interessado na enigmática Madeleine a partir do momento que a vida de pessoas que ele conhece fica em risco.

"Posso ter sido jovem demais para salvar os meus pais, mas agora sou capaz de fazer justiça. Posso impedir outras mortes antes que as Criaturas da Noite voltem a atacar. Não serei a próxima vítima deles."

A dinâmica entre Bruce e Madeleine, um rico e uma assassina também foi interessante, tendo em vista que são pessoas totalmente diferentes, mas se entendem. Madeleine é uma personagem complexa e duvidosa, com motivações pouco claras, mas ela é tão carismática e esperta que é impossível não querer conhecê-la. Uma ótima antagonista para a história.

Marie Lu é um escritora tão fantástica que poderia ter escrito mais 100 páginas facilmente para Bruce Wayne e já adianto que por isso, não favoritei o livro. Um dos defeitos da história em si é que senti falta da presença constante do Alfred Pennyworth, o protetor do Bruce. Além de também sentir que a história poderia ter sido mais trevosa, mais dark como o próprio Batman.

È uma leitura bastante rápida e a  Marie Lu desenvolve bem os fatos com uma escrita em terceira pessoa, evoluindo o profundo mistério da Madeleine e dos Nightwalkers. O livro nao desacelera, tudo é emocionante e principalmente a ultima parte,sendo facil mergulhar na trama.

Marie Lu consegue renovar o Batman mantendo sua história de origem, mas dando seu toque especial nela. Envolvente , provocador e muito perspicaz, o melhor detetive do mundo se tornará um super herói. Batman: Nightwalker é um livro para qualquer fã de Batman, para quem o aprecia e para quem nao é fã, mas tem uma curiosidade e curte uma história de descobrimendo e amadurecimento.

A edição da Arqueiro arrancou suspiros: mantendo a capa original (MARAVILHOSA) e cada capitulo contem o símbolo do Batman, ou seja, fiel ao personagem . O próximo volume será sobre a Mulher Gato, e quem escreverá será ninguém menos que SARAH J.MAAS. Ou seja, estou morta de curiosidade e ansiedade.




▪O próximo volume da quadrilogia Lendas da DC será Mulher-Gato: soulstealer, escrito por Sarah J. Mass, com publicação prevista para agosto de 2018 nos EUA. ( é pedir demais que a Editora Arqueiro lance simultaneamente?)
▪O último volume será escrito por   Matt de la Peña,autor da série Infinity Ring, ele escreverá sobre o Superman. 



Marie Lu é a autora das séries Warcross e Jovens de Elite e da aclamadíssima trilogia Legend. Ela se formou na Universidade do Sul da Califórnia e trabalhou como designer na indústria de videogames. Atualmente escritora em tempo integral, passa as horas livres lendo e jogando. Mora em Los Angeles com o marido e um cãozinho mestiço de chihuahua e corgi.






Nota:★(4,5/5)


divulgar

comentar

11 março 2018

Resenha:Crooked Kingdom , Leigh Bardugo

Título: Crooked Kingdom (Six of Crows #2)
Autora: Leigh Bardugo
Editora: Gutenberg
Páginas: 448
Ano: 2017
Sinopse: Confiar na pessoa errada pode custar a sua vida. Após se safarem milagrosamente de um ousado e perigoso assalto na notória Corte do Gelo, Kaz Brekker e sua equipe se sentem invencíveis. Mas o destino está prestes a dar uma perigosa guinada e, em vez de dividir uma vultosa recompensa, os seis comparsas terão que se munir de forças, de armas e de seus talentos para lutar pelas próprias vidas. Traídos e devastados pelo sequestro de um valioso membro da equipe, o Clube do Corvo agora conta com poucos recursos e aliados, e quase nenhuma esperança. Enquanto isso, forças descomunalmente poderosas se abatem sobre Ketterdam para desenterrar os segredos mais sombrios da potente droga conhecida como jurda parem, ao passo que antigos rivais e novos inimigos surgem para desafiar a perspicácia de Kaz e testar a frágil lealdade de seus parceiros. Agora, todos terão de enfrentar seus próprios demônios, e será preciso muito mais do que sorte para sobreviver à guerra que está se armando nas ruas obscuras e tortuosas desse implacável submundo – uma batalha por vingança e redenção que decidirá o futuro do mundo Grisha.

Estamos de volta á Ketterdam e agora Kaz e o seu grupo  precisam lidar com as consequências da sua missão de resgate. Eles terão que elaborar um plano para resgatar um dos membros do seu grupo que foi capturado e feito de refém. Kaz também quer vingar pela traição cometida contra ele e vai rolar sangue por isso.

"Mais uma vez ele se pegou tentando tocar seus revólveres, desejando a sensação boa e familiar dos cabos de pérola sob os dedos. Aquele advogado vagabundo havia pedido ao supervisor do estabelecimento para armazená-los em um cofre no Cumulus [...]" 

Nina está enfrentando a abstinência à Jurda Parem. Jasper precisa lidar com a culpa  e problemas familiares. Wylan está se encontrar. Matthias e Inej estão lutando por suas vidas, totalmente mudadas depois de alguns acontecimentos.Kaz encontrará rivais, fará novos inimigos, porém terá ao seu ladoseus companheiros.

Leigh Bardugo construiu um universo grandioso e em Crooked Kingdom isso é ainda mais evidente. Uma trama frenética, envolvente, cheia de intrigas políticas e cenas de ação. A história é fluida e brilhante.Mas, a melhor parte do livro são os personagens: distintos entre si, reais de certo modos, falhos, porém incríveis. 

 [...] O uísque não tinha conseguido aquecê-lo. Nada poderia aquecê-lo naquela cidade abandonada pelos Santos. E não havia como escapar do cheiro sufocante de água parada, mariscos e pedra molhada que parecia ter impregnado seus poros como se ele tivesse sido mergulhado na essência da cidade, um sachê humano na pior das xícaras de chá." 

Em Crooked Kingdom acompanhamos a luta pela liberdade de uma personagem, alguns relacionamentos amorosos, o valor da amizade e companheirismo. Seis criminosos que lutam pela justiça e para evitar que o caos domine tudo. Tudo é uma corrida contra o tempo, batalhas épicas, inimigos poderosos e uma jornada cheia de reviravoltas. Drama, suspense, ação,romance, aventura e fantasia em um livro que os anti-heróis são os verdadeiros mocinhos da história.

Nota:★(4,5/5)


divulgar

comentar


Resenha: Sociedade da Rosa #2, Marie Lu


PASSADA COM ESSE LIVRO. Uma vingança. Um conflito politico. Uma trama sombria. A mente de Adelina é poderosa.Ela só pensa em punir quem lhe fez mal e com isso seu desejo por vingança so aumenta. Contra a Inquisição , Terran Santoro..Porém, ,para alcançar seus objetivos , Adelina precisa de outros Jovens de Elite poderosos,para que possam render  Kenettra e cumprir todas as promessas feitas a si mesma.

O trono da cidade está disputado. Rainhas, malfettos e outros grupos acrescentam ao enredo. E sim, Adelina está mais obscura do que nunca. Com o passar das paginas, percebe-se que a escuridão possa vir ameaçar sua vida,devido ao grande poder que tem. Os personagens secundários são inscriveis e complementam a historia. Temos uma guerra pelo trono, pela liberdade dos malfettos e uma vilã que fará de tudo para derramar o sangue que acredita ser seu direito.


NO primeiro volume: Jovens de Elite, somos apresentados aqueles marcados pela febre de sangue , uma doença que amaldicou as crianças com poderes. Em Sociedade da Rosa, viveremos o inicio de uma revolução, guerra pelo poder e vingança.
Adelina foi traída por aqueles que tinha posto sua confiança. Enzo está morto e ela precisou fugir com sua irmã, para criar sua própria sociedade, encontrar novos Jovens de Elite e planejar sua vingança: tomar o trono do reino que lhe destruiu.

Quando comecei Sociedade da Rosa, já esperava uma Adelina ressentida com as traições e humilhações. Porém, não estava preparada para encontra-la poderosa e  mais cruel do que imagina. Agora, imagine um garota vingantiva, traída e de coração partido, com ilusões que a perturbam e uma escuridão crescente na alma? Adelina não poupará forças para conquistar o que deseja, mesmo que tenha que matar para isso.

"E se a consequência de deixar minha raiva desenfreada, de forçar tanto minhas ilusões a ponto de matar, for alimentar minha energia a ponto de ela ir além do que posso controlar?"

Sociedade da Rosa foi uma leitura surpreendente, alucinante  e complexa. Adelina é uma personagem  ambígua, forte e que nos faz torcer por ela e ao mesmo tempo temer pelo que ela possa vir a ser se seguir pelos caminhos que anseia. A rainha Maeve tem uma grande importância no desfecho da história, já que ela tem o poder de trazer de volta os mortos, então já poderemos esperar mais guerra entre os reinos. Violetta,  irmã de Adelina, tem o poder de anular os poderes de qualquer malfetto e logo algumas descobertas serão compartilhadas e podem mudar o rumo do próximo livro. 

Confesso que estou temerosa pelo volume final, já que a cena final de Sociedade da Rosa me deixou abismada. Marie Lu construiu uma distopia que discute que nem tudo é só preto e branco, que o poder pode manchar as mãos de quem o possui e que o mal está a espreita até do mais bem intencionado. Uma trilogia que recomendo demais mesmo!

Nota:★(5/5)


divulgar

comentar

09 março 2018

Resenha: Jovens de Elite #1, Marie Lu


Adelina Amouteru é uma jovem de com uma aparência um tanto incomum: cabelos e cílios prateados, sem um olho e com uma enorme marca no rosto. Quando era criança, ela contraiu a febre de sangue- uma doença que matou milhões de adultos ,inclusive sua mae, e marcou o corpo de muitas crianças, dando poderes especiais, que são denominados de malfettos. Eles são perseguidos pela sociedade e descriminados por suas peculiaridades.

Adelina sofre rejeição pelo próprio pai. Ela também tem uma irmã mais nova, Violetta, que sobreviveu ilesa à febre do sangue. Porém, toda essa humilhação e crueldade que Adelina sofre só se acumula em sua alma. Certo dia, Adelina foge de casa e sente um poder crescente em si, algo sombrio e poderoso. Ao fugir, a garota se junta aos Jovens de Elite, um grupo de malfetos também com poderes que buscam derrubar o rei e lutar para viverem em sociedade. Ao lado deles, Adelina aprenderá sobre seu poder, enfrentará inimigos e fará de tudo para deter a monarquia.

Adelina não é a mocinha, mas tem muito potencial para vila e é isso que diferencia Jovens de Elite: os malfettos são destemidos e estão dispostos a lutar para viver em sociedade.  Assim, como Adelina, o grupo também tem seu lado bom e ruim: ambos fazem tudo o que está ao seu alcance a fim de cumprirem seus objetivos.

A trama distopica e fantasiosa  me prendeu desde o inicio. Adorei a Adelina e como ela passa de uma garota simples a alguém poderosa e incontroalvel , uma garota que quer justiça e vingança. Foi incrível acompanhar a jornada desse meio termo da Adelina: seu mergulho ao desconhecido, as decisões que ela toma e os acontecimentos que só me fizeram pensar: como assim? Isso pode?

Jovens de Elite é repleto de aventura, romance,reviravoltas, tensão e com uma vilã que pode despertar os diversos sentimentos . Uma história que pode parecer simples, mas é envolvente, profunda e com um desfecho que me surpreendeu e muito.Uma  trama política sombria, tangenceada pela liberdade e uma guerra que está para começar.Vamos para Kenettra, se aliar aos Jovens de Elite, quem sabe descobrir seu poder único e no final, ler essa aventura  escrita da Marie Lu. 

“— Enfeite suas imperfeições — diz com suavidade. — Elas se tornarão suas vantagens. E, caso se torne uma de nós, vou lhe ensinar a usá-las como um assassino usa uma faca. — Seus olhos se estreitaram. Seu sorriso sutil se torna perigoso. — Então me diga, lobinha. Quer punir aqueles que ofenderam você?”

Nota:★(5/5)


divulgar

comentar

08 março 2018

Resenha:Lute como uma Garota", de Laura Barcella


Título:Lute como uma Garota - 60 feministas que mudaram o mundo
Autora:Laura Barcella... 
Páginas: 368
Editora: Cultrix

Ano: 2018
* LIVRO CEDIDO EM PARCERIA COM A EDITORA CULTRIX



Da violência ao estupro. Do assédio sexual á luta pelos direitos. Uma série de questões são discutidas quando o principal sujeito da conversa é MULHER. Porém, "Lute como uma Garota", de Laura Barcella, apresentará o perfil de figuras femininas importantes na luta pelos direitos desde as pioneiras do século XVIII até os nomes mais conhecidos: Frida Khalo, Simone de Beauvoir, Oprah Winfrey e Madonna. Além de incluir nomes brasileiros essenciais á luta no pais: Djamila Ribeiro e Clarice Lispector. Contando com ilustrações, um prefacio de Mary Del Priore e apresentação de Nana Queiroz, Lute como uma Garota mostra o inicio do empoderamento feminino e até onde a força pode alcançar.

A escrita do livro é bem simples, fluida e bem parecida com a postagem de um blog. Com detalhes biográficos, citações, fatos divertidos e informações básicas de porquê esses perfis em particular foram considerados importantes para a história feminista. Embora, conhecesse alguns nomes, outra mulheres que eu mal conhecia ganharam minha admiração.Mulheres de diferentes raças, profissões, sexualidades, uma gama bem diversificada de abordagens femininas consagradas e atuais.

Este livro inspira ao mostrar que pessoas comuns também podem fazer coisas extraordinárias. Lutar pela liberdade começou há seculos atrás, mas até hoje a luta ainda persiste, afinal a resistência contra a gama feminina ainda é forte. Somos vítimas de preconceito, desigualdade, sexismo  por sermos mulher.  Um impulso para que as mulheres continuem lutando por seus direitos, seja de sexualidade, remuneração e igualdade social. Lutadoras que mostraram que com coragem, determinação e muita garra , a mudança pode acontecer, mesmo que seja pequena para si, pode ser significativa para todos.

 Fight Like A Girl é um livro para qualquer pessoa, seja jovem ou adulto, que está procurando ler algo mais libertador sobre mulheres que tiveram impacto no mundo e continuam fazendo parte da história femininina.



Nota:★(4/5)


divulgar

comentar

03 março 2018

Resenha:A Lógica Inexplicável da minha Vida,Benjamim Alire Sáenz


Autor: Benjamim Alire Sáenz

Editora: Seguinte
Páginas: 440
Ano:2017
Sinopse:Salvador levava uma vida tranquila e descomplicada ao lado de seu pai adotivo gay e de Sam, sua melhor amiga. Porém, o último ano do ensino médio vem acompanhado de mudanças sobre as quais o garoto não tem nenhum controle, como ímpetos de raiva que ele não costumava sentir. Além disso, Salvador tem que lidar com a iminente morte da avó, com uma tragédia repentina que acontece na vida de Sam e com o fato de seu pai estar se reaproximando de um ex-namorado. Em meio a esse turbilhão de sentimentos, que vão do luto ao amor e da amizade à solidão, Sal passa a questionar sua própria origem e identidade, e tenta encontrar alguma lógica para a sua vida uma tarefa que parece quase impossível.

Salvador é um garoto de 17 anos, que perdeu a mae quando tinha 3 anos de idade, sendo adotado pelo melhor amigo dela, Vicente Silva, um amante da arte, um homem humilde e gay. Salvador sempre levou uma vida normal, sem grandes mudanças. Tinha a melhor família e uma melhor amiga, Sam.
Porém, ele só não sabia que a normalidade da sua vida seria afetada. O câncer de sua avó Mima voltou depois de alguns anos, estando em uma fase avançada. Além disso, Salvador começa a ficar violento, agressivo, se envolvendo em brigas; e ainda recebe uma carta deixada pela sua mae morta.
Como lidar com essas emoções incontralaveis? Como viver sem as pessoas que ama? Qual será o momento certo para ler a carta deixada por sua mae? São tantos questionamentos e as respostas nunca chegam. Mas, ele sabe que precisa ser forte para os desastres que virão.

“A vida tem uma lógica própria. As pessoas falavam sobre a estrada da vida, mas eu acho que é bobagem. Estradas são lisas e asfaltadas, e têm placas que dizem para que lado se deve seguir. A vida não é nada parecida com uma estrada. “

Do mesmo autor de Aristoles e Dante descobrem os segredos do  universo, Benjamin Alire Sáenz  me conquista novamente com sua escrita poética, sensível e que por mais que seja ficção, tao aplicável a realidade.
Essa não é uma história de amor comum, é sobre amizade e família. Sáenz aborda o quanto a família é importante nas nossas vidas quando estamos prestes a sermos derrubados pelas ondas da vida. Não somente pelos laços de sangue, mas aqueles que a vida nos presenteou e disse: você ganhou mais um mao para segura-la.

Os personagens são bem desenvolvidos e contam com diálogos incríveis. Salvador é tímido, introspectivo e solitário, apesar de ser rodeado da família e sua melhor amiga. Sam é a melhor amiga inseparável e mais sincera do mundo, mesmo vivendo com sua mae, que não sabe demonstrar tao bem o amor; e Fito, um garoto que tem uma família disfuncional e sofre com sua realidade. Fiquei encantada e louca para fazer parte desse trio de amizade,

“Só porque meu amor não é perfeito não quer dizer que eu não te ame.”

 A Lógica Inexplicável da Minha Vida é um livro que te fará sorrir em alguns momentos, querer chorar em outros e sentir que as mudanças são necessárias para nos tornamos quem somos na vida. Um garoto que tinha medo de mudanças,  que sofrerá perdas em sua jornada, mas que aprenderá a superar a dor e a crescer no amor. Intenso, emocionante e com personagens criveis, sendo isso o que os tornam tão próximos de nós. 

Amor, doação, perdao, amadurecimento, luto, perdas e crescimento. São tantas as mensagens, todavia o que senti falta foi um aprofundamento. Eu me apaixonei pelos personagens, pela escrita e pelas lições desse livro. Leiam e se encantem pela escrita poética do autor.


“– As pessoas podem ser muito cruéis. Elas odeiam o que não conseguem entender.

– Mas, pai, elas não querem entender.
– Talvez não queiram. Mas temos que encontrar um jeito de nos disciplinar para que a crueldade deles não nos transforme em animais feridos. Somos melhores do que isso. Nunca ouviu a palavra civilizados?”


Nota:★(4,5/5)


divulgar

comentar