• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
31 dezembro 2014

Retrospectiva Literária 2014

Oie galera ! Fim de ano chegou e agora vocês poderão conferir a retrospectiva de melhores livros de 2014. Promovida pelo blog Pensamento tangencial .


A aventura que me tirou o fôlego: Desafio #1 - C.J. Redwine – Uma distopia

O terror que me deixou sem dormir:  No escuro - Elizabeth Haynes   - Não é exatamente terror, mas meio que me deixou sem dormir.

O suspense mais eletrizante:  Garota Exemplar - Gillian Flynn

O romance que me fez suspirar: Se eu ficar #1 - Gayle Forman

A saga que me conquistou: Maze Runner- Correr ou Morrer #1, James Deshner

O clássico que me marcou: Não li nenhum clássico esse ano, mas tenho como meta ler no proximo.

O livro que me fez refletir:
A vida do livreiro A.J. Fikry

O livro que me fez rir: A lua de mel - Sophie Kinsella 

O livro que me fez chorar: Cante para eu dormir -Angela Morrison

O livro de fantasia que me encantou: Trilogia Peças Infernais – Cassandra Clare

O livro que me decepcionou: A Ruiva Revelada #2 - Alice Clayton

O livro que me surpreendeu: Belleville - Felipe Colbert 

O thriller psicológico que me arrepiou: Dias perfeitos - Raphael Montes

O livro mais criativo: Garotos Corvos - Maggie Stiefvater   

O melhor HQ:
Fiquei na dúvida quanto a Maus - Art Spiegelman e Persepolis- Marjane Satrapi . O primeiro se passa na Segunda Guerra Mundial e a segunda, na revolução iraniana, mas principalmente o papel da mulher em uma sociedade que ela não tem voz, nem expressão.

O infanto-juvenil que se superou: Passarinha -  Kathryn Erskine

O livro que mudou a minha forma de ver o mundo: Fique onde está e então corra- John Boyne. Adoro livros com cenários da Primeira e Segunda Guerra Mundial. Eles conseguem passar sentimentos e lembrar uma época que a ambição e o individualismo reinaram frente ao problemas da sociedade (fome,miséria,racismo). Relembrar e ler novas histórias que ainda existem para lembrar das atrocidades que o homem é capaz de cometer.

A capa mais bonita:  
O livro mais desejado e finalmente tido na estante - o mais lindo .
 
O livro que li em um dia: Mentirosos -E.Lockhart, um dos últimos livros do ano foi o enredo que mais me chocou e me deixou um pouco tensa ao terminar, porque tentei desvendar tudo e não consegui.

O primeiro livro que li no ano: Psicose do amor - Marina Duarte, uma linda e fofa que tive o prazer de ler seu primeiro livro.

O ultimo livro que terminei: Um dia de cada vez - Courtney C.Stevens , um bom drama, mas que não conseguiu tirar mais do que 4 estrelinhas na classificação, apesar da abordagem diferente de traumas.

O livro que abandonei: Quando uma garota entra no bar - Helena S. Paige

O livro que li por indicação: Toda a trilogia  Sábado a noite, daBabi Dewet indicada pela Júlia do Chuva Literária, que falou tanto nessa trilogia que tive que ler e conferir. Uma das melhores trilogias musicais do meu ano ♥

A frase que não saiu da minha cabeça:
"As coisas que nos derrubam na vida são testes, e esses testes nos forçam a escolher entre desistir, ficar caída no chão ou sacudir a poeira e se levantar com ainda mais firmeza que antes. Estou escolhendo me levantar com mais firmeza. Provavelmente vou ser derrubada mais algumas vezes antes da vida se cansar de mim, mas garanto que nunca vou ficar caída no chão." p.375 – Um caso perdido – Colleen Hoover

A personagem do ano: Emma de “Uma razão para respirar”, Rebecca Donovan. Todo mundo que acompanha o canal sabe, que eu falei muito dessa trilogia e indiquei demais para todos lerem. Então, não é a toa que Emma ia se tornar minha personagem favorita, apesar do temperamento confuso e de algumas escolhas erradas, Emma tinha o direito de decisão acima de tudo visto a toda a violência que passou.

O casal perfeito: Will e Lanke, da trilogia Slammed da Colleen Hoover.

A autora revelação: A.G. Howard , autora do Lado Mais Sombrio #1, uma readaptação sombria de Alice no país das maravilhas, mas totalmente diferente e uma mundo fascinante.

O melhor livro nacional: Encontrada #2 - Carina Rissi é uma das minhas autoras favoritas e esse foi um dos melhores livros nacionais lidos neste ano entre tantos. A mistura de décadas diferentes, a comedia de Sofia e o romantismo de Ian... ♥

O melhor livro que li em 2014: Não tenho o melhor dos melhores, mas citarei Um caso perdido, da Colleen Hoover. Não é novidade que ela é demais e tudo o que ela fez nesse livro me tocou profundamente, de uma forma inesperada.

Li em 2014 192 livros.

A minha meta literária para 2015 é: Não vou estipular número de livros, mas começar a ler livros em inglês, mesmo com o dicionário do lado e ler novos autores, principalmente do gênero Fiçção. Ler mais livros da Jane Austen e continuar as trilogias e séries.

Indico a Júlia do Chuva Literária , a Keyla do Ansiedade Literária e a Sheyla do Na vibe ! Feliz 2015 :)



divulgar

1 comentário

28 dezembro 2014

Resenha: Fangirl, Rainbow Rowell


Fangirl

Autora: Rainbow Rowell
Páginas: 421
Ano: 2014
Editora: Novo Século 
Sinopse: Cath é fã da série de livros Simon Snow. Ok. Todo mundo é fã de Simon Snow, mas para Cath, ser fã é sua vida – e ela é realmente boa nisso. Vive lendo e relendo a série; está sempre antenada aos fóruns; escreve uma fanfic de sucesso; e até se veste igual aos personagens na estreia de cada filme. Diferente de sua irmã gêmea, Wren, que ao crescer deixou o fandom de lado, Cath simplesmente não consegue se desapegar. Ela não quer isso. Em sua fanfiction, um verdadeiro refúgio, Cath sempre sabe exatamente o que dizer, e pode escrever um romance muito mais intenso do que qualquer coisa que já experimentou na vida real. Mas agora que as duas estão indo para a faculdade, e Wren diz que não a quer como companheira de quarto, Cath se vê sozinha e completamente fora de sua zona de conforto. Uma nova realidade pode parecer assustadora para uma garota demasiadamente tímida. Mas ela terá de decidir se finalmente está preparada para abrir seu coração para novas pessoas e novas experiências. Será que Cath está pronta para começar a viver sua própria vida? Escrever suas próprias histórias?

Depois de ter lido Eleanor& Park, eu leria tudo o que a Rainbow escrevesse, podia até ser lista de supermercado ou post- it.  E graças que a Editora Novo Século trouxe mais lançamentos para o Brasil, entre eles: Fangirl.

A Cath é uma nerd de 18 anos que acaba de entrar na faculdade, mudando totalmente sua vida, já que nao gosta de conhecer gente nova, é muito tímida e estranha e quer passar o dia escrevendo fanfic. Além de, querer cuidar de seu pai e da sua irmã gemea, Wren. Cath é fechada e pouco sociavel, que faz de tudo para nao chamar atençao e a unica coisa que permite acalma-lá é escrever sobre Simon e Baz, personagens de uma série de livros e filmes de uma autora famosa. Cath criou histórias sobre esses personagens a partir, Fanfic, conquistando fãs e muitas visualizações em todo mundo.

"Para ser nerd mesmo, ela definira, era preciso preferir os mundos da ficção ao mundo real. Cath se mudaria para o mundo dos magos sem pensar duas vezes".

Enquanto sua irmã , Wren, quer aproveitar sua liberdade, indo a diversas festas das fraternidades, conhecendo pessoas novas, bebendo mais do que devia; Cath quer ficar quietinha no seu mundinho, dedicando-se a escrever antes que o ultimo livro da série seja lançado. Mas, será que ela vai conseguir conciliar os trabalhos, provas, aquele garoto fofo e a fanfic? 

" A ideia de escrever fanfiction é poder brincar com o universo de outra pessoa. Reescrever as regras. Ou alterá-las. A história não tem que terminar quando Gemma Leslie cansar dela. Você pode ficar nesse mundo, esse mundo que você ama, quanto quiser, contanto que pense em novas histórias... "

Rainbow criou tantos personagens distintos que cada um me conquistou de um jeito. Levi, o garoto do Starbucks que tomou meu coração de um jeito ao gostar de ouvir livros. O livro alterna entre narrativas em 3º pessoa e histórias fanfics escritas por Cath. 

Acredito que Rainbow deu enfoque a várias questões tão presentes, como: o mundo virtual, a relaçao de criaçao dos fanfics, a adaptação e o crescimento de Cath na faculdade, enfrentando os desconhecidos; relacionamento familiar e o Levi né? Quem não iria querer alguém que ame ler ou no caso do Levi, ame escutar histórias?  Enfim, a Rainbow é minha queridinha de livros nerds desde sempre e continuará sendo.

"Saber que estavam novamente na mesma cidade fez a saudade arder dentro dela. No estômago. Por que as pessoas falam tanto em coração?".

Este é o tipo de livro recomendado para fãs da Rainbow ou que querem uma leitura rápida, divertida, com diálogos originais e sem grandes dramas; um romance fofo e que se identifica com fanfic, para quem AMA uma personagem nerd ( eu amo) e Young Adult !
" - Por que escrevemos ficção?
Por que eu escrevo? Para ser outra pessoa, Cath pensou.
Para nos libertarmos de nós mesmos.
Para parar. Parar de ser qualquer coisa em qualquer lugar.Para desaparecer. "

NOTA:  


divulgar

comentar

26 dezembro 2014

Resenha: Eu Escolhi respirar, Rebecca Donovan

Eu Escolhi Respirar
Título : Eu Escolhi Respirar - Trilogia Breathing - Livro 03
Autora : Rebecca Donovan
Editora : Pandorga
Ano : 2014
Páginas :424
Sinopse : Emma Thomas está se escondendo. De tudo e de todos inclusive de si mesma. Mas não pode se esconder para sempre. Seu passado a encontrará, e seus segredos não ficarão em silêncio não se ela quiser ser perdoada. Emma aprende que honestidade pode ferir mais do que traição, e que a verdade pode lhe custar o único amor que já conheceu.

O último livro da trilogia Breathing veio para arrasar meu coração e mostrar o outro lado da Emma, que tenta fugir de todos os segredos e dores do passado. Escondendo-se de si mesma, mas ela não poderá fugir para sempre das pessoas, principalmente das que ama, porque um dia ela poderá perdê-las.

“Minhas entranhas ainda queimavam. Considerei o que eu poderia fazer para empurrar o tormento de volta para a escuridão e voltar ao meu estado dormente. Eu não poderia fazê-lo por conta própria. Eu precisava de ajuda. Eu estava desesperada."

Emma está morando com mais 3 garotas, está no preparatório de medicina, vivendo a sombra da sua rotina e é posta frente a dor e as lembranças que  sofreu no 2º livro da série. Dois anos passaram e ela sente tanto a falta de Evan,que por vezes toma drásticas atitudes e se refugia na bebida para esquecer por algumas horas a dor da perda, as palavras da sua mãe e vai aprender que a verdade é a melhor maneira de se liberta da culpa.

" Amar era fácil. Tudo o que eu precisava fazer era olhar nos olhos dele e ver isso. No balanço irregular da minha vida eu havia experimentado amor e perda. A perda me desafiou a ser forte, mas foi o amor que me ajudou quando fui fraca. Eu era uma sobrevivente. E agora eu queria me concentrar em viver a minha vida."

Essa é uma das minhas trilogias preferidas, realmente de tirar o folego até a ultima página. Lutei para ler as 420 páginas sem perder o ar. Entre o desespero de Emma, os traumas da sua vida, pude entender que. muitas vezes encontramos nas drogas ou bebida uma forma de esquecer, mas que acaba sendo o remédio errado para a cura de nossas dores. Peguei-me querendo dar um tapa em Emma e faze-la acordar e recuperar a vida que tinha, a felicidade que outrora foi perdida há alguns anos. 

Evan continua doce, meigo e paciente como sempre. Mostrando que o amor pode superar todos os problemas. Essa série intensa e dramática consegue fazer você esquecer de respirar, até colocar-se no lugar da Emma nos seus momentos de adrenalina ou de dor. Preciso dizer que vale mais do que a pena ler ? Confira aqui as resenhas dos outros livros:



 NOTA:  


divulgar

5 comentários

24 dezembro 2014

Resenha: Proibido , Thabita Suzuma


Título : Proibido 
Autora: Tabitha Suzuma
Editora: Valentina
Páginas: 302
Ano: 2014
Sinopse :Ela é doce, sensível e extremamente sofrida: tem dezesseis anos, mas a maturidade de uma mulher marcada pelas provações e privações da pobreza, o pulso forte e a têmpera de quem cria os irmãos menores como filhos há anos, e só uma pessoa conhece a mágoa e a abnegação que se escondem por trás de seus tristes olhos azuis. Ele é brilhante, generoso e altamente responsável: tem dezessete anos, mas a fibra e o senso de dever de um pai de família, lutando contra tudo e contra todos para mantê-la unida, e só uma pessoa conhece a grandeza e a força de caráter que se escondem por trás daqueles intensos olhos verdes. Eles são irmão e irmã. Mas será que o mundo receberá de braços abertos aqueles que ousaram violar um de seus mais arraigados tabus? E você, receberia? Com extrema sutileza psicológica e sensibilidade poética, cenas de inesquecível beleza visual e diálogos de porte dramatúrgico, Suzuma tece uma tapeçaria visceralmente humana, fazendo pouco a pouco aflorar dos fios simples do quotidiano um assombroso mito eterno em toda a sua riqueza, mistério e profundidade.

Como apresenta-los a uma história proibida e tocante? Lochan tem 17 anos, Maya tem 16 anos e são os irmãos mais velhos de uma família bagunçada. Sempre melhores amigos, sempre apoiando um ao outro, passando por experiências traumatizantes e chegando a "fase adulta" antes da hora, com tantas responsabilidades. O pai abondou os 5 irmãos e a mãe alcoólatra é uma irresponsável que não liga para os filhos.

 Lochan e Maya cuidam dos seus irmãos mais novos, assumindo os papeis de pai e mãe. Kit em plena fase rebelde da adolescente e duas crianças pequenas demais para entender o porque tanto estresse. Divididos entre as tarefas da escola e as obrigaçoes de casa, fazem tudo para manter a ordem e minimizar a falta de pais presentes na vida dos pequenos. 

Willa e Tiffin, sao irmãos de 5 e 8 anos, sendo os mais inocentes, precisando de cuidados todo o tempo. Porém, Lochan e Maya fazem de tudo para nao ter nenhum problema e mentiras fazem-se necessárias pela mãe que nao tem condições de cuidar dos filhos, tudo isso para que o serviço social nao apareça e os separem.

 Lochan é um garoto inteligente, mas com dificuldades para comunicação com outras pessoas, sendo pressionado para falar em publico. Um garoto paciente, generoso mesmo com tantos problemas familiares que ele têm que lidar. A única pessoa que o entende é sua irmã: Maya, melhor amiga e alma gêmea. 

"Não posso dizer. Não posso dizer logo à você. Durante a minha vida inteira você foi a única pessoa com quem pude me abrir. A única pessoa que eu sempre podia contar que compreenderia."

Maya é uma garota linda, sensível, passa todo o amor e a calma para seus irmãos mais novos e tenta dar uma vida normal. Divide suas tarefas com Lochan. Maya e Lochan sao as únicas pessoas que se entendem. As tarefas, as brigas, as responsabilidades. De tão unidos passam a apaixonados um pelo outro. E mesmo sabendo que é errado esse amor, nao conseguem aceitar como pode algo tao natural ser errado. 

"Não aguento pensar que possa ter perdido nossa intimidade, nossa amizade, nosso vínculo de confiança. Ele sempre foi tão mais que apenas um irmão. Ele é minha alma gêmea, meu oxigênio, a razão pela qual eu espero com ansiedade pelo momento de acordar todos os dias. Sempre soube que o amava mais do que a qualquer pessoa do mundo – e não apenas de um jeito fraternal […]"

Proibido vai muito além do que se possa imaginar. Então, para ser sincera eu pediria para não ler essa resenha mesmo você, leitor, já tendo começado. Mas, Proibido vai além do comum, de um tabu. Mostra duas pessoas sinceras, que tentam manter a família unida, sacrificando-se pela vida normal dos irmãos mais novos para evitar problemas furos. Duas pessoas que por amarem demais, cometeram o erro ou o acerto de aceitar o amor como lhe foi dado.  

"– […] Não vou deixar que ninguém nos proíba…[…]
– Mas é o mundo inteiro – diz, sua voz um sussurro angustiado. – Como vamos conseguir triunfar sobre o mundo inteiro?"

A escrita da Tabitha é simplesmente inesquecível, uma narrativa fluida, encantadora, que te provoca, meche, incita a sentir tudo. As cenas do livro passaram na minha mente, vivi cada momento e me peguei pensando sobre o incesto consensual e sua existência sendo um tabu. 

"No fim das contas, o que importa mesmo é o quanto você pode suportar, o quanto pode resistir. Juntos, não fazemos mal a ninguém; separados, nós definhamos."

Uma história perturbadora, linda, de deixar o coração de quem lê dolorido e tocado. Esse sempre será o livro que lembrarei como perturbador, algo impossível de esquecer e nao sentir. Com o coração em estilhaços indico essa obra. LEIA !

[…]nunca se passou pela minha cabeça que pudesse haver um passo a mais…
Mais sei que é ridículo, absurdo demais até pensar nisso. Nós não somos assim. Não somos doentios. Somos apenas um irmão e uma irmã que por acaso também são os melhores amigos um do outro. É assim que sempre foi entre nós dois. Não posso perder isso, ou não vou sobreviver.

NOTA:  (X 2 )


divulgar

1 comentário

21 dezembro 2014

Resenha: Me ajude a chorar, Carpinejar



Título : Me Ajude A Chorar
Autor: Fabrício Carpinejar
Ano: 2014 
Páginas: 156
Editora: Bertrand Brasil
Sinopse : Depois de títulos que refletiam momentos de sua vida pessoal, em Me ajude a chorar, Carpinejar, pela primeira vez, une textos sem um tema central. São crônicas com assuntos variados, mas com uma singularidade: a melancolia e a tristeza. Sempre, obviamente, com a ironia característica. Um livro com sentimentos. Um livro à flor do osso.Carpinejar mostra a sua mais intensa fragilidade, provando que, na verdade, nesta terapia ou catarse literária, todos devem ser muito felizes para suportar a tristeza verdadeira. Me ajude a chorar vai emocionar o leitor de maneira única.Dessa vez, Fabrício não fala a respeito de separação e relacionamentos, mas de temas mais gerais, mais coletivos, que buscam focar também em tragédias mínimas e pessoais, como o caso de uma senhora que estava para perder o marido e só desejava mais uma noite de conchinha com ele. Ela trocaria tudo na vida dela por esta noite.

Por tanto ouvir falar de Carpinejar e por já ter lidos algumas crônicas desse autor, comprei o novo livro na Black Friday. A capa convidativa e fotogênica me encantou. Fabricio é colunista em vários jornais e revistas. No seu novo livro, algumas crônicas já foram publicadas em jornais. A leitura é rápida, divertida e cada texto sem um toque diferente.

Um livro de sentimentos, histórias e pensamentos que nos fazem sorrir, chorar e se emocionar pela verdade das palavras. Textos curtos em que são compartilhados por momentos da infância, adolescência e vida adulta do Fabricio. Amor, separação, divorcio, morte e coisas do cotidiano são abordados.

” Não morro de uma única vez. Não desisto. Não me entrego mesmo que não veja saída. Quando não há porta, eu espero no escuro até ser a porta (…) Não há perda que seja total. Alguém pode me machucar terrivelmente, mas não me leva. Posso permanecer sequelado, mas sei cavar a terra por dentro da terra (…) Cambalear ainda é caminhar.”

Aquele livro para um final de tarde ou noite, para ler e  sentir, lembrar e resgatar da memorias se você já viveu algo parecido ou pensou. Aquele livro que é "aquele" livro de cabeceira, para ler sempre que precisar sorrir ou sentir tudo ou nada. 

Liberdade vem com o tempo, liberdade vem devagar, liberdade é esforço. Não ser do tamanho de nossa prisão, mas ser do tamanho de nossa vontade”

NOTA: 


divulgar

comentar


Resenha: Sábado à Noite 3 , Babi Dewet


Título: Sábado à Noite 3 - Com amor e música
Autora : Babi Dewet
Editora: Generale
Páginas:330
Sinopse :Esse pode ser o fim da trilogia, mas “Sábado à Noite 3 – Com amor e música” é apenas o começo da vida de Daniel Marques, o famoso vocalista e guitarrista da Scotty. Alta Granada não é mais o palco principal, agora, a banda formada por ele, Caio, Rafael e Bruno toca em shows lotados no país inteiro. Os músicos já não são mascarados amadores, são reconhecidos e estão aproveitando o máximo no melhor estilo rockstar, sem precisarem esconder os rostos, estampados nas capas de revistas, jornais e nos noticiários. Amanda, por outro lado, deverá decidir entre viver o sonho de sua vida ao lado de quem ama ou continuar na segurança da cidade pequena de sempre. Será que ela pode ser muito mais do que os outros pensam? Jogar tudo para o alto e lutar pelo amor nascido nas praias do interior e nos bailes de sábado à noite do colégio valerá a pena? Junto a seus melhores amigos, Daniel e Amanda enfrentarão a maior decisão de suas vidas no desfecho tão esperado dessa história. Junte-se a eles e mergulhe nas páginas recheadas de música, dramas e amizade do último volume de SAN.

Lembro de quando eu vi o primeiro livro da Trilogia Sábado a Noite da Babi Dewet. Conheci seus livros através da Pâm, do Garota it; da Melina Souza do Click Serendipity ; e da Júlia do Chuva Literária. As capas de imediato o que me  chamou atenção e o título sugeria algo bem divertido por envolver a música e ter alguns trechos de músicas do Mcfly, que eu escutei muito, há 4 anos atrás, quando eu era adolescente.

Em Com amor e música, a Scotty está muito famosa em todo o Brasil, sendo comparada até mesmo com Nxzero, mas estes sendo passados para trás, afinal, são os marotos conquistando multidões. Após quatro anos, as meninas e os meninos do Scotty se reencontram no casamento de Kevin, e ali muitas dores foram deixadas para trás porque nem o tempo foi capaz de apagar alguns sentimentos. Amanda e Daniel resolvem reatar e se arriscar a um destino incerto. Mesmo Amanda sabendo que Daniel anda sendo imaturo, complicado, vivendo naquele lema: sexo, drogas e rock n'roll, mas por amar demais ela tentará ajuda-lo e recuperar o antigo Daniel de volta. Será que Amanda e Daniel conseguiram reparar os erros do passado ?

"Era como se sua vida estivesse incompleta, sem sentido. E ninguém pudesse substituir isso."

Neste livro os marotos encaram a fama, a fase adulta e responsabilidades com a banda. Fred e Guiga estão prestes a ter um filho e tudo deixou de ser mais fácil e tranquilo na vida de todos. Mas, a juventude de todos flue das páginas pelas músicas, pelo humor e a amizade linda entre todos.

Ao ler esse livro pude realmente sentir que era todo cheio de amor e música, porque as horas passaram rápido demais quando voltei a acompanhar os garotos do Scotty e as "groupies (Anna, Carol, Amanda, Maya, Guiga). Babi citou vários problemas que os jovens hoje em dia tem, mas principalmente das bandas famosas. 


“ Se o nosso verdadeiro lar é onde o nosso coração está, ela sabia que estava em casa. Ali era o seu lugar.”

Acompanhar o crescimento dos garotos, suas burradas, as palhaçadas do Rafael, o Caio sendo sempre o mais sensato, o Daniel sempre conquistando e estraçalhando meu coração e o Bruno sendo o mais rebelde. As meninas e o Kevin me fizeram rir muito e o que dizer das composições de Daniel? Quem não queria um Scotty cantando e sorrindo para você ein ? ♥ Sem comentários para o final da trilogia da Babi Dewet. Só terei  algumas palavra: adorei conhecer a sua escrita, voltar a escutar Mcfly que estava esquecido na minha vida bagunçada, rir com os marotos e suspirar por cenas românticas. Estou mais que ansiosa para os próximos livros da Babi. Saudade SAN

Confira aqui o booktrailer de Sábado a noite 3 - Com amor e música: 



Sobre a autora :
Babi Dewet nasceu dia 30 de dezembro de 1986, no Rio de janeiro. No início da adolescência, morou em Alto Paraíso (GO). É formada em Cinema e dona de uma escola com projeto de reeducação para jovens. Considera-se uma eterna adolescente, sempre em busca da Terra do Nunca. Leitora assídua, é apaixonada por cultura pop, literatura fantástica e bandas britânicas. Seu maior sonho era ser uma rockstar, mas sem talento musical, encontrou nos livros sua verdadeira vocação. Babi possui um canal no Youtube chamado GD Entretenimento, com vídeos sobre música pop coreana (Kpop) e livros.

Confira:
Site: www.babidewet.com
Twitter: http://www.twitter.com/babidewet 
Facebook: http://www.facebook.com/oficialbabidewet
Instagram: http://instagram.com/babidewet


NOTA:  ♥ 


divulgar

1 comentário

19 dezembro 2014

Maratona Literária de Verão

    E ai pessoal? Nos 45 minutos do segundo tempo resolvi participar da Maratona Literária de Verão , proposta pelo Victor do Geek Freak. Um canal que eu adoro e morro de rir porque o Victor é engraçado, ué. Além de roubar várias dicas de distopias (meu gênero favorito + YA).
    E como estou de férias resolvi participar. A maratona ocorre de 22 de dezembro até 19 de janeiro. E a principal finalidade é superar seus limites. Um mês que vou finalizar trilogias e começar novas, além de ler outros livros que ficaram esquecidos neste ano. Postarei a foto ou o nome dos livros que vou ler ainda nessa semana. Pretendo ler mais de 12 livros.
   Vou atualizando as leituras pelo blog e pelo canal. Então, continuem acompanhando. E vocês? Vão participar da Maratona?


divulgar

comentar


Notícia: capa de "Amy & Matthew", de Cammie McGovern divulgada

                                 
A Galera Record divulgou a capa de Amy & Matthew, de Cammie McGovern, com previsão para o final de 2015.
Eu já tinha lido a sinopse desse livro no site da Galera Record e tinha adorado. O livro tem como personagem um garoto com TOC e uma garota com paralisia cerebral. E eles se amam e tem uma mágia cativante nisso. Confira a sinopse.

Sinopse : Amy ama Matthew e ele retribui esse amor. Essa é sua história.
Amy é honesta quanto as suas limitações. Ela nasceu com paralisia cerebral, não pode andar ou falar sem ajuda. Mas preso dentro deste corpo que não coopera há uma mentebrilhante e um espirito luminoso — uma garota capaz de amar e digna de ser amada.
Matthew tem seu próprio pacote de desafios — uma mente consumida por pensamentos repetidos nada desejados, rituais obsessivos e um medo paralisante que não consegue explicar. Mas debaixo de toda essa ansiedade há uma profunda semente de esperança por encontrar alguém que aposte nele…


divulgar

2 comentários


Notícia: Capa de "No Mundo da Luna", da Carina Rissi

                           
Depois de "Perdida" e "Encontrada",Carina Rissi lançará em março de 2015 "No mundo da luna", que teve sua capa revelada pela Editora Verus. Em breve, será divulgada o primeiro capitulo, os links de pré-venda e as datas da Turnê no Mundo da Luna .

Sinopse :A vida de Luna está de cabeça para baixo. O namorado está de caso com a vizinha, seu carro passa mais tempo na oficina mecânica que com ela e seu emprego é uma droga. Recém-formada em jornalismo, ela trabalha como recepcionista na renomada Fatos&Furos. Mas, em tempos de internet e notícias instantâneas, a revista enfrenta problemas financeiros e o quadro de funcionários acaba sendo reduzido. É assim que a coluna do horóscopo semanal cai no colo de Luna. Embora não acredite em misticismo, forças ocultas, magia, e não tenha a menor ideia de como criar um mapa astral, ansiosa em dar o primeiro passo para se tornar a jornalista que sempre sonhou, ela aceita o desafio sem pestanejar. Afinal, quão complicado pode ser? Luna não desconfia das confusões que o futuro lhe reserva. Dentre elas, uma arrebatadora e irresistível paixão que mudará sua vida para sempre. A história de amor perfeita Se não fosse com o homem errado.


divulgar

comentar

18 dezembro 2014

Notícia: Intrínseca publicará Um mais Um, o novo livro de Jojo Moyes

                                

A Intrínseca divulgou que deve publicar Um mais Um, o novo romance de Jojo Moyes, em fevereiro de 2015. Desta vez, a história envolve uma mãe solteira, dois filhos e um lindo desconhecido.

Sinopse : Uma mãe solteira
Com dois trabalhos e dois empregos, Jess Thomas faz seu melhor dia atrás dias. E certas vezes toma riscos que não deveria. Porque é preciso…
Uma família caótica
A talentosa e peculiar filha de Jess, Tanzie, é brilhante com números, mas sem uma mão amiga ela nunca terá a chance de brilhar. E Nick, enteado adolescente de Jess, não pode lutar contra os valentões sozinhos.
Às vezes Jess sente que eles estão afundando…
Um lindo desconhecido
Em suas vidas chega Ed Nicholls, um homem cuja vida é um caos, e está correndo para um futuro extremamente incerto. Mas ele tem tempo em suas mãos. E sabe o que é ser sozinho. E ele quer ajudar…
Uma inesperada história de amor
The One Plus One é um romance cativador e pouco convencional de Jojo Moyes sobre duas almas perdidas unidas pelas circunstancias mais improváveis.


divulgar

comentar


Notícia: novo livro de Marie Lu, The Young Elites para 2015

                                       

A Rocco divulgou que publicará o novo livro de  Marie Lu, The Young Elites no segundo semestre de 2015.  O livro entrou para a lista de bestsellers do New York Times em outubro deste ano, quando foi lançado nos EUA.

The Young Elites é o primeiro de uma série de fantasia. Passando-se na Renascença Italiana e a história gira em torno da vilã Adelina. Depois que uma praga devasta o mundo, alguns sobreviventes desenvolvem superpoderes. Uma jovem ao ser expulsa de casa,  encontra um novo lar na sociedade secreta The Young Elites, vista como uma sociedade formada por pessoas com poderes. Um mundo marcado pela magia e pela política, Adelina descobrirá em que lado vai estar.

Sinopse : Alguns nos odeiam, acreditam que criminosos como nós devem ir à forca. Alguns nos temem, acreditam que demônios como nós devem arder na fogueira. Algum nos adoram, acreditam que somos os filhos divinos de deuses. Mas todos nos conhecem.”
Adelina Amouteru é uma sobrevivente da praga de sangue: marcada por uma cicatriz, cabelo e cílios brancos como a neve. Exilada por sua família, Adelina finalmente encontrou um lugar a pertencer dentro da sociedade secreta dos Young Elites. Para alguns, eles são heróis, estão aqui para salvar inocentes de situações desesperadoras. Mas para a Inquisição, os soldades de branco de Kenetta, eles são monstros com poderes demoniacos que devem ser levados à justiça. Enquantro Adelina aprende mais sobre esse perigoso mundo onde a política e a magia se chocam, logo ela se dá conta que seus próprios poderes podem provocar uma era de pânico que o mundo jamais viu.


divulgar

1 comentário


Notícia: novo livro de Graeme Simsion, The Rosie Effect,

                                          
O Grupo Editorial Record publicará The Rosie Effect, de Graeme Simsion com previsão para o segundo semestre de 2015.

O primeiro livro: O Projeto Rosie é narrado por Tillman, um professor de genética que procura seu par perfeito em algum lugar, mas através de um questionário ele encontra a mulher ideal e assim começa o Projeto Esposa.

Sinopse : O Projeto Rosie estava completo mas eu não estava preparado para o efeito de Rosie.
Meu nome é Don Tillman. Tenho quarenta e um anos. Eu casei com Rosie Jarman, a mais perfeita mulher no mundo, por dez meses e dez dias.
Casar adicionou uma complexidade significante em minha vida. Quando nos mudamos para a cidade de Nova Iorque, Rosie levou três malas de tamanho máximo.  Mudamos o sistema de alimentação e entramos de acordo que sexo não deve ser programado antecipadamente.
Então Rosie me disse que nós tínhamos “algo para celebrar”, e enfrentei um desafio ainda maior do que encontrar um bom parceiro.
Tentei seguir os protocolos tradicionais e pedi assessoramento de seis de meus amigos, além de um terapeuta e internet.O resultado foi uma rede de enganos. Agora corro perigo de prossecução, deportação e desgraça profissional.E de perder Rosie para sempre.



divulgar

comentar

16 dezembro 2014

Resenha: O menino da lista de Schindler, Leon Leyson


Resenha O Menino da Lista de Schindler Leon Leyson Livro Capa

Título: O menino da lista de Schindler
Autores: Leon Leyson, Marilyn J.Harran e Elisabeth B.Leyson
Páginas
256
Editora: Rocco
Ano: 2014
Sinopse :Um pequeno vilarejo, os irmãos, os amigos, as corridas nos campos, os banhos de rio – essa é a verdadeira história de Leon, a história de um mundo despedaçado pela invasão dos nazistas. Quando em 1939 o exército alemão ocupou a Polônia, Leon tinha apenas dez anos. Logo ele e sua família foram confinados no gueto de Cracóvia junto a milhões de outros judeus. Com um pouco de sorte e muita coragem, o menino conseguiu sobreviver ao inferno e foi contratado para trabalhar na fábrica de Oskar Schindler, o famoso empreendedor que conseguiu salvar mais de mil e duzentos judeus dos campos de concentração.



Leon, o garoto que sobreviveu a guerra por mais de 4 anos, quando ele tinha apenas 10 anos. Ele e sua família confinados no gueto de Cracóvia com outros milhares de judeus, a merce da sociedade e a violência dos nazistas. Seu pai trabalhava como técnico em uma fabrica de montagem, sua mãe cuidada dos filhos e logo toda a vida que mesmo pobre era tranquila foi embora.

Com muita sorte, coragem e paciência, Leon sobreviveu ao inferno dos campos de concentração e contará nesse livro sua história e sua luta para manter-se perto da sua família. Levando o nome de Oskar Schindler,empreendedor de uma fabrica, que através de muita corrupção e propina fez de tudo para salvar quantos alemães fossem possíveis.

Como meu amor por tempos de guerra nao muda, nunca resisto e sigo lendo vários livros que envolvem 1914-1918 e 1939-1945, periodos da Primeira e Segunda Guerras Mundiais, que tem muitas histórias e lembranças para serem ditas ao mundo, através da experiencia da brutalidade humana, do egoismo e ambição herdadas.

Para quem adora leituras reais e históricas, este é um ótimo livro contado por Leon do inicio ao fim do periodo de vivencia da Segunda Guerra Mundial, onde ele releva com tristeza e pesar no coração, todo o seu sofrimento durante a guerra e o que teve que fazer para manter-se vivo.

NOTA: 



divulgar

comentar

14 dezembro 2014

Notícia: Trailer de Insurgente divulgado

                               10841124_10205500738296869_1890855136_n
Para tudo ! Foi divulgado essa trailer o trailer oficial de Insurgente, segundo filme da trilogia Divergente, da Veronica Roth. O trailer tem ação do inicio ao fim para todos os personagens. O filme estreia no Brasil dia 19 de março. Forninhos cairam ! Ainda nao viu? Confira aqui :



divulgar

comentar

13 dezembro 2014

Resenha: Eve & Adam, Michael Grant e Katherine Applegate

Michael Grant
Título: Eve e Adam
Autor(a): Michael Grant e Katherine Applegate
Editora: Novo Conceito
Páginas: 272
Sinopse: Filha única da poderosa e fria geneticista Terra Spiker, Eve fica entre a vida e a morte depois de sofrer um acidente de carro. O processo de cura no misterioso laboratório Spiker transcorre com uma rapidez impressionante, o que desperta a curiosidade da menina. Antes que Eve estreite os laços com Solo, um rapaz que compartilha segredos com a corporação, a Dra. Spiker lhe propõe um desafio: Eve terá a chance de testar, em primeira mão, um software desenvolvido para manipular gens humanos. Ela poderá criar um namorado sob medida! Mas brincar de Deus tem consequências, e agora Eve vai descobrir até que ponto existe perfeição. 

Imagina se você pudesse criar o homem perfeito. Pensou? Como ele seria? A Eve teve essa grande chance de criar o homem perfeito para ela, usando um software da empresa de genética da sua mãe Spiker, juntando todos os genes e criando um ser humano ideal.

 O livro é narrado em primeira pessoa por três personagens. Eve, Solo e outro que não posso dizer aqui . A Eve é aquele tipo de garota estranha, adora genética, gosta de artes e uma hora ela se mostra mais menina, em outras uma mulher adulta. Além de mostrar ser uma amiga fiel e que está junto para o que der e vier.

"- Não me dê a tarefa de criar um ser humano a menos que queira que eu me sinta Deus.
- É só uma simulação - ele diz, estreitando os olhos de modo suspeito.
- Certo, e eu sou só uma simulação de Deus." 

O mistério do livro fica por conta do que acontece dentro da empresa de biotecnologia e Solo, um garoto que conhece tudo da empresa, mas que guarda grandes segredos. A Terra Spiker, mae de Eve, é a figura fria e inabalável do livro. Envolvida e dona dessa empresa, sustenta o má relacionamento com Eve e a partir de um acidente, ela dá para Eve a chance de criar o garoto perfeito para ela, "brincar" um pouco de ser Deus. 

Preocupada em criar o homem perfeito, alguns valores são deixados de lado. Eu adorei o livro e as temáticas pouco desenvolvidas de genética, criação de seres humanos de verdade, a ética e os limites impostos para a tecnologia do futuro, que pode salvar ou modificar demais. 

O livro ficou com algumas questões em aberto e para minha surpresa ele terá uma continuação. Eve e Adam é um livro muito bom, sem enrolação e blablabla, leitura rápida.Muitas emoções ainda nos aguardam no próximo livro dessa dupla. E eu amei o final, só espero que seja tenha mais suspense e que me tire o folego. Leiam e surpreendam-se.

Confira o book trailer e entenda como funciona a criaçao do homem perfeito através da manipulação de seus genes:


NOTA: 


divulgar

comentar

11 dezembro 2014

Resenha:O Presente do Meu Grande Amor,Stephanie Perkins

O presente do meu grande amor
Título: O Presente do Meu Grande Amor – Doze Histórias de Natal
Autor(a): editado por Stephanie Perkins
Editora: Intrínseca
Páginas: 352
 
Sinopse : Histórias românticas que se densenrolam em meio às festas de fim de ano. Esse é o mote de "O presente do meu grande amor". A coletânea reúne 12 dos autores mais populares da atualidade, como Stephanie Perkins, Laini Taylor, Gayle Forman, Jenny Han, Rainbow Rowell e David Levithan, cada um deles imprimindo aos contos o próprio estilo, trazendo histórias que vão do cotidiano à fantasia. A antologia foi organizada por Stephanie Perkins. “Tive muita sorte por trabalhar com esses autores”, escreveu a autora em seu site. “Aprendi muito com eles e estou orgulhosa de suas histórias.”

A antologia reúne doze contos de natal, escritos pelos autores: Holly Black, Ally Carter, Gayle Forman, Jenny Han, David Levithan, Kelly Link, Myra McEntire, Matt de la Pena, Rainbow Rowell, Laini Taylor e Kiersten White.

São doze contos de Natal que eu nao posso falar individualmente, mas adorei alguns contos e vou comentar. Rainbow Rowell foi um dos meus preferidos e um dos contos mais romanticos do livro: "Meias-Noites". Gayle Formam e o seu "Que diabo você fez, Sophie Roth?" foi um dos mais fraquinhos, de quem eu esperava mais. 

Uma mini resenha para nao deixar spoilers e despertar a curiosidade para você ler neste Natal. Tantos contos e para nao estragar a surpresa, vou fazer você lê-los para se deliciar com esse mês tão lindo do Natal .

NOTA: 


divulgar

1 comentário