• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
30 dezembro 2016

Resenha:A Menina dos Olhos Molhados, Marina Carvalho

Título : A menina dos olhos molhados
A Menina dos Olhos Molhados
Autora: Marina Carvalho
Editora : Globo Alt 
Páginas : 296
Ano: 2016
Sinopse : Bernardo é jornalista por vocação: curioso, comprometido e muito bom com as palavras. Trabalha há anos em um importante jornal da cidade e suas matérias investigativas são sempre elogiadas. Ele só tem uma limitação... Odeia trabalhar em equipe. Há alguns anos, Bernardo sofreu com uma grande decepção amorosa, o que contribuiu para o seu jeito fechado e antipático. Por isso a incumbência de levar Rafaela – a nova estagiária do jornal – para todos os lugares é como o inferno para ele. Bernardo não perde nenhuma oportunidade de evitá-la, mas Rafa, além de ser uma jornalista extremamente talentosa, não engole desaforo. Com o passar dos dias, Bernardo percebe que não conseguirá seguir seu plano de ignorar a estagiária, muito menos todos os sentimentos que ela desperta nele. Entre reportagens intrigantes e perigosas, eles vão descobrir que têm muito mais em comum do que a imensa paixão pelo jornalismo...

Quando vi a capa da “A menina dos olhos molhados”, mal pude me contar o quanto era delicada e muito bonita. O livro foi publicado pela Globo Alt  e sua edição ficou incrivel.

Bernardo ou Bê para os mais íntimos, é um jornalista investigativo no Jornal de Minas. Um pouco arrogante, gato, charmoso e que não quer relacionamento nem tão cedo devido a acontecimentos do passado.

"Gosto de observar as pessoas, não de um jeito esquisito ou repugnante. É uma questão de curiosidade, de não perder indícios e fatos."

Até então sua vida era normal: sempre trabalhando sozinho e era melhor assim. Todavia, ele agora terá uma estagiaria como acompanhante: Rafaela, uma jovem de 21 anos que é baixinha, divertida, fofa e brava. Até ai ela parece aceitar tudo, mas Bernardo não aguenta nem sua companhia, nem ser seu tutor, não suportando essa patricinha irritante.

Porém, aos poucos ele vai se rendendo e conhecendo mais a Rafaela. E tudo pode deixar de ser solitário e complicado.

Em alguns capítulos , temos as lembranças do passado do Bernardo. O livro é bem divertido, bem real e bem fluido de ler. Mas, em alguns capítulos a história foi bem apressada, com cenas previsíveis e comuns, mas acabei gostando até por achar muito clichês algumas partes.

“Reconheço que alguma coisa está mudando entre nós. Não que eu saiba definir essa coisa, mas ela é real, vívida e inquietante.”

Esse é o segundo livro da Marina Carvalho que leio e apesar de ter criticado um pouco do meio para o final, eu gostei. Por isso, dei 4 estrelinhas e recomendo para quem gosta de um bom drama, uma pitada de jornalismo e confusão.

“A menina os olhos molhados, penso. É a segunda vez na vida que encontro uma garota com esse tipo de olhar.”








divulgar

comentar

28 dezembro 2016

Notícias: “Into the water”, novo livro de Paula Hawkins


A Editora Record já anunciou que comprou os direitos de publicação do livro e liberou uma breve sinopse. Em “Into the water”, uma mãe solteira e uma adolescente são encontradas mortas no fundo do rio, com algumas semanas de diferença. A investigação que é realizada após as mortes vai acabar revelando uma história bem mais complicada do que parece.
“É rico, assustador e cheio de suspense”, disse Jaya Miceli, a designer que criou a capa do livro e tentou botar a essência da história nela. Para obter “a marca da história e a beleza que está por trás”, ela colocou o texto dentro de um aquário e fotografou-o através da água.
Mas então ela fez outra coisa. Olhando mais atentamente, você observa os contornos borrados do rosto de uma mulher nas profundidades? “Nós não queríamos algo que você pudesse ver imediatamente”, diz Miceli. “Mas quando você a vê, você não pode deixar de enxergá-la.” Apenas como uma grande torção de Paula Hawkins.
O livro chega as prateleiras em maio de 2017, confirmou a Editora Record.


divulgar

comentar


Notícias: Novo livro de Colleen Hoover confirmado no Brasil

It Ends With Us, novo livro de Colleen Hoover, foi vencedor na categoria de Melhor Romance do GoodReads Choice Awards, maior rede social para leitores do mundo, e a Galera Record confirmou  seu lançamento no segundo semestre de 2017.

A vida de Lily nem sempre foi fácil, mas isso não a impediu de trabalhar duro pelo que quer. Ela andou um longo caminho desde seu povoado em Maine, onde cresceu, e então se formou e mudou-se para Boston, onde começou seu próprio negócio. Então, quando ela sente uma faísca pelo belo neurocirurgião chamado Ryle Kincaid, tudo na vida de Lily repentinamente parece muito bom para ser verdade.
Ryle é assertivo, teimoso, talvez até mesmo arrogante. Mas ele também é sensível, brilhante, e tem um lado doce para Lily, e a forma como aparenta quando veste seu jaleco de médico certamente soma alguns pontos. Lily não pode tirá-lo da cabeça. Mas a completa aversão de Rile a relações amorosas é inquietante. Mesmo que Lily encontre a si mesma como a exceção a regra de “não sair”, ela não pode evitar se perguntar o que levou-o a isso em primeiro lugar.
Enquanto as questões sobre seu novo relacionamento a dominam, o mesmo acontece com os pensamentos envolvendo Atlas Corrigan — seu primeiro amor e um laço que deixou para trás. Ele era sua alma gêmea, seu protetor. Quando Atlas repentinamente aparece, tudo o que Lily construiu com Ryle se vê ameaçado.


divulgar

1 comentário

26 dezembro 2016

Resenha: Fãs do impossível - Kate Scelsa


Fãs do impossível

Nome: Fãs do Impossível
Autor(a): Kate Scelsa
Editora: Intrínseca

Páginas: 336
Sinopse: Fãs do impossível conta a história de três amigos, Mira, Sebby e Jeremy, em meio aos complexos conflitos da adolescência. Mesmo sentindo-se despedaçados, sem motivos para serem amados e tentando não sucumbir à solidão, os três lutam pela vida, cada um à sua maneira.
Mira está começando em uma escola nova, depois de passar um tempo no hospital. Ela se sente insegura no novo ambiente e acha que não vai conseguir ficar longe de seu melhor amigo, Sebby, um garoto brincalhão que leva a vida com boas doses de mentira e bom humor, até que seu lado mais destrutivo vem à tona. Jeremy está retornando à antiga escola, depois de um tempo afastado por causa de um incidente traumático que arruinou seu ano letivo. Tímido e quieto, ele deseja se aproximar de Mira e Sebby. Juntos, contra todas as expectativas, eles vão viver o impossível.

Me apaixonei pela capa de Fãs do Impossível assim que foi divulgado seu lançamento pela Editora Intrínseca. Contudo, tive alguns receios com a trama e sua narração, que será comentado posteriormente.

A história é focada em Mira, Sebby e Jeremy, três melhores amigos que estão despedaçados por dentro devido a conflitos internos, familiares e na escola, acreditando que nao merecem ser amados. Todavia, todos os dias eles lutam pela sua vida. Mira enfrenta uma nova escola , depois do que passou no hospital, achando que não sobreviverá sem seu melhor amigo, Sebby.

Este, é um garoto divertido e  bem humorado, todavia vive uma mentira cada vez maior. Jeremy está retornando á sua antiga escola, ja que um acidente traumático o manteve afastado pelo resto do ano letivo anterior. Tímido, introvertido, ele começa a se aproximar , aos poucos, dos outros dois. Provando que viverão o que nunca antes foi possível e construindo uma bela amizade.


“Éramos três corpos que não sabiam onde começava um e terminava o outro, respirando juntos. Sabíamos que teríamos que voltar. Chutar para longe as folhas e nos tornar três pessoas distintas que voltariam para o mundo, forçadas a respirar sozinhas.

Cada capítulo do livro é contado pela perspectiva de cada personagem: Mira, Sebby e Jeremy. Algo que não gostei foi o uso das diversas vozes na narração - primeira, segunda e terceira pessoa. Fator esse que , por vezes, cansou a leitura e me deixou até confusa.

Todavia, a história têm temas atuais e clichês: descoberta da sua identidade, problemas na família, suicídio, família adotiva. Porém, nada disso é narrado da forma que conhecemos, ainda que a forma de narrativa seja diferente para cada um.

A história é divertida e bem humorada, sempre com frases profundas e diálogos reais de adolescentes comuns. Recomendo para quem procura um romance fofo e que trata de temas leves.


Nota:  ★★★



divulgar

comentar

22 dezembro 2016

Resenha: Sway, Kat Spears


Título: Sway 
Autora: Kat Spears
Editora: Globo Alt
Página: 256
Ano: 2016
Sinopse:
Sway é o apelido de Jesse Alderman, por causa de seu talento para conseguir qualquer coisa para qualquer pessoa, como providenciar trabalhos escolares, fazer com que pessoas sejam expulsas da escola, arrumar cerveja para as festas, entre outras coisas, legais ou ilegais... É sabendo dessa fama que Ken Foster, o capitão do time de futebol da escola, pede a ele um trabalho controverso: Ken quer que Bridget Smalley saia com ele. Com seu humor ácido e seu jeito politicamente incorreto de ver a vida, Sway terá que encarar o trabalho mais difícil que já teve: sufocar todos os sentimentos que Bridget desperta nele, a única menina verdadeiramente boa que ele conheceu em toda a sua vida.

Me encantei com a capa simples de Sway, publicado pela Editora Globo, mas nao sei dizer se gostei do livro ou não.Essa verdade é complicada de certa forma.

 Jesse Alderman.ou , Sway, consegue qualquer coisa para qualquer um. Ele é um garoto livre, fazendo todas as coisas que estão no seu limite. Arranja drogas , se necessário; barris de cerveja, ou , o que a pessoa quiser.
"Nada é bom ou mau,o pensamento é que tornam as coisas assim."

Ken, é o cara popular da escola que pede a Jesse para conquistar a Bridget, uma das pessoas mais gentis e fofas da vida. Jesse espiona Bridget, e no final, entrega de mão beijada como conquista-la, depois que a conhece. Todavia, ele começa a ter sentimentos contraditórios por ela, mesmo não aceitando a sua existência.

Porém, nao consegui me ligar a Jesse. Ele é divertido e tal, porém nao me conquistou. A Bridget é uma fofa, que começa a aprender coisas novas a partir do momento que encontra Jesse e de alguma forma têm um relacionamento com ele. 

" Ás vezes o que queremos e o que o mundo espera de nós são duas coisas diferentes."

O fato é que Jesse tem umas atitudes e um jeito de ser que me incomodou muito. Porém, o foco da trama não é o romance, mas sim o amadurecimento de Jesse e seu carisma com Pete, irmão deficiente de Bridget. Para mim, Pete foi o mais cativante da narrativa, pois apesar de ter paralisia cerebral, é um garoto divertido e que só quer as pessoas vejam além da sua deficiência. O livro é narrado por Jesse e a leitura é fluida, rapida e cheia de mensagens, destacando o preconceito e o bullying.

O fato de ter ficado em cima do muro quanto ao carisma dos personagens, ao Jesse e aos clichês foi o que me levou a dar 3 estrelinhas , apenas. Todavia, recomendo para quem queira um livro rápido, divertido e previsível. 

NOTA: ★★★


divulgar

comentar

19 dezembro 2016

Resenha: O erro #2,(Amores Improváveis)- Elle Kennedy

O Erro

Título: O Erro - Amores Improváveis #2
Série: Off-Campus

1- O Acordo 

2- O Erro 
3- The Score 
4- The Goal 

Autora: Elle Kennedy
Editora: Paralela
Páginas: 248
Ano: 2016
Sinopse: Logan parece viver uma vida de sonhos. Com um talento incrível para jogar hóquei e um charme inato para conquistar mulheres, ele é uma das maiores estrelas da universidade de Briar. Mas por trás do característico sorriso maroto, ele esconde duas grandes angústias – a primeira, estar apaixonado pela namorada de seu melhor amigo. A segunda, saber que sua vida, após a formatura, se tornará um beco sem saída. Um dia, por acaso, ele conhece Grace, uma garota tão encantadora quanto intrigante. Tudo nela parece ser original e deliciosamente contraditório – tímida, mas ao mesmo tempo vibrante. Doce, mas ao mesmo tempo forte e confiante. A cada encontro, Logan se vê mais e mais envolvido. Mas um grande erro colocará o relacionamento desses dois jovens em risco. Agora, Logan terá que se esforçar para reconquistar Grace – nem que para isso ele precise amadurecer e encarar de frente as suas questões mais profundas e doloridas.


Elle Kennedy conquistou minha admiração e mais uma fãs pelas histórias maravilhosas, pela escrita leve,além de um romance fofo e sexy . Por mais que este segundo livro não seja melhor que o primeiro, não sei bem o porquê ter ficado tão viciada nele.

O segundo livro da série Off-Campus: O Erro ,,lançado pela Editora Paralela e o primeiro livro, O Acordo, se tornou um dos meus livros preferidos do ano.

John Logan é um popular jogador de hóquei e tem um problema : está apaixonado pela namorada do seu melhor amigo, Garret. Além desse problema sentimental, ele têm um pai alcoólatra para cuidar e ajudar o irmão na oficina. Todavia, ele cruza com Grace Ivers, uma caloura de psicologia no 
Campus. 

O segundo esbarrão dos dois foi um equívoco de Logan, que bate na porta de Grace achando ser o lugar de uma festa, mas fica ali para assistir um filme de ação e bate aquela química forte entre os dois.Todavia,ele sabe que estar ali é errado e nao quer se aproveitar da situação, então vai embora.

“Para ser sincera, talvez seja melhor eu não falar nada. Garotos bonitos me deixam nervosa. Parece que meu cérebro dá um nó. Fico sem filtro e, de repente, estou contando que fiz xixi nas calças durante uma excursão no terceiro ano, que morro de medo de marionetes ou que tenho um transtorno obsessivo-compulsivo leve e começo a arrumar o quarto de outra pessoa no instante em que ela vira as costas. 



A atração entre Grace e Logan é inevitável,mas Logan acaba deixando-a sozinha e insatisfeita de forma sexual. E depois que ele entende que ela queria mais, ele volta para reparar as coisas. A partir dai, os encontros são constantes e as pegações mais quentes. Porém, Logan se sente culpado, pois acha que tem sentimentos por outra pessoa e por isso está iludindo Grace, entao ele termina com ela no momento mais errado que poderia para uma garota. Grace fica magoada, Logan arrependido e depois decide correr atrás dela para reconquista-la, contudo ele terá que correr muito para te-la de volta

"O que você está fazendo?" - sussurro. "Você estava me olhando como se quisesse um beijo." Seus olhos azuis ficam semicerrados. "Então, estava pensando em fazer isso."


O livro é narrado em primeira pessoa e é alternado entre pontos de vista de Grace e Logan.  Comecei "O Erro"  e quando menos esperei, estava a mil: virando as páginas e em menos de dois dias, tinha terminado e me divertido muito com a escrita da Elle Kennedy.
 
 Eu gostei do livro, mas não tanto quanto o primeiro ,“ O Acordo”, todavia este também aborda alguns coisas importantes: o alcoolismo, as crises dos 20 anos, a faculdade.Vai além de um livro hot, das provocações, ela aborda temas familiares, dramas com álcool e as consequências para um jovem que tem que cuidar de alguém assim, no caso, o Logan.
Amei demais  a história de Grace e Logan: é um casal incrível, divertido e totalmente oposto.

"Sabe quem mais tinha charme?", respondo. "Ted Bundy."

Dean me lança um olhar de incompreensão. "Quem?"

"O assassino em série." Ai, merda, estou falando de Ted Bundy. Virei Grace. 

Nota★★★★


divulgar

1 comentário

15 dezembro 2016

Resenha: Placebo Junkies - J.C.Carleson

Placebo Junkies
Autora: J. C. Carleson
Páginas: 304
Editora: Fábrica231
Ano: 2016

Sinopse:Audie é uma jovem como qualquer outra, mas encontrou uma forma incomum de descolar uns trocados: ela serve de cobaia para a indústria farmacêutica. Neste irreverente romance, J.C. Carleson, ex-agente da CIA, mergulha no universo pouco conhecido, mas muito impressionante, dos voluntários em série de testes farmacológicos. Na tradição de Trainspotting e Drugstore Cowboy, doses cavalares de humor negro disputam espaço na trama com o drama de jovens que vivem no limite. No caso de Audie, ela precisa juntar dinheiro para oferecer a Dylan, seu namorado que tem uma doença terminal, uma festa de aniversário de 18 anos inesquecível. “Não há ganho sem dor”, ela repete, em meio aos efeitos colaterais das substâncias e procedimentos a que está sujeita e aos esquemas para lidar com eles. Mostrando as entranhas de um mundo desconhecido da maioria das pessoas, Placebo junkies arrancou elogios da crítica com sua narrativa original e completamente viciante.

Placebo Junkies é um dos ultimos lançamentos da Fábrica231, Editora Rocco. E logo, me deixou curiosa pelo título e trama. Um enredo em que as pessoas vendem seus corpos para a indústria farmacêutica em troca de dinheiro. Fato por mim pouco conhecido.

Audie, a protagonista do livro, é menor de idade e orfã. Vive com outros adolescentes em um pequeno apartamento, onde todos são voluntários e sobrevivem graças a testes da indústria farmacêutica.

“E isso, meus amigos, é muito mais do que qualquer outra pessoa jamais quis para mim. Então, claro, essa vida pode me matar. Mas, na minha experiência, a vida real mata você ainda mais rápido”.


Seu namorado, Dylan, tem câncer e ás vezes, Audie se sente mal por ter que  passar por procedimentos dolorosos de propósito, enquanto ele sofre constantemente por uma doença . Todavia, Audie e sua amiga Charlotte querem muito juntar um dinheiro extra, pois Audie pretende viajar com o namorado, e por isso, as duas se enfiam em tudo que é tipo de teste. Qualquer um, até mesmo os de alucinogenos e pouco supervisionados.

Uma trama envolvente, original, nunca lida por mim antes, todavia que se perdeu na metade do caminho. Sim, coisas são reveladas, descobrimos mais do que imaginamos, porém eu fiquei tão confusa com o final e sem entender qual seria a mensagem que a autora queria passar.

A leitura é fluida , rápida, com personagens que podem te cativar ou não, dependendo do seu gosto. Porém, faltou algo na história: explicações, drama, já que temos mais testes de drogas, amostras de urina e a continuidade disso tudo.

“O medo é o dom que não para de ajudar, um presente de aniversário das criaturas rastejantes e com crânios achatados das quais evoluímos. A disposição de dizer que se foda esta cena e fugir é o que manteve seus ancestrais Neandertais livres da ponta afiada de uma presa de mamute lanoso”.

Placebo junkies foi uma leitura inovadora , logo recomendo para pessoas que querem um tema diferente, sem grandes expectativas. 

“Todos temos nossas vidas de fantasia, não temos? Eu me dou conta de que há uma linha tênue entre delirante e ambicioso. Todos estamos basicamente na esperança de uma realidade melhor”.

Nota: ★★★



divulgar

comentar

10 dezembro 2016

Clipe: Segue o Baile - Braza

O ano de 2016 parece estar sendo intenso em todos os aspectos, na música então, temos muito o que falar.



No início do ano os ex-Forfun Vitor Isensee, Danilo Cutrim e Nicolas Christ se juntaram novamente e trouxeram o Braza. A banda veio trazendo o som mais pulsante e dançante que o próprio Forfun. O lançamento da primeira música já foi de "supetão"..simplesmente lançaram o clime de Embraza e prometeram o lançamento para uma semana depois. Assim como pegou todos os fãs de surpresa, também trouxe um grande movimento para fechamentos de shows, mesmo sem se conhecer o álbum completo.

Desde então, o Braza lançou três clipes. O último, "Segue o Baile", foi lançado dia 6 de Dezembro e novamente trouxe um trabalho empolgante.




divulgar

comentar

02 dezembro 2016

Resenha:Garota Online em Turnê # 2 ,Zoe Sugg

Garota Online em Turnê
Título: Garota Online - Em Turnê #2
Autora: Zoe Sugg
Editora: Verus
Ano: 2016
Páginas: 294
Gênero: Romance Contemporâneo, Juvenil
Sinopse: Penny está de malas prontas!Quando Noah a convida para acompanhá-lo em sua turnê pela Europa, ela mal pode esperar para passar semanas na companhia de seu fantástico namorado roqueiro. Mas, entre a agenda cheia de Noah, seus companheiros de banda não tão amigáveis e mensagens ameaçadoras de fãs invejosas, Penny começa a se perguntar se foi feita para a vida em turnê. Ela sente muita falta da família, de seu melhor amigo, Elliot... E de seu blog, o “Garota Online”. Será que Penny vai aprender a equilibrar vida, amor, amizade, planos para o futuro — tudo isso com os pés na estrada —, ou vai pôr tudo a perder nas férias de verão mais emocionantes e imprevisíveis da sua vida?

 "– É assim que eu me sinto – confesso. – Perdida da minha própria vida. E não sei nem usar uma bússola. Será que existe GPS para a vida?" 
 
Antes de ler "Garota Online", o primeiro livro da Zoe Sugg, eu nao a conhecia bem, mas a história fluiu tão surpreendente e emocionante, que decidi continuar a seguir a Penny. No segundo livro, Penny está de volta e vai embarcar em uma grande aventura. Ela vai deixar tudo para trás e viajar com seu namorado rockstar, Noah Flynn, em uma turnê com sua banda fazendo shows pela Europa. Todavia, a turnê vai deixar o relacionamento deles tenso.

Quem disse que comida não resolve todos os problemas? Comida e melhores amigos são a melhor combinação.

O ponto alto do livro para mim foi conhecer alguns outros personagens mais a fundo e me diverti muito com eles. Leah, principalmente, com quem nao me dei muito bem no primeiro livro e mega apoiaria um spin off dela. A evolução da escrita da Zoe Sugg é incrivel. Li o livro em uma noite, pré-enem para me distrair e me diverti muito com a história. A leitura desse livro fez o tempo passar rápido e tem mais uma novidade: a capa do terceiro e último livro já foi divulgado !



                                                Nota: ★★★★ 


divulgar

comentar