• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
30 setembro 2014

Inspiração: Tati Bernardi

                   Mmmmmmmmmmmmmmm

Para não sofrer eu vou me drogar de outros, eu vou me entupir de elogios, eu vou cheirar outras intenções. Vou encher minha cara de máscaras para não ser meu lado romântico que tanto precisa de um espaço para existir ridiculamente.

 Não vou permitir ser ridícula, nem uma lágrima sequer, nem um segundo de olhar perdido no horizonte, nem uma nota triste no meu ouvido. Eu sei o quanto vai ser cansativo correr da dor, o quanto vai ser falso ignorar ela sentada no meu peito. Mas vou correr até minha última esquina. 

Vou burlar cada desesperada súplica do meu coração para que eu pare e sofra um pouquinho, um pouquinho que seja para passar. Suor frio da corrida, sempre com sorriso duro no rosto e o medo de não ser nada daquilo que você me fez sentir que eu era.

 Muita maquiagem para esconder os buracos de solidão. Muita roupa bonita para esconder a falta de leveza e de certeza do meu caminho.

 Tati Bernardi, como é mais conhecida, nasceu em 1979 em São Paulo e formou-se em Propaganda e Marketing pela Universidade Mackenzie. Além da publicidade, Tati também dedica-se a literatura, já tendo quatro livros publicados, sendo os mais conhecidos: "A mulher que não prestava" e "Tô com vontade de alguma coisa que eu não sei o que é".Tati Bernardi consagrou-se com seu site, onde a maior parte do público são mulheres. Além disto, Tati também é colunista e cronista de revistas, como a Viagem & Turismo, blogueira e redatora da TV Globo. 


divulgar

comentar

28 setembro 2014

Resenha: O livro dos vilões,Cecily von Ziegesar, Carina Rissi, Diana Peterfreund e Fábio Yabu



Título: O Livro dos Vilões
Autores: Cecily von Ziegesar, Carina Rissi, Diana Peterfreund e Fábio Yabu
Páginas: 320
Editora: Galera Record
Sinopse: Organizado da mesma forma que O livro das princesas – também com o esquema de dois populares autores nacionais, e dois nomes famosos do exterior – O livro dos vilões reúne estes autores para uma coletânea de contos sobre vilões icônicos dos contos de fadas. As irmãs de Cinderela? Malévola? Madrastas e lobos? Carina Rissi, Cecily Von Ziegesar, Diana Peterfreund e Fábio Yabu estão aqui com a mensagem: este não é um livro tão bonzinho quanto o seu antecessor. · Cecily Von Ziegesar é a popular autora das séries It Girl e Gossip Girl, esta última que inspirou o seriado na televisão. · Diana Peterfreund é autora das séries Sociedade Secreta e Caçadora de Unicórnios. · Carina Rissi é autora dos populares Procura-se um marido e Perdida, publicados pela editora Verus, que já venderam mais de 40 mil exemplares no Brasil. · Fábio Yabu já publicou, pela Galera, seu livro A última princesa.

O livro dos Vilões, assim como O Livro das Princesas é composto por 4 contos de fadas contados de uma maneira diferente. Cada autor com uma perspectiva distinta,permiti-nos conhecer melhor os vilões e mocinhos.

No conto "#stepsisters - Sobre Sapatos e Selfies", da Cecily Von Ziegesar conhecemos a Dizzy e Nastia, duas irmãs lindas, populares, ricas e gêmeas.Através das suas selfies, elas ganham milhares de seguidores e curtidas todos os dias, sendo as mais bombadas da internet. No dia de um baile beneficente, as gêmeas querem chamar a atenção do Manchild, mas logo uma garota misteriosa aparece com o vestido dos sonhos e os sapatos que as gêmeas tanto queriam, mas que não tinha do seu número.

 A nova “Princesa” chama atenção de todos, mas principalmente de Manchild.Essa releitura de “Cinderela” é super divertido e atual para nossos dias, chamando atenção para vaidade, egoísmo, inveja. Como a narrativa da autora é leve e contado em 3 pessoa,o conto acaba nos apresentando a Cindy também.

 "Ela nunca mais seria a mesma. Seria mais cruel, mais dura, completamente insensível. Não que fosse uma grande transformação, mas ela se sentia mais atrevida sabendo que não daria a mínima para nada nem ninguém, exceto, é claro, a irmã gêmea idêntica, que era praticamente uma extensão dela mesma." 

O segundo conto é da Carina Rissi e chama-se Menina Veneno. Obvio que eu estava esperando ansiosamente por este conto. A fábula da Branca de Neve ganha destaque, mas surpreende ao ser narrado pela Madastra.

Malvina é uma modelo internacional,famosa, rica e linda. Ela é a viuva de Henrique Neves, um famoso piloto de fórmula indy que morreu em uma de suas corridas. Ela não o amava, mas gostava de ter alguém que a admirasse e colocasse em um pedestal. Depois da sua morte, deixou além de heranças, a sua filha: Bianca.

Eu amo a Branca de Neve e ter essa história contada em primeira pessoa e pela Malvina foi envolvente. Carina conseguiu me prender até o fim, além de todos os elementos da história original estarem lá. Ao terminar o conto, eu fiquei naquela espera de mais.

"Foi quando ele desviou o olhar e sumiu de vista que eu soube. Eu queria aquele homem. Pela primeira vez em toda a minha vida, eu desejava alguém. E ele seria meu." 

Em "Quando Mais Afiado o Espinho" conhecemos Malena, uma adolescente que nunca tive uma vida normal, pois vem é de uma família onde a tradição é fazer poções, tornando-as conhecidas como bruxas. Ela com o desejo de ser uma adolescente normal, faz um acordo com sua mãe: ela passará a estudar todos os segredos da família ás noites e nos finais de semana sua mae a deixaria sair e cursar o Ensino Médio.

A mãe de Malena aceita o acordo e a filha tenta enturmar-se antes das aulas começarem, conhecendo Flo, Dawn e Marie que podem ser suas amigas, MAS só podem. Este conto foi mais leve e senti que a autora abordou levemente temas como o bullying, primeiro amor, falsas amizades, vingança.

"Ele é a única coisa que faz a serpente se afrouxar."

Este foi um dos contos que mais me surpreendeu: "A Menina e o Lobo". Por que o lobo é sempre tido como o maior vilão de todos? Por que ele só tem que soprar e assustar a vóvó? Por que tem que se tão assustador para as crianças? Por que o narrador faz todo esse trama? Fábio Yabu explica nesse conto de uma maneira incrivel.Questionamos várias coisas e as respostas que temos nos contos, a verdade é dita. É um conto divertido e emocionante; mistérios e confusões; amor e amizade.

Na realidade do conto, os personagens só podem dizer e fazer o que o narrador mandar, assim como está nos contos. Um ciclo fechado. Chapeuzinho não pode pegar outro caminho para a casa da vóvó, o Dunga não pode falar e o Lobo Mal tem que ser muito mal. Vários personagens presos pela trama do narrador. Em 100 páginas, desejei que os contos de fadas existissem e pude imaginar o que um livro desse autor traria.

 
"O mundo deles não faz sentido como o nosso, não tem fadas madrinhas, recompensas, finais felizes ou o bem vencendo o mal. Sabe como eles chamam isso? De "faz de conta". Para eles, só a morte é real. É uma vida muito triste." 

Eu amar contos de fadas não é novidade. Amar releituras, mais ainda. Espero que essa série de releituras de contos de fadas continue, porque preciso de mais. O livro é incrivel e eu mais que recomendo. Facil leitura, envolvente, emocionante, divertida e rapida. Você vai ser levado ao outro lado dos contos de fadas.

NOTA: 


divulgar

1 comentário

26 setembro 2014

Resenha: O doador de memórias,


O Doador de Memórias 

Nome: O Doador de Memórias
Autora: Lois Lowry
Páginas: 192
Editora: Arqueiro

Sinopse: Os habitantes de uma pequena comunidade, satisfeitos com a vida ordenada, pacata e estável que levam, conhecem apenas o presente – o passado e todas as lembranças do antigo mundo lhes foram apagados da mente. Um único indivíduo é encarregado de ser o guardião dessas memórias, com o objetivo de proteger o povo do sofrimento e, ao mesmo tempo, ter a sabedoria necessária para orientar os dirigentes da sociedade em momentos difíceis. Aos 12 anos, idade em que toda criança é designada à profissão que irá seguir, Jonas recebe a honra de se tornar o próximo guardião. Ele é avisado de que precisará passar por um treinamento difícil, que exigirá coragem, disciplina e muita força, mas não faz ideia de que seu mundo nunca mais será o mesmo. Orientado pelo velho Doador, Jonas descobre pouco a pouco o universo extraordinário que lhe fora roubado. Como uma névoa que vai se dissipando, a terrível realidade por trás daquela utopia começa a se revelar.

Um dos livros mais lidos e uma das primeiras distopias ganhou a telinha do cinema após 10 anos. Primeiro, eu assisti ao filme. Eu sei, eu sei que quebrei minha regrinha de não assistir ao filme sem ler o livro antes. Mas, a quebrei :s Ao ler o livro, pude perceber muitas mudanças no filme, mesmo continuando com a mesma temática e o mesmo propósito de refletir.

Jonas é um garoto que vive em uma comunidade onde tudo é perfeito e planejado. Jonas é um onze, mas está prestes a ser um Doze, cerimônia em que os Anciões indicaram sua carreira na comunidade. Todo morador da comunidade recebe uma bicicleta quando vira um Nove, ou toda pessoa é punida quando fala algo sem precisão ou errado. Tudo é organizado, e Jonas acha essa vida correta e boa.

Na cerimônia Jonas é o último a ser mencionado, mas ao ser chamado para Recebedor de memórias , sua família e todos ficam honrados. Jonas vai descobrir que a vida não é sempre perfeita, e que antes existiam sentimentos e emoções que ele não pode sentir.

 Sabia que houve ocasiões no passado, em épocas terríveis, em que as pessoas destruíram outras apressadamente por medo, e isso resultou na própria destruição."

O doador passará todas as lembranças e memorias dos antepassados. Memórias de amor, alegria, felicidade, solidão, fome, guerra, etc. Jonas estará entre o perfeito e a mesmice e o real e a diversidade de cores, desejos, emoções. O que ele escolherá?

O livro "O doador" é o primeiro de uma serie de quatro, que foi escrito em 1993. O livro é curto, movimentado e simples do seu jeito.Espero que a Editora lance o restante dos livros logo, mesmo com os outros livros partindo de outros pontos de vistas. 
Quarteto O Doador - Lois Lowry
1- O Doador de Memórias
2- Gathering Blue
3- Messenger
4- Son

Jonas é um dos meus personagens preferidos e que me encantou desde o primeiro momento. Sua relação com Gabe é um dos pontos altos da história para mim.Um clima utópico e distopico, inocente e perigoso, que nos faz refletir qual o preço que uma sociedade livre de males poderia pagar. Mas, vale a pena a monotonia pela perfeição, pela inexistência de emoções e sentimentos?

NOTA: 



divulgar

1 comentário

24 setembro 2014

Notícia: " As Crônicas de Bane"

                                     
Dessa eu ainda não sabia, mas ao saber pulei por dentro de alegria . Saiu a capa do livro que será os contos de As Crônicas de Bane, da Cassandra Clare, juntamente com Sarah Rees Brennan e Maureen Johnson. O livro contará a história de Magnus Bane de forma ilustrada, o bruxo imortal de Peças Infernais e Os Instrumentos Mortais. O lançamento acontecerá entre novembro e dezembro.

Nesta edição ilustrada, são narradas as mais diversas aventuras do feiticeiro imortal Magnus Bane, das aclamada séries de Cassandra Clare. Entre escapadas no Peru e resgates reais na Revolução Francesa, acompanhe fragmentos da vida do enigmático mago ocorridos em diversos países e períodos históricos, com aparições de figuras conhecidas como Clary, Tessa, Will e Alec, personagens de Os Instrumentos Mortais e As Peças Infernais.



divulgar

1 comentário


Resenha: Maze Runner - Correr ou Morrer, James Dashner


Título: Correr ou Morrer
Autor :James Dashner
Páginas: 428
Editora: V e R
Ano :2010
Sinopse : Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho. Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam "A Clareira", um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar - chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo. Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr... correr muito.

Um dia Thomas acorda dentro de um elevador, apenas sabendo seu nome, não lembrando nada mais do seu passado. Mas, uma coisa é certa: ele não estaria sozinho. Quando a porta do elevador se abre, Thomas é cercado por garotos. A maioria o acolhe bem, mas não permite-lhe fazer perguntas ainda.

A clareira é um lugar cercado por muros, que todos chamam de " Labirinto". Thomas não consegue entender o porque que foi parar ali e nem o que fez antes para isso. Só sabe-se que todos os dias os muros se movem e se fecham, todo mês um novo garoto chega do elevador para se juntar aos "trolhos". Mas, um dia apos a chegado de Thomas, uma garota é trazida para a Clareira. E ela diz que tudo está para mudar.

O que ela quis dizer? Thomas e os garotos terão que descobrir o porque de estarem presos ali.

"Thomas tentou engolir, mas a sua boca estava seca demais. Newt correu até ela e abriu-lhe os dedos, agarrando o papel. Com as mãos trêmulas o desdobrou, depois caiu de joelhos, abrindo o bilhete no chão. Thomas aproximou-se dele por trás e deu uma olhada.
Rabiscadas no papel em grossas letras pretas viam-se quatro palavras.

Ela é a última."

Li esse livro com muitas indicações de blogs literários e porque o filme estava para sair no dia 18/09 e  não me arrependo. Dei-me algumas horas para me aventurar com Maze Runner e ainda assim ficar de boa aberta.

Uma narrativa tão envolvente e perigosa, que transporta o leitor até o labirinto, sentindo o que os garotos sentem presos ali. São tantos mistérios e meias verdades, que precisei ler rápido para descobrir o que estava acontecendo. Minha aflição e nervosismo devido a esse mistério.Comparado a Jogos Vorazes, por ser uma distopia e terem estilos diferentes, os focos são outros. 
Maze Runner tem uma história única.

NOTA: 



divulgar

comentar

22 setembro 2014

Notícia: Carina Rissi publicará novos livros da série "Perdida"

                                   Foto: "Aquele sorriso malicioso que eu amava deu as caras. Um de seus braços encontrou o caminho de minha cintura. O outro subiu para o meu rosto, e ali ele encaixou a mão e o inclinou. Prendi a respiração.
— Você não pode me dizer esse tipo de coisa e esperar que eu me comporte como um cavalheiro, senhorita."

"Encontrada" em mega oferta. A partir de 23,80 (via Buscapé)

http://migre.me/lLSAF

Fiquei sabendo de uma coisa que me deixou muito feliz ! Carina Rissi publicará mais livros do mundo de "Perdida" . Sim, sim ! Da Sofia, do Sr.Clarke .
A Autora confirmou que haverá, no minimo mais dois livros. O próximo e terceiro livro da série, será narrado pelo Sr.Clarke *-* Ian dos meus sonhos. Depois desse, haverá um de Elisa e Lucas, o casal secundário. E talvez, ( torcendo para que sim), um quinto livro com Valentina e seu final feliz e o livro Cartas para Nina, no qual Sofia fechará a série.
Torcendo e ansiando por mais !


divulgar

comentar


Resenha: Estrelas tortas, Walcyr Carrasco



Título : Estrelas Tortas
Autor : Walcyr Carrasco
Editora: Moderna
Páginas : 104

Sinopse : Marcella é uma jovem bonita e esportiva. Sofre um acidente de automóvel, com a mãe ao volante. Torna-se paraplégica. Sua vida muda completamente. Seu cotidiano é cruel. Aprende a adaptar-se à perda de movimentos. Tudo parece difícil. Mas ela descobre novos amigos e encontra forças para reconstruir sua vida mostrando que, por pior que sejam os obstáculos, sempre é possível dar a volta por cima. Cada capítulo é narrado em primeira pessoa por alguém da família ou do círculo de amigos de Marcella, dando versões diferentes da tragédia e mostrando como se pode encontrar um novo caminho.

A história de Marcella é contada nesse livro infanto-juvenil de Walcyr. Marcella é como qualquer outra adolescente: alegre, atlética, inteligente, mas em uma certa noite sofre um acidente na ida para a casa da avó com a mãe.

“– Cada coisa que eu consigo fazer, é como se fosse um tijolinho numa construção. Hoje eu sei que, quando estiver mais velha, não vou precisar que o Gui me sustente. Vou estudar, ter uma profissão. Quem sabe até onde posso chegar? É isso, pai. Ninguém sabe até onde posso chegar. Mas, se passar a vida presa dentro de casa, não vou chegar a lugar nenhum”

 Um carro tira o direito de Marcella andar. Presa a uma cama e a uma cadeira de rodas, ela tem sua liberdade roubada e agora terá que redescobrir como viver a vida. Presa ao seu quarto, Marcella fecha-se ao seu mundinho, fazendo uma rotina para todos: seu irmão, Gui, é o que passa atender suas necessidades junto com a sua avó. Seus pais passam a poupar dinheiro para os tratamentos e necessidades para sua filha.

Já ouvi falar no Walcry Carrasco, mas nunca tinha lido nada do tipo. No feriado de 7 de setembro, uma amiga da minha irmã trouxe para ler. É um livro didático que aborda sentimentos sofridos por uma adolescente presa a uma cadeira de rodas, suas decisões e o quanto a vida pode mudar em segundos. Cada capitulo é narrado por um personagem diferente, logo podemos acompanhar as dificuldades de todos á volta de Marcella.

“Quando as estrelas entraram pela janela, foi nisto que pensei.
Que a gente é como um pedaço da noite.
De longe, estrelas perfeitas.
De perto, estrelas tortas”

Torna-se um vaso de cristal depois de um acidente foi triste para Marcella, tantos problemas e dificuldades para uma menina linda que tinha muitas oportunidades pela frente. Mas, que acabou descobrindo que sua vida não precisava de pernas para continuar, precisava de força de vontade e ver o outro lado que pode ter: fazer coisas que jamais havia feito. Voar e mudar o rumo da história, tornando-a também melhor.

“Em Estrelas tortas, quis falar da vida de uma paraplégica, mas quis mostrar, também, como todos nós somos livres para voar. Só quem tem força interior supera as dificuldades do dia-a-dia e brilha, enfim, como estrela.
Walcyr Carrasco
 NOTA: 


divulgar

2 comentários

20 setembro 2014

3 em 1

Como uma boneca de pano encontrada no fundo do armário, aqui estou. 
Bochechas rosadas, cílios longos, cabelo penteado, cachos por todos os lados. 
Vestida para brincar .

Como uma mulher, em forma estou.
Arrumada para atrair, detalhista e animada para uma vida que a cada dia me surpreende mais.
Tudo para agradar.

Como uma menininha, brincando estou.
Querendo sair pelo mundo, desvendar tudo.
Dividida entre os caos e a calmaria que ainda me restou.

Como uma menininha sinto medo. 
Medo de cair longe demais do abraço do meu pai e não ter quem me levantar.

Como uma boneca de pano quieta estou.
Tentando ser perfeita, a boneca quebrou. 
O braço ficou torto, as pernas moles demais para se manter de pé.
Os olhos se desmancharam e as bochechas estão molhadas.

Como uma pequena mulher, obliqua continuo.
Pelo amor não valorizado e o coração arrebatado, silenciada pela dor.
Com a sensualidade e a inocência a mim dada, nada restou.

Como uma menina continuo sem saber o que fazer.
De sonhos não realizados, promessas não realizadas, sentada no canto do quarto estou.
Com medo do furacão e da ventania que passou.

De uma nuvem a uma estrela. 
Do dia para a noite. 
Metamorfoseada em fases , rezando para virar uma borboleta no casulo para não encarar a indecisão se me torno menina, mulher ou boneca. Ou nada. Ou as três. 


divulgar

1 comentário

18 setembro 2014

Resenha: Filme - O Doador de Memórias



O filme O Doador de Memórias conta a história de um mundo perfeito, no qual todos são felizes, porém tudo é mesmice. Nenhum sentimento, nenhuma emoção. Tudo planejado e certinho. Quando Jonas faz 16 anos ele é escolhido na cerimônia para ser o recebedor de memorias. Ele entra em treinamento com um velho homem, O Doador. 

Jonas aprende todas as coisas boas da vida: a cor, a alegria, o amor, a amizade, mas também aprende sobre dor, tristeza, guerra e todas as dificuldades do mundo real, logo ele percebe o quanto sua comunidade vive uma farsa. O quanto da vida lhe foi roubado. Jonas confronta sua realidade e vai em busca da vida real, dos sentimentos e emoções para que as pessoas ali sintam o que estão perdendo e no que estão errando.

o-doador-de-memorias
O livro “O Doador de Memórias” foi uma das primeiras distopias, o qual ainda não o li. Fui primeiro assistir ao filme, mas já estava na minha lista de próximas leituras para já ! Meryl Streep está no elenco como a chefe dos anciões para que as regras sejam cumpridas.

 O elenco de “The Giver” é incrível. O filme trabalha com atores jovens e promissores: Brenton Thwaites, Cameron Monaghan ,Odeya Rush; Alexander Skarsgård, Meryl Streep,Jeff Bridges, Katie Holmes, Taylor Swift,etc.


Você consegue imaginar como seria sua vida sem sentimentos? Sem saber o que existiu no passado ou sem entender o que é amor, um lar, uma verdadeira família? Jonas, o Recebedor de Memórias vai entender como é sentir, viver e ver de uma forma diferente de todos na sua comunidade.

Ao assistir o filme ontem(17) sai do cinema mais leve, com uma sensação boa e ao ir pra casa fiquei olhando o céu, tentando não entender porque o mundo é uma ambiguidade de valores, dor, amor, alegrias, sofrimentos. Uma coisa legal do filme é que ele começa em preto e branco, dando mais enfase a mesmice e a monotonia da sociedade, e aos poucos a cor vai aparecendo.

Nas barreiras que vivemos, nos momentos de tormento, angústia, em um mundo cheio de guerras, também existe amor, cultura, pessoas diferentes e lindas ao seu modo, sentimentos e emoções capazes de fazer seu coração vibrar e sorrir para a imensidão das coisas.A luta pela vida e pelo que se acredita também são retratados no filme. Cada pessoa, seja ela com cor diferente, tradições diferentes, fé distintas, todas temos um papel, todos temos importância em uma sociedade que ainda que seja “democrática”, vivemos livres para sentir.

Ficou curioso? Estão vai logo assistir ao filme !

Ordinary Human”,  OneRepublic.




divulgar

1 comentário

17 setembro 2014

Resenha: Sábado A Noite, Babi Dewet



Título: Sábado à Noite
Autora: Babi Dewet
páginas: 334
Ano: 2012
Editora: Selo Generale
Sinopse: Esta é a história de um amor jovem, verdadeiro e conflitante. Amanda é a garota mais bonita do colégio - e também a mais popular -, e seu melhor amigo faz de tudo para arranjar encrenca e só anda com os maus elementos do pedaço: os marotos. Por causa de um trabalho de Artes, Amanda acaba descobrindo que ela não é quem sempre achou que fosse. Ser a menina mais desejada talvez não seja tão bom assim...
Tudo ao seu redor começa a desmoronar quando uma paixão mal-resolvida volta à tona e sua lealdade é posta à prova. Seria um garoto mais importante que uma amiga? Como se não bastasse, o diretor da escola resolve promover bailes aos sábados e convida uma misteriosa banda mascarada para tocar. Os músicos, além de muito talentosos, conseguem mexer com todos, até mesmo com Amanda e suas melhores amigas.
Quanto mistério para um simples baile! Mas as letras das músicas cantadas pela misteriosa banda dizem muito sobre ela e seus amores... Como poderiam os músicos saber de tudo aquilo? Afinal, quem eram os mascarados de Sábado à Noite?

Sábado á Noite da Babi Dewet é o primeiro livro de uma trilogia que é formada pela música, amizade, amor e adolescência. Amanda é uma garota que faz parte das amigas mais populares do colégio. E no outro lado, existem os marotos: cinco garotos que possuem a fama de serem atrapalhados e nerds. Bruno, que faz parte dos marotos, é o melhor amigo de Amanda. Só que está não anda ao seu lado no colégio para evitar falarem mal dela. 

Amor mal resolvido e amizades são colocadas á prova, e a popularidade? Vamos descobrir que Amanda tem aflições e sentimentos guardados e que ela não saberá o que escolher: Amizade x Amor. O diretor do colégio abre as portas para uma banda misteriosa que usa máscaras para tocar todas as noites de sábado no baile da escola, porém Amanda sente uma estranha simpatia por esses garotos, pois suas letras parecem dizem muito da sua vida. 

O livro é um fanfic do McFly. Uma banda que eu amava quando era mais adolescente( continuo uma adolescente mais velha ). No inicio do livro eu fiquei bem confusa: muitos personagens, muitas histórias, mas depois fui pegando o jeitinho e comecei a adorar SAN. Ri demais e o ritmo da história me contagiou. 

Meia hora depois, a garota ainda estava ali jogada no chão e com a cabeça apoiada nos joelhos. A banda já tinha parado de tocar há alguns minutos. Ela continuava imaginando e sonhando se um dia poderia estar perto de quem gosta sem magoar alguém. Passava como um filme em sua cabeça. Não queria machucar uma de suas melhores amigas por uma paixão adolescente por alguém que ela achava tão patético quanto ela. Que ela nem ao menos sabia por que se sentia assim. Esse embrulho no estômago e a vontade de chorar constante. O ritmo acelerado que o coração tomava quando sentia seu cheio ou quando via seu sorriso. ”

A história de Amanda e Daniel, a popularidade e os valores lembram-me minha época de colégio. O primeiro namoro, as declarações, as brigas. Uma fase passageira, mas que deixou muitos aprendizados. Sábado á Noite superou minhas expectativas e me contagiou de uma forma que devorei o livro em algumas horas. 

Babi Dewet não teve pena do meu coração que ficou na mão em alguns capítulos. Um clichê cheio de bad boys, garotas populares, excluídos, mas acima de tudo: Música.  Se você ama esse tipo de clichê, que lembra sua adolescência, e música, não deixe de ler Sábado á Noite!
NOTA: 


divulgar

2 comentários

15 setembro 2014

Profundezas


O mar anda turbulento demais. Os barcos e navios costumam não aguentar sua força. Tanta guria, tanto balanço. Os menores não suportam a pressão e cedem ao meio, os maiores quase chegam ao centro e ao controle de tudo, mas afundam em seguida.
De peixes a tubarões, de corais a grandes seres ainda desconhecidos, esse mar tem de tudo , um infinito. De manhã, a luz do sol reflete o azul do oceano, a água que parece límpida esconde o mais escuro dos segredos.

A noite, a escuridão intensifica-se. O céu formado pela lua e as estrelas continua tão perfeito a ponto do mar ser cenário secundário nessa cena.

Corta. Ação. Para. Segue. Pensa. De pequenas passadas a grandes carreiras fui eu em direção a vastidão. Tentando alcançar a escuridão e penetrar mais fundo do que se poderia imaginar.

Da fúria veio a calmaria. A tempestade chegou e encheu com gotas em um oceano que já era grande mais e fundo ainda mais. Do azul , mudou suas cores.

Preto e branco . Apaga-se a luz e tudo o que vi foi o nada. O nada que persistia em me existir. Um buraco oco, fundo e escuro que cresce mais rápido do que minhas palavras podem expressar.

Um infinito de partes do todo, mas que agora de inteiro nada tem. Só partes. E nesse azul, eu mergulhei, de roupa e tudo mais. Joguei-me. Tentando nadar com uma força que antes não existia. As ondas batem tão forte que sinto minha pele em carne viva e penso se não poderia fazer o caminho de volta. Quando busco fôlego, já estou longe demais é ninguém é capaz de me alcançar.

Fundo e mais me afundo nessa vastidão de desconhecidos. O medo me consome e eu tento buscar o fôlego para me fazer viver, ou apenas respirar. Meus olhos se fecham, meu corpo desfalece e o céu fica mais longe de se alcançar .

Preciso de um pouco mais de ar, pensar em um plano para minha cabeça não escurecer e clarear. Ar, armar, lutar contra a correnteza do meu mar.


divulgar

comentar

14 setembro 2014

Resenha: Pó de lua, Clarice Freire



Título: Pó de Lua
Autora: Clarice Freire
Editora: Intrinseca
Paginas : 192
Ano:2014
Sinopse: 2011, a publicitária Clarice Freire criou no Facebook uma página discreta para reunir seus escritos e desenhos. Batizou-a como Pó de Lua, sua receita infalível “para tirar a gravidade das coisas”. Desde então, ela vem conquistando uma legião de fãs fiéis e engajados, que se encantaram com a delicadeza de seus pensamentos, seu humor sutil e o traço despretensioso, que combina desenho e até fragmentos de palavras.
Da internet para as páginas de um livro, foi mais um salto para a jovem autora recifense, de apenas 26 anos. Ela surpreende seus admiradores com uma proposta diferente. Pó de lua, o livro, tem o formato de um dos cadernos moleskine em que Clarice exercita sua criatividade. Inspirada pelas quatro fases da lua – minguante, nova, crescente e cheia –, ela trata em frases concisas e certeiras de sentimentos como a saudade, o medo, a paixão e a alegria, sempre em sua caligrafia característica, ilustradas com muitos desenhos.

Sabe aquele livro de poemas que parece que chegou na hora certa, bem está sendo assim com Pó de Lua , da Clarice Freire. Li 192 páginas como se fossem 10. O livro mais rápido, mais encantador e mais aquietante para o meu coração.

Cheio de desenhos, colorido e palavras fragmentadas. São poesias inspiradas nas quatro fases da Lua : minguante, nova, crescente e cheia. Sentimentos como saudade, medo , paixão, amor, duvidas, alegria são tratados e lembrados ilustremente.

Eu já acompanhava a Clarice pelo seu blog, mas colocar no papel foi como ter um tesouro na mão, para lembra-lo que as complicações da vida são fases da Lua, e que todas tem algo a ensinar para nós. Suspirei, sorri e ri ♥


NOTA:  


divulgar

comentar

13 setembro 2014

Lançamentos de Setembro !

Estão sabendo dos lançamentos do mês de Setembro? Ainda não? Então confira aqui :]

EDITORA NOVO CONCEITO

                                               
Bem-vindo a Veneza, a Cidade do Amor. Ele traiu, mas foi uma única vez! Evie Dexter prometeu perdoar seu noivo, Rob e todos os esforços para absolvê-lo de seus pecados estão valendo a pena: nos últimos 10 dias, ela só o chamou de cafajeste 11 vezes. Graças aos céus, sua carreira de guia de turismo está indo muito bem. Evie já conheceu a elegante Dublin, a estilosa Marrakech e a descolada Amsterdã. Quando é convidada para visitar, com todo o luxo e glamour, a sensual cidade de Veneza, com seu vinho delicioso e os italianos impetuosos, ela agarra a oportunidade com unhas e dentes. Se você está à procura de romance, já encontrou o seu destino: embarque em Aconteceu em Veneza, viaje com Evie e tente responder a esta pergunta: o que você faria se estivesse no lugar dela?

                                               
Em O Lado mais Sombrio , a releitura dark de Alice no País das Maravilhas , Alyssa Gardner foi coroada Rainha, mas acabou preferindo deixar seus afazeres reais para trás e viver no mundo dos humanos. Durante um ano ela tentou voltar a ser a Alyssa de antes, com seu namorado, Jeb, sua mãe, que voltou para casa, seus amigos, o baile de formatura e a promessa de ter um futuro em Londres. No entanto, Morfeu, o intraterreno sedutor e manipulador que povoa os sonhos de Alyssa, não permitirá que ela despreze o seu legado. O mesmo vale para o País das Maravilhas, que parece não ter superado o abandono. Alyssa se vê dividida entre dois mundos: Jeb e sua vida como humana... e a loucura inebriante do mundo de Morfeu. Quando o reino delirante começa a invadir sua vida real , Alyssa precisa encontrar uma forma de manter o equilíbrio entre as duas dimensões ou perder tudo aquilo que mais ama.

                                                  
   AMIGOS E INIMIGOS. PERIGO E MAGIA. MORTE E VIDA. A maioria dos garotos faria qualquer coisa para passar no Desafio de Ferro. Callum Hunt não é um deles. Ele quer falhar. Se for aprovado no Desafio de Ferro e admitido no Magisterium, ele tem certeza de que isso só irá lhe trazer coisas ruins. Assim, ele se esforça ao máximo para fazer o seu pior... mas falha em seu plano de falhar. Agora, o Magisterium espera por ele, um lugar ao mesmo tempo incrível e sinistro, com laços sombrios que unem o passado de Call e um caminho tortuoso até o seu futuro. Magisterium - O Desafio de Ferro nasceu da extraordinária imaginação das autoras best-seller Holly Black e Cassandra Clare. Um mergulho alucinante em um universo mágico e inexplorado.

                                            
Nell e Kyle são amigos desde a infância. Sempre fizeram tudo juntos, então ela nem se lembra de quando se tornaram realmente um casal. Quando Kyle morre da forma mais repentina, o mundo de Nell é lançado em um abismo de incertezas e dor. É quando Nell conhece Colton, irmão de Kyle e até então um completo desconhecido para ela. Estranhamente, é como se Colton a conhecesse há muito tempo... é como se ele a conhecesse por dentro. Ambos passam, então, a lutar para seguir em frente da melhor maneira possível. Nell, sufocada pelo peso da culpa.Colton, lutando contra a força que o arrasta em direção a ela... Cada um à sua maneira, os dois precisam desesperadamente encontrar o sentido da cura e do perdão. Em Entre a paixão e a dor, Jasinda Wilder combina o calor do desejo com a angústia, a perda da inocência, o luto e as tentativas de recomeço. O resultado é uma viagem ao mesmo tempo sensual e melancólica que ficará gravada em sua pele muito tempo depois que esta história terminar.
                                           
O que acontece quando duas pessoas que foram feitas uma para outra simplesmente não conseguem ficar juntas? Todo mundo acha que Rosie e Alex nasceram para ser um casal. Todo mundo menos eles mesmos. Grandes amigos desde criança, eles se separaram na adolescência, quando Alex se mudou com sua família para os Estados Unidos. Os dois não conseguiram mais se encontrar, mas, através dos anos, a amizade foi mantida através de emails e cartas. Mesmo sofrendo com a distância, os dois aprenderam a viver um sem o outro. Só que o destino gosta de se divertir, e já mostrou que a história deles não termina assim, de maneira tão simples.

EDITORA INTRÍNSECA

                                                
 "Mais de um milhão de pessoas leu a história de August e se apaixonou por Auggie Pullman, um garoto normal com um rosto extraordinário. Agora os leitores terão a oportunidade de ver o lado do mais controverso personagem do livro, Julian. Desde o primeiro dia que Auggie e Julian se conheceram, estava claro que nunca seriam amigos, com Julian tratando Auggie como se tivesse peste. E enquanto Extraordinário conta a história de Auggie através de ponto de vistas diferentes, o lado de Julian nunca foi compartilhado, os leitores somente poderiam adivinhar o que pensava. Até agora. The Julian Chapter finalmente revelará o lado do fanfarrão da história. Por que ele era tão cruel? E haverá uma chance de redenção?"

                                                   
(365 DIAS EXTRAORDINÁRIOS, de R. J. Palacio )  "No romance Extraordinário, o leitor teve a chance de conhecer o memorável professor de August Pullman, o Sr. Browne, que no primeiro dia de aula, antes mesmo de se apresentar aos alunos, ofereceu uma profunda lição sobre a importância de cultivarmos preceitos positivos em nosso cotidiano, regras capazes de nos inspirar a fazer escolhas cada vez mais acertadas ao longo da vida. O discurso do professor fez com que Auggie, pela primeira vez, pensasse que frequentar a escola poderia não ser tão má ideia. É essa a inspiração que 365 dias extraordinários pretende levar ao leitor. A bela edição reúne uma coleção de preceitos que vão iluminar, confortar e desafiar cada um a se tornar uma pessoa melhor. São palavras de sabedoria pinçadas de fontes que vão desde músicas e grandes obras da literatura até inscrições em tumbas egípcias e frases de biscoitos da sorte, incluindo passagens de alguns dos mais importantes personagens de Extraordinário e de mais de cem dos milhares de leitores que enviaram seus preceitos à escritora R. J. Palacio. 365 dias extraordinários: o livro de preceitos do Sr.Browne é uma celebração da gentileza, da esperança, da força de vontade e do poder do coração."

                                                     
GAROTA EXEMPLAR, de Gillian Flynn ( Capa do filme)
"Uma das mais aclamadas escritoras de suspense da atualidade, Gillian Flynn apresenta um relato perturbador sobre um casamento em crise. Com 4 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo – o maior sucesso editorial do ano, atrás apenas da Trilogia Cinquenta tons de cinza –, "Garota Exemplar" alia humor perspicaz a uma narrativa eletrizante. O resultado é uma atmosfera de dúvidas que faz o leitor mudar de opinião a cada capítulo. Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, a linda e inteligente esposa de Nick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississippi. Aparentemente trata-se de um crime violento, e passagens do diário de Amy revelam uma garota perfeccionista que seria capaz de levar qualquer um ao limite. Pressionado pela polícia e pela opinião pública – e também pelos ferozmente amorosos pais de Amy –, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamentos inapropriados. Sim, ele parece estranhamente evasivo, e sem dúvida amargo, mas seria um assassino? Com sua irmã gêmea Margo a seu lado, Nick afirma inocência. O problema é: se não foi Nick, onde está Amy? E por que todas as pistas apontam para ele?"

                                                        O Sangue do Olimpo - Série Os Heróis do Olimpo
O SANGUE DO OLIMPO, de Rick Riordan - Livro 05- Série Heróis do Olimpo
"No desfecho da série Os Heróis do Olimpo, os tripulantes gregos e romanos do Argo II têm feito progresso em suas constantes missões, mas ainda não estão nem perto de vencer a sanguinária Mãe Terra, Gaia. Os gigantes estão de volta — mais fortes do que nunca —, e os semideuses precisam impedi-los antes da Festa de Spes, momento em que Gaia planeja despertar, derramando o sangue do Olimpo. Para piorar, visões frequentes da terrível batalha no Acampamento Meio-Sangue assombram os sete semideuses. A legião romana do Acampamento Júpiter, comandada por Octavian, está se aproximando das fronteiras do acampamento grego. Por mais que seja tentador usar a Atena Partenos como arma secreta contra os gigantes, eles sabem que a estátua é necessária em Long Island, onde talvez consiga impedir uma guerra entre os acampamentos. A Atena Partenos irá para o oeste, enquanto o Argo II segue para o leste. Os deuses, ainda sofrendo com a dupla personalidade, não podem ajudar. Como os jovens conseguirão vencer sozinhos um exército de gigantes? A viagem para Atenas é perigosa, mas não há outra opção. Elas já sacrificaram muito para chegar onde estão. E se Gaia despertar, será o fim." 

EDITORA ARQUEIRO

                                                       
Blaire Wynn conheceu Rush Finlay num momento muito difícil da vida dela, logo depois de perder a mãe e a casa em que morava. Filho de um astro do rock, Rush vivia num mundo de luxo, sexo sem compromisso e total despreocupação com o futuro. Exatamente o oposto de tudo o que Blaire conhecia. Mesmo com tantas diferenças, a paixão entre os dois foi arrebatadora. Porém Rush guardava um segredo de sua família que levou ao fim do namoro – e a um período de tristeza absoluta para o casal. Mas eles já não sabiam viver um sem o outro e cederam de novo àquele sentimento irresistível. Agora Blaire está grávida, eles estão felizes e planejam se casar. Mas nem tudo está garantido. O pai de Rush chega trazendo más notícias e novamente os antigos problemas de família podem fazer com que os dois se afastem. Último volume da trilogia Sem Limites, que já vendeu mais de 5 milhões de exemplares no mundo todo, Amor sem limites é um livro sexy que vai fazer você acreditar que para cada problema há uma solução – e, quando se trata de relacionamento, a cama é sempre um bom local para resolver conflitos. 

                                            
"Durante toda a trilogia “O Século”, Ken Follett narrou a saga de cinco famílias – americana, alemã, russa, inglesa e galesa. Agora seus personagens vivem uma das épocas mais tumultuadas da história, a enorme turbulência social, política e econômica entre as décadas de 1960 e 1980, com a luta pelos direitos civis, assassinatos, movimentos políticos de massa, a guerra do Vietnã, o Muro de Berlim, a Crise dos Mísseis de Cuba, impeachment presidencial, revolução... e rock and roll!
Na Alemanha Oriental, a professora Rebecca Hoffman descobre que durante anos foi espionada pela polícia secreta e comete um ato impulsivo que afetará sua família para o resto de suas vidas. 
George Jakes, filho de um casal mestiço, abre de mão de uma brilhante carreira de advogado para trabalhar no Departamento de Justiça de Robert F. Kennedy e acaba se vendo não só no meio do turbilhão da luta pelos direitos civis, como também numa batalha pessoal. 
Cameron Dewar, neto de um senador, aproveita a chance de fazer espionagem oficial e extraoficial para uma causa em que acredita, mas logo descobre que o mundo é um lugar muito mais perigoso do que havia imaginado. 
Dimka Dvorkin, jovem assessor de Nikita Khruschev, torna-se um agente primordial no Kremlim, tanto para o bem quanto para o mal, à medida que os Estados Unidos e a União Soviética fazem sua corrida armamentista que deixará o mundo à beira de uma guerra nuclear.Enquanto isso, as ações de sua irmã gêmea, Tanya, a farão partir de Moscou para Cuba, Praga Varsóvia – e para a história.
Como sempre acontece nos livros de Ken Follett, o contexto histórico é brilhantemente pesquisado, a ação é rápida, os personagens são ricos em nuances e emoção. Com a mão de um mestre, ele nos leva a um mundo que pensávamos conhecer, mas que nunca mais vai nos parecer o mesmo."

                                             
Sean King e Michelle Maxwell estão no Maine. Mais precisamente, na pequena cidade de Machias, onde fica Cutter’s Rock, um presídio de segurança máxima que abriga os criminosos mais abomináveis dos Estados Unidos. É ali que está Edgar Roy, o homem que precisa da ajuda deles.
Sean e Michelle foram contratados por Ted Bergin, o advogado de Roy, que pede que os investigadores descubram evidências em que ele possa basear a defesa de seu cliente. Ted, no entanto, não tem chance de lhes dar mais detalhes sobre o caso. A caminho de seu primeiro encontro com os investigadores, ele é morto na estrada, com um tiro à queima-roupa.
Ex-professor de Sean, Ted o ajudou em um momento difícil de sua vida. Sean não vai deixar que sua morte fique impune.
Só que nada na vida de Ted parece motivar um assassinato – a não ser que haja algo obscuro no caso de Edgar Roy. E, ao investigá-lo, Sean e Michelle podem incomodar os altos escalões do governo dos Estados Unidos.
Numa trama em que a vida e a morte se enfrentam em cada página, David Baldacci expõe segredos por trás da CIA, do FBI e da NSA.

                                              Primavera eterna
Maia é uma jovem publicitária bem-sucedida. Tem um emprego estável, um namoro estável, uma vidinha estável. Até demais. Certo dia, tentando imaginar como seria sua vida no futuro, o casamento, os filhos, visualiza duas crianças loirinhas correndo... Loirinhas? Então ela se dá conta de onde vem aquela cor de cabelos: Diogo, o menino por quem se apaixonou à primeira vista aos 12 anos, numa cidadezinha do interior, onde costumava passar os fins de semana com a família. Acontece que ele se mudou para os Estados Unidos há mais de dez anos e, a essa altura da vida, já nem deve se lembrar mais dela. Mesmo assim, num impulso, Maia pede férias na agência, inventa uma viagem de trabalho como desculpa para o namorado e vai para Nova York, atrás do seu primeiro amor. Primavera eterna é a história de uma jovem cheia de sonhos esquecidos, que ousa arriscar tudo o que tem e acaba encontrando a si mesma.

                                              Mar da Tranquilidade
Nastya Kashnikov foi privada daquilo que mais amava e perdeu sua voz e a própria identidade. Agora, dois anos e meio depois, ela se muda para outra cidade, determinada a manter seu passado em segredo e a não deixar ninguém se aproximar. Mas seus planos vão por água abaixo quando encontra um garoto que parece tão antissocial quanto ela. É como se Josh Bennett tivesse um campo de força ao seu redor. Ninguém se aproxima dele, e isso faz com que Nastya fique intrigada, inexplicavelmente atraída por ele. A história de Josh não é segredo para ninguém. Todas as pessoas que ele amou foram arrancadas prematuramente de sua vida. Agora, aos 17 anos, não restou ninguém. Quando o seu nome é sinônimo de morte, é natural que todos o deixem em paz. Todos menos seu melhor amigo e Nastya, que aos poucos vai se introduzindo em todos os aspectos de sua vida. À medida que a inegável atração entre os dois fica mais forte, Josh começa a questionar se algum dia descobrirá os segredos que Nastya esconde – ou se é isso mesmo que ele quer.
                                                 Escravas de coragem
Belle já tinha problemas suficientes preparando a comida da casa-grande e cuidando para se manter longe dos olhos de D. Martha e de seu filho, Marshall. Eles não sabem que, na verdade, ela é filha ilegítima do capitão James Pyke, por isso imaginam o pior em relação à preferência do capitão pela escrava mestiça. Ser responsável por uma menina meio doente que acaba de chegar à fazenda é um tormento do qual Belle não precisava. A garota parece incapaz de reter comida no estômago, mal fala, não se lembra de nada e, às vezes, é até meio assustadora, com sua cara de avoada. Além de tudo é branca e tem cabelos cor de fogo. Mas Belle sabe que, entre as pessoas que a acolheram, a cor da pele não significa nada e por isso acaba recebendo Lavinia de braços abertos. Esse é apenas o início da saga de uma família formada por laços que vão muito além do sangue. Uma história de coragem, esperança, força e amor à vida

EDITORA RECORD

                                                        
Após Graham enviar, por engano, um e-mail para Ellie falando sobre seu porco de estimação Wilbur, nasce uma inesperada amizade virtual. Ele é um astro de cinema, e ela, uma menina simples que faz o possível para passar despercebida, tentando esconder um escândalo do passado. Sem nem saber o nome um do outro, eles começam uma correspondência virtual, compartilhando segredos, esperanças e medos. Quando surge a oportunidade de Graham filmar seu próximo filme na pequena cidade de Ellie, o relacionamento ganha contornos reais. Duas pessoas de mundos tão diferentes conseguirão ficar juntas?

                                                
Bea acredita que é a mais entediante adolescente do mundo. Aos 17 anos, não é popular, engraçada ou bonita. A única coisa interessante em sua vida é o pai, que a abandonou mesmo antes de ela nascer e agora vive em Paris. Bea recebe um convite para passar as férias em Málaga e com um bônus: pode se afastar da mãe irritante e controladora. Porém, depois de apenas 48 horas na Espanha, ela se flagra mudando o itinerário.
Ansiando pela vida parisiense a cada momento de sua apagada existência, ela acaba na cidade luz, à procura do pai que nunca conheceu. No caminho, conhece Toph, um estudante americano mochilando pela Europa e, em vez de achar o pai pelos cafés e boulevards de Paris, ela acaba perdendo um pouco a cabeça. Mas pode encontrar muito mais do que desejava. Pode encontrar a si própria.

                                                 
O amor de Will e Layken enfrentou — e venceu — proibições, impedimentos, ciúme, tragédia. Mas, agora casados, os dois se sentem seguros do sentimento que os une.
Lake e Will estão em plena lua de mel, encantados com o futuro que têm pela frente. Lake quer saber tudo que há para saber sobre o marido — mesmo quando este se torna reticente quanto a despertar memórias dolorosas. Pouco a pouco, Lake convence Will a desembaraçar os nós da própria história e, pela primeira vez, seus mais íntimos sentimentos e pensamentos ganham voz.
Sob a ótica de Will, revisitamos os bons e maus momentos. E conhecemos alguns fatos chocantes. O futuro de Will e Lake agora depende de como os dois lidarão com essas revelações...

EDITORA VERUS

                                             UM AMOR DE CINEMA
Neste irresistível romance, Kenzi Shaw, uma designer fanática por filmes, é lançada nas águas turbulentas do amor — ao estilo de Hollywood — quando seu lindo ex-namorado lhe propõe uma série de desafios relacionados a comédias românticas para reconquistar seu coração. 
Que garota não gostaria de vivenciar a cena das compras de Uma linda mulher? É o desafio número dois da lista. Ou tentar fazer os passos de dança de Dirty dancing? É o número cinco. Uma lista, dez momentos românticos de filmes e várias aventuras depois, Kenzi se pergunta: ela deve se casar com o homem que sua família adora ou arriscar tudo por um amor de cinema?

Quais vocês estão na sua listinha de compras para esse mês? To desejando alguns *-*





divulgar

comentar