• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
20 setembro 2014

3 em 1

Como uma boneca de pano encontrada no fundo do armário, aqui estou. 
Bochechas rosadas, cílios longos, cabelo penteado, cachos por todos os lados. 
Vestida para brincar .

Como uma mulher, em forma estou.
Arrumada para atrair, detalhista e animada para uma vida que a cada dia me surpreende mais.
Tudo para agradar.

Como uma menininha, brincando estou.
Querendo sair pelo mundo, desvendar tudo.
Dividida entre os caos e a calmaria que ainda me restou.

Como uma menininha sinto medo. 
Medo de cair longe demais do abraço do meu pai e não ter quem me levantar.

Como uma boneca de pano quieta estou.
Tentando ser perfeita, a boneca quebrou. 
O braço ficou torto, as pernas moles demais para se manter de pé.
Os olhos se desmancharam e as bochechas estão molhadas.

Como uma pequena mulher, obliqua continuo.
Pelo amor não valorizado e o coração arrebatado, silenciada pela dor.
Com a sensualidade e a inocência a mim dada, nada restou.

Como uma menina continuo sem saber o que fazer.
De sonhos não realizados, promessas não realizadas, sentada no canto do quarto estou.
Com medo do furacão e da ventania que passou.

De uma nuvem a uma estrela. 
Do dia para a noite. 
Metamorfoseada em fases , rezando para virar uma borboleta no casulo para não encarar a indecisão se me torno menina, mulher ou boneca. Ou nada. Ou as três. 


divulgar

1 comentário


Comentário(s) pelo Facebook:

Um comentário: