• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
30 abril 2014

Leve-me

Por Bia Leite

   Não tenho mais dúvidas. Não quero esconder mais essa coisa que grita aqui no meu peito. Não imagino vida melhor do que com você. Eu e você, desvendando o mundo. Pensa só. Somos feitos um para o outro, não percebe ? 


     Vou continuar correndo. Vou construir pontes que me levarão a você. Vou conseguir encontrar o meu coração que uma ladra desgraçada de linda roubou de mim. Você me deixa em chamas, sabe disso? Preciso de uma resposta. Preciso saber o que sentes por mim também. Se é fogo ou gelo. Não posso esperar. 


    Me leve ao teu encontro, me preencha com teus beijos calorosos, amansa com suas palavras. Todos já sabem do meu amor. Sabem que você vai preencher o seu espaço em mim. Tome uma decisão. Decida se quer meus sorrisos sinceros, meus defeitos, meus abraços apertados e piadas que provavelmente vai achar sem graça. 


    Faça das nossas palavras um livro. Quero guardado e inchado de amor. Preencha com loucura, lugares imaginários que podemos ir, lembranças hilárias, declarações infinitas. Não importa, só quero que você esteja nele. Que seja a consumação do meu amor para contigo. 


   Seja rápida. Não quero mais perder tempo algum sem estar ao seu lado. Se eu perder tudo na vida, tudo bem, só preciso que você esteja comigo e recomeçaremos tudo de novo. E de novo. Ter um amor, vai além das palavras, do desejo, é tudo o que mais quero, só você por perto.


divulgar

comentar


Filmes que você nao pode perder em MAIO !

Maio vai ser o mês que só tem filme TOP ! E para isso, lembre as sinopses, os trailers e as datas de lançamento. Me acompanhe ;)

1- O espetacular Homem-Aranha 2 : a ameaça de electro
    Depois das aventuras de O Espetacular Homem-Aranha (2012), Peter Parker (Andrew Garfield) tenta manter a promessa que fez ao pai de Gwen Stacey (Emma Stone), de que a protegeria sem chegar perto dela. Mas o herói está apaixonado, e não consegue se afastar. Ao mesmo tempo, vários inimigos tomam conta da cidade, e a formatura da escola se aproxima. Neste contexto, surge um novo vilão, o poderoso Electro (Jamie Foxx), para desafiar as habilidades do Homem-Aranha. Mas o amigo da vizinhança poderá contar com a ajuda do velho amigo Harry Osborn (Dane DeHaan), que o ajudará a descobrir novos segredos sobre o seu passado.
Quem não quer ver Emma Stone e seu namorado lindo Andrew ? ain , o casal mais fofo *-*
 
Estreia : 01 de maio

2-Transcendence- O dr. Will Caster (Johnny Depp) é o mais famoso pesquisador sobre inteligência artificial da atualidade. No momento ele está trabalhando na construção de uma máquina consciente que conjuga informações sobre todo tipo de conteúdo com a grande variedade de emoções humanas. O fato de se envolver sempre em projetos controversos fez com que Caster ganhasse notoriedade, mas ao mesmo tempo o tornou o inimigo número 1 dos extermistas que são contra o avanço da tecnologia - e por isso mesmo tentam detê-lo a todo custo. Só que um dia, após uma tentativa de assassinato, Caster convence sua esposa Evelyn (Rebecca Hall) e seu melhor amigo Max Waters (Paul Bettany) a testar seu novo invento nele mesmo. Só que a grande questão não é se eles podem fazer isto, mas se eles devem dar este passo.
Amo os filmes do Jonny Deep, e acredito que este será muito bom ;)
 
Estreia : 01 de maio

3- Sob a Pele - Um alienígena (Scarlett Johansson) chega à Terra e começa a percorrer estradas desertas e paisagens vazias em busca de presas humanas. Sua principal arma é sua sexualidade voraz... Mas ao longo do processo, ela descobre uma inesperada porção de humanidade em si mesma.
Mais um filmes da Scarlett !

Estreia : 15 de maio 


4- Muppets 2: Procurados e amados -  Continuação de Os Muppets. Trará uma nova aventura de Caco, Miss Piggy, Gonzo, Animal e companhia. Gary (Jason Segel) e Mary (Amy Adams) não estarão presentes na nova história, que envolverá um pouco de mistério, brincando com filmes do gênero policial. Inspirado em A Grande Farra dos Muppets. James Bobin volta a cadeira de diretor e Nicholas Stoller assume o posto de roteirista.
 Estreia : 15 de maio

5- Godzilla - Joe Brody (Bryan Cranston) criou o filho sozinho após a morte da esposa (Juliette Binoche) em um acidente na usina nuclear em que ambos trabalhavam, no Japão. Ele nunca aceitou a catástrofe e quinze anos depois continua remoendo o acontecido, tentando encontrar alguma explicação. Ford Brody (Aaron Taylor-Johnson), agora adulto, é soldado do exército americano e precisa lutar desesperadamente para salvar a população mundial - e em especial sua família - do gigantesco, inabalável e incrivelmente assustador monstro Godzilla.
 Estreia : 15 de maio


6- X-men: dias de um futuro esquecido - No futuro, os mutantes são caçados impiedosamente pelos Sentinelas, gigantescos robôs criados por Bolívar Trask (Peter Dinklage). Os poucos sobreviventes precisam viver escondidos, caso contrário serão também mortos. Entre eles estão o professor Charles Xavier (Patrick Stewart), Magneto (Ian McKellen), Tempestade (Halle Berry), Kitty Pryde (Ellen Page) e Wolverine (Hugh Jackman), que buscam um meio de evitar que os mutantes sejam aniquilados. O meio encontrado é enviar a consciência de Wolverine em uma viagem no tempo, rumo aos anos 1970. Lá ela ocupa o corpo do Wolverine da época, que procura os ainda jovens Xavier (James McAvoy) e Magneto (Michael Fassbender) para que, juntos, impeçam que este futuro trágico para os mutantes se torne realidade.


Estreia : 22 de maio

7- Malévola -Esta nova versão do conto da Bela Adormecida concentra-se na história da vilã Malévola, contando os fatos de sua vida que fizeram dela uma mulher amargurada e vingativa, capaz de amaldiçoar a jovem Aurora.
Estou muito ansiosa pra assistir esse filme, com Angelina Jolie *--*
 
Estreia : 29 de maio

E ai ? Qual será o seu favorito desse mês ? ;]


divulgar

comentar

21 abril 2014

E aquela peça?

Por Bia Leite e Felipe Sena




   Um quarto com uma cama e um abajur iluminando uma pseudo felicidade, lembranças engarrafadas em vasilhames de aguardente. Quer uma dose pura ou com limão?
   O tempo fez inimizade com o meu relógio e não quer me propor novas coisas. Percebo que a folha na minha máquina de escrever continua em branco, ou tudo que já tinha datilografado sumiu?
   Ainda bem que as palavras foram apagadas, assim o que eu tinha escrito vai ficar só na memória. Tal qual nem queria.  O tempo deveria passar e me proporcionar boas horas, novos amigos e bebidas.     Não quero me embriagar. Só quero esquecer o que um dia fui quando estive com você.
   Posso querer tal coisa , não é ? Posso esquecer e deixar no ar tudo o que foi deixado por você.
A secretaria eletrônica insiste em gritar com voz família. Discos, disquetes, livros, meu coração e fitas cassete, tudo que era seu eu joguei fora.
   Só queria esquecer sua voz. Queria muito, mas sei que não existe mais nada entre nós. Aquele teu biscoito ainda está no armário, esperando para ser devorado. O seu cheiro ainda está impregnado no sofá. Seus filmes eu separei para entregar. Desistir pareceu fácil demais. O que aconteceu  não tem mais jeito, nem pra nós. O amor foi acabando e assim continuando.
   Acabou a troca de olhares, os beijos desesperados, o desejo insaciável. Nossos corações foram alvos dos anos e monotonia dos dias. Não sei como se sentes, como se ainda faltasse uma peça do nosso peito. Mas, certamente, não vejo muita graça nos dias quentes de verão.


divulgar

comentar

19 abril 2014

Aquela caixinha vermelha.

Por Bia Leite



     Hoje não sou a mesma pessoa. Você mudou provavelmente. Estamos a passos distantes, em caminhos diferentes. Eu estou revirando minha casa, limpando a poeira e jogando fora coisas que não servem mais.
   Achei uma caixinha vermelha no fundo do armário. Tinha umas fotos nossas, um coração de madeira com seu nome escrito e uns pedaços de papel em que você tinha escrito poemas para mim. As lembranças voltaram nesse momento.
   Na verdade, nunca foram embora. Sempre estiveram aqui, em mim, mas escondi lá no fundo para não pensar em você. Mas, dessa vez, resolvi encarar o que aconteceu conosco. As fotografias já eram um pouco velhas, mas me lembro daquela que tenho eu e você segurando guitarras do guitar hero. Formamos uma bela dupla de rock , lembra?
       Ou aquela outra que estamos na piscina, e nos olhamos, mostramos o olhar apaixonado que minha irmã capturou. Tenho uma sua: lindo, de camiseta azul claro, com um sorriso de uma ponta a outra, formando aquela bendita covinha, que me fazia derreter.
    Parece que tudo passa nos meus olhos agora: cada cena, cada beijo, cada afago. Suspiro. Não te esqueci. Não se esquece tão facilmente aquele cara por quem você foi apaixonada a anos e ainda é, pelo que parece. Mas, não. Você já se foi há algum tempo, e eu devia estar fazendo qualquer outra coisa, só que fui remexer no passado.
   Balancei meus sentimentos por você. Ainda sinto os gostos, o calor do seu corpo, o desejo por você, o romance que eu achei que duraria para sempre. Eu sei que não devia querer o sempre, mas naquela época, eu queria tudo. Casa, cachorro, filhos. Nova para isso, é, eu sei.
   Todas as feridas ainda estão abertas. Todas as estrelas ainda são vistas. Estávamos no mesmo jogo, como foste trapacear? Como foste convidar alguém para entrar, se só era nos dois. Você me amava. Eu ainda amo. Você me pediu para jogar de novo, só nós dois, te dar um chance, mudar o sentido do jogo. Porém, minhas peças tinham mudado. Eu perdi. Você me decepcionou.
   Joguei suas peças na caixinha vermelha e fechei, para não lembrar o que tinha acontecido. Chegar naquela tarde e te surpreender eram a intenção. Mas, te vi de mãos dadas com outra jogadora. Vi-te dar um beijo molhado. Como continuar fingindo? Como foi jogar para cima tudo o que um dia tivemos?
    Eu fui jogada de lado e tinha tantos planos para nós dois, poderíamos ter continuado os mesmos. Mas nada fica a mesma coisa. O jogo muda, o objetivo é destruído. O sentimento é machucado. Sinto fagulhas de dor, o sabor salgado das minhas lágrimas escorrendo no meu rosto e o doce amargo das suas mentiras . Vou jogar fora essa caixa. De lixo, eu não preciso. Tudo o que importa é o que estou fazendo agora. Seguindo em frente.


divulgar

comentar

17 abril 2014

Trilogia Divergente , Veronica Roth

Por Bia Leite

Trilogia Divergente: Divergente, Insurgente, Convergente
Autor(a): Veronica Roth
Editora: Rocco
Páginas: Divergente (502 p.), Insurgente (512 p.), Convergente (526 p.)
"Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive."
    Bom, o filme já estreou em alguns países e aqui no Brasil estreou ontem :D Vou confessar que só fui ler os livros, quando vi o trailer de Divergente a alguns meses atrás. Gostei muito, muito e vi que tem muitas resenhas positivas em diversos blogs, então comprei todos e li só os dois primeiro por enquanto.
    Cada livro tem mais de 500 páginas e haja história para contar viu?O livro consegue te prender até o fim, são vários detalhes e tudo flui tão naturalmente que não cansa. A narrativa é em primeira pessoa, ou seja, Tris.
   O livro é cheio de ação, do inicio ao fim, e ao mesmo tempo dando espaço para cenas para as dificuldades, conflitos, sentimentos e emoção de Beatrice, e, as vezes até para os outros personagens os quais aparecem na história. O livro não dá somente relevância aos momentos com mais adrenalina, mas também aos momentos mais sentimentais e aos momentos os quais podemos conhecer melhor todos os personagens de "Divergente".


     A história é uma distopia, em uma versão futurística da cidade de Chicago Beatrice vive com sua família em uma sociedade que se divide em cinco facções: Abnegação, Erudição, Audácia, Amizade e Franqueza e cada uma delas cultiva uma virtude do ser humano.
Ao completar 16 anos cada jovem dessa sociedade deve escolher uma facção através de um teste de aptidão .No teste de aptidão de Beatrice algo surpreendente acontece  e ela acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, sua família e ela mesma.

     Beatrice escolhe seguir para a Audácia, facção que que tem como virtude a coragem.
A Audácia define a coragem e a bravura como a principal característica do ser humano, eles proporcionam treinamentos de combate, uso de armas e preparam seus corpos e principalmente a mente para conseguir ultrapassar desafios e possíveis ameaças. Eles são responsáveis pela proteção dessa sociedade .
    Beatrice que agora se chama Tris, uma iniciando da Audácia é submetida a uma série de testes, que são separados por duas fases. Para ser considerada um membro Tris tem que passar em todos eles.
Em seu primeiro dia de treinamento Tris conhece o seu instrutor. Quatro, um rapaz fascinante e totalmente inquestionável. 


E Como não se apaixonar pelo Quatro? Impossível, ele é tão sensato e misterioso, e... ♥
A Tris começa a desenvolver sua força e coragem através dos treinamentos, e vocês verão o que vai acontecer , porque se eu contar tudo, perder a graça.

     O livro é incrivel e recomendo a todos. O filme é incrivel, e eu amei a Shailenne Woodley no papel de Tris, porque ela está maravilhosaaaa (ênfase a mais né? Porque agora vem "A culpa é das estrelas *-*).


"Os seres humanos, de uma maneira geral, não conseguem ser bons por muito tempo antes que o mal penetre novamente entre nós e nos envenene.” – pág 454


divulgar

comentar

16 abril 2014

Já faz tanto tempo...

 Por Bia Leite

            Untitled

     Eu já nao sei o que dizer. Já nao sei mais o que se passa na minha cabeça, nem sei como reagir a sua volta. Não é tão simples. Nada é tao fácil. E nem pense que comigo será diferente. Não pense que foi dias sem saber noticias suas. Foram meses que seriam um inferno se eu nao tivesse seguido em frente.
    Mas,  seguir em frente nao significa que ja não te amo mais . Não é isso. Como eu poderia esquecer das noites em que você me acordava ligando para mim, só para conversar um pouco mais, porque sentia minha falta. Ou da vez que encheu meu quarto de flores vermelhas e escreveu na cama que me amaria para sempre. E aquele vez que passamos a tarde escolhendo o nome dos nossos filhos. Sim, você sempre me dizia que queria ser pai um dia e queria que eu fosse a mãe dos seus filhos.
   Sabe o quanto doeu pensar nisso quando foi embora? Sabe quantas noites em claro eu fiquei, por não conseguir parar de pensar em você? Meu orgulho não me deixava te ligar. Não queria ser fraca, nem ouvir sua voz e desabar. Já não sabia mais a mão de quem segurar, se os meus dedos só queriam os seus entrelaçados.
   Já faz tanto tempo e eu ainda sinto a mesma coisa de sempre. Dessa vez, parece que o vento parou quando te vi. O mundo começou a girar lentamente. E eu ali. Vi o garoto bonito que um dia tinha sido meu príncipe acompanhado. Desviei o olhar. Eu não queria te encarar. Não queria ter aquele papo furado: "Oi, e ai como você está?" e eu responderia: " Estou muito bem, já arrumei outro alguém para amar". O que seria uma mentira , porque amor que é amor mesmo não aparece em cada esquina.
   Ok. Reaja de forma natural. E o que foi que você fez? me mandou aquela sms: "Podemos conversar? vou na sua casa te encontrar". Rima barata. Garoto idiota. Eu mais boba ainda. Você quis me abraçar, e eu deixei que você abraçasse o vento. Isso, sou uma tremenda mal educada. 
  Não consegui suportar. Vomitei palavras na sua cara. Disse tudo e nada. Chorei e tremi, porque ainda te amava. Aquela sensação de o sentimento nunca acabou, e você sabe que quando ver a pessoa, o mundo vai sorrir outra vez, porque ele vai te fazer sorrir outra vez. E você disse que nao tinha escolha, mas todo mundo tem escolha. E por isso voltaste, porque me escolheu em vez do seu destino. Escolheu fazer parte do meu destino. Então me pediu para ficar, dar uma segunda chance.
  Eu baixei meus olhos, olhei para meus pés para não ter que pular de felicidade. Deixei que a chuva nos molhasse. As gotas frias e fortes nos nossos corpos. Você pegou minhas mãos e eu disse: " fique por mim, por nós". E você ficou, dessa vez, tempo suficiente para sermos felizes.



divulgar

comentar


Menina dos livros



 Por Felipe Sena



Ela é a menina das historias dos meu livros.
 
Pele tão branca quanto as nuvens. Nuvens de algodão doce.
 
Não conheço o cheiro dela e nunca provei do seu abraço.
Não sei como é o seu beijo e como é fazer carinho.
E passear meus dedos entre os seus fios de seus cabelos, mas conheço sua voz. 
Sei como é confortante, como um chá de camomila. 
Ontem fiz um recorte de uma fotografia. 
Acho que ela nem imagina o poder que tem o seu sorriso: “Com um sorriso desses, você não precisa de olhos.”
 
Vamos tomar um sorvete?
 
Vamos assistir um bom filme?
 
Vamos contemplar o Pôr do sol? Quero saber se seus olhos brilham tanto quanto imagino!
 
"A que traz felicidade" não poderia te nome melhor. 
Ela é tipo um livro, daqueles que você olha a capa e já quer mergulhar de cabeça,querendo que ele não saia do seu criado-mudo, NUNCA!
 
Um livro com muitas paginas em branco. Olha,já estou com o tinteiro pronto, só falta a menina das belas historias.


divulgar

comentar