• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
12 outubro 2016

Texto: ELA

                      [ #fernanda @comradelad ]:


Sabe aquelas coisas que você diz sobre ela? Sobre o quão inesquecíveis são seus olhos âmbar, sobre o seu cabelo curto que deu o poder que ela precisava encontrar em si, sobre o sorriso que ela insiste em fortalecer? Ela gosta e ela sabe que isso é fora do padrão. Essa garota não quer ser igual a todo mundo e o que você viu foi algo específico. Olhou suas curvas e desenhou suas ações. Deu o brilho que faltava no seu olhar, pintando cores na sua áurea.

Ela detesta lugares cheios, têm pavor de barulhos indescritíveis, deseja chocolate todo o dia, escreve sem encostar o lápis no papel. Ela ama a noite e anseia pela lua. Ela faz toda a questão de seguir em frente. Acorda todas os dias enjoada pelas noites mal dormidas e depois de um copo de leite , renova suas energias.

Ela é do tipo que dirige a cem por hora, mas tem medo de estar indo rápido demais na vida.Ela é do tipo que, de tão quente, torna-se fria.Não porque quer, mas porque aprendeu com a vida que se você não queima, então você é queimado, e ela ama demais a sua pele, e detestaria vê-la danificada.

Ela é um desejo alheio de alguém que anseia ser seu igual. Ela não é todo mundo. Ela não é de um grupo, uma tribo. Ela é um ponto cinza em uma multidão preta e branca, que insiste na superficialidade da vida. Por isso, ela é uma menina mulher, que luta todo dia contra os monstros que a habitam, mergulha nas profundezas dos seus medos a fim de encontrar a essência de sua alma.

Diga que a ama, e ela agirá inexpressivelmente, mas por dentro sua alma estará em festa. Diga que a odeia, e verá a pior das tempestades. E vai por mim, ela não trará a tempestade, ela é a tempestade. Um oceano bravio, onde só os mais ousados e determinados ousam navegar

Ela é um mar enfurecido e infinito, e para os bons aventureiros é um desafio á vida. Ela é tudo isso e foge do controle, do normal , da rotina. Ela foge do que têm medo, busca liberdade incondicional e independência viva.

 Toda incerteza para si é certa. Ela repete todos os dias que não é superficial, que abrirá os olhos e levará a leveza para o mundo. Ela rema contra a maré, salta nas correntes turbulentas para escolher a si: suas opiniões, seus sonhos, seus livros e seu destino. Ela é alguém sem amarras, não tente acorrenta-la. Desafie-se a acompanha-la.




divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário