• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
21 dezembro 2015

Resenha:Escola de Vilões # 1- Jen Calonita


Escola de Vilões 

Título:  Escola de Vilões
Autora: Jen Calonita
Editora: Única
Ano: 2015
Páginas: 192
Sinopse:Será que um vilão pode se recuperar? Gilly não se considera exatamente uma garota má... Porém, quando se tem cinco irmãos e irmãs mais novos, é preciso ser criativo para ajudar nas despesas. Ela é uma ladra muito boa, e disso tem certeza e pode se gabar. Até ser pega. Depois de roubar uma presilha, é sentenciada a passar três meses no Reformatório de Contos de Fadas – no qual os professores são aqueles antigos vilões que já conhecemos, como o grande Lobo Mau e a malvada Madrasta da Cinderela. Quando, porém, ela faz amizade com alguns estudantes, como Jax e Kayla, aprende que esse reformatório vai muito além de sua missão heroica. Há uma batalha ganhando forma e Gilly precisa descobrir: os vilões podem realmente mudar? Descubra o Lado B dos contos de fadas. 

Gilly, não é lá uma vilã propriamente dita, porem as olhos das pessoas de Encantadopolis ela é uma possível ameaça, já que aos 12 anos rouba por uma questão de sobrevivência da sua família, pois desde que as fadas madrinhas da Cinderela começaram a fazer os sapatinhos de cristal para todas as princesas, cujo trabalho antes era do seu pai, principal sapateiro da vila, as coisas ficaram piores. Vai raramente á escola, odeia os nobres, mas procura sempre ajudar sua família como pode.

Porém, ao ser pega pela terceira vez, não há castigo maior do que ir para o Reformatório de Contos de Fadas, ou a Escola de Vilões. Nessa escola, os professores são antigos vilões: o Lobo Mau , a Rainha Má e a Madrasta da Cinderela ( diretora Flora). E lá no reformatório, Gilly conhecerá novos amigos que poderão facilitar sua convivência nesse lar desafiador. Porém, nem tudo serão flores, porque coisas estranhas começam a acontecer e o mal rodeará todos os alunos. Será possível um vilão fazer o trabalho de um herói?

Sou fascinada por Contos de Fadas e principalmente pelas releituras atuais. O livro é narrado em primeira pessoa, nos deixando cientes de todos os sentimentos e aventuras que Gilly vive. Porém, uma crítica seria as poucas páginas, já que a história poderia ter sido maior, mesmo assim a leitura é leve, rápida e fluida. Recomendado para amantes de contos de fadas, e apesar de não ser a melhor releitura dos contos dos irmãos Grimm, é um ótimo passatempo para seu dia.

Nota: 


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário