• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
20 maio 2014

Coração partido

Por Bia Leite

   Só mais um clichê de escola. Aquele garoto popular e a nerd com coração. Ele não faz ideia que ela existe. Nem ela que poderia gostar dele. Tão canalha, tão bonito, tão engraçado.Com certeza, estarei sendo idiota. Meu coração é um idiota.
    Eu devia estar prestando atenção na aula de matemática, fazendo mais que um dever, mas estou com a cabeça em outro lugar, em outra pessoa. Um garoto poderia tanto abalar minha vida desse jeito?  Com certeza, isso será mais um clichê da escola. É o que teria que passar aqui.
        Vou encostar minha cabeça na janela e sonhar. Quem sabe um dia ele veria a garota de óculos rosa e de trancinha. Quem sabe de minha inteligência ele iria gostar. Ou, talvez dos meus quadrinhos e dos meus livros. Qual é o nome dele mesmo? Acho que não poderia esquecer, porque estou escrevendo isso mais que alguns números de matemática. Nem fórmulas de física são capazes de desvendar o mistério desse meu GOSTAR. Será que uma química poderia rolar ?
     Vou tirar meus óculos, quem sabe ele poderá me notar. Talvez, soltar o cabelo, algumas ondas, um rímel e um gloss. Vou mandar um bilhete ou seria infantil demais? Vou apenas deixar ele me notar. Resolvi passar na frente do seu grupinho no intervalo. Ops ! Ele me olhou. Ou seria ilusão do meu amor ?
      Não, talvez foi aquela menina do 3ºano, a loira mesmo que ele notou. Vou colocar os óculos de novo, quem sabe eu enxergue da próxima vez. Desastrada como sou, meus livros caíram no chão. Quem manda carregar mais do que posso. Bem feito. Não tinha visto mais um par de mãos ali. Levantar meus olhos parecia demonstrar vergonha demais, mas não ligo para isso. Sou crescida, não sou? Sou?
        E lá estava quem eu pensava ser meu grande amor. Tá. Meu primeiro amor. Pronto, quem sabe eu tenha sorte dele ser meu primeiro ou nao tenha e acabe sendo a esquisotona nerd do 1ºano. Aquele sorriso fez meu coração dar pulos, piruetas. Por um minuto, tudo era perfeito. Cena de filme. Capítulo de um romance. E lá se foi, ele e sua loira bonita, com as mãos dadas e beijos entrecortados por palavras no corredor para casa.
    Escutei um estrondo, ou foi minha cabeça. Meu coração estava caindo aos pedaços. Nem chance teria. E eu desisti. Estar apaixonada me causava problemas demais, dor demais. E não está certo dar meu coração, ele teria que conquistar, toma-lo das minhas mãos. Desisti do garoto, desisti do amor. E pedi ao cupido, ou seja lá quem for responsável por isso, que nunca me deixa me decepcionar com o amor.

Texto inspirado na música "O conto do nerd e do coração partido" do Soulstripper .


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário