• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
30 março 2017

Resenha :Eu Estou Aqui ,Clélie Avit

Eu Estou Aqui
Título Original: Je Suis Là
Autora: Clélie Avit
Páginas: 288
Editora: Fábrica 231
Sinopse: No cenário frio e asséptico de um hospital surge a paixão entre Elsa, uma montanhista em coma há cinco meses depois de cair durante uma escalada, e Thibault, que se refugia no quarto da moça, por não querer visitar o irmão, o motorista bêbado que causou a morte de duas adolescentes num acidente automobilístico. Delicadamente composto, o romance mostra o envolvimento gradual entre dois personagens cuja comunicação se dá instintivamente. Enquanto Thibault pode conversar e incentivar Elsa a retomar o domínio de suas ações, a jovem ouve, percebe e sente toques em seu corpo, mas não tem como comunicar seus desejos e anseios. Os dois passam a se conhecer tanto pelo que transmitem um ao outro – Thibault em suas confidências, Elsa tentando demonstrar que corresponde a seus estímulos – quanto pelo que os amigos da montanhista comentam a respeito do rapaz ou falam a ele sobre Elsa. Junto da moça em coma, Thibault sente-se tranquilo e protegido da revolta contra o irmão, internado em estado grave no mesmo hospital. Elsa, embora cercada pela família e por amigos, se entusiasma com a ousadia de Thibault, que não se acanha em beijá-la. E quando os parentes discutem a possibilidade de desligar os aparelhos que a mantêm viva, é com ele que Elsa conta para lutar por sua própria sobrevivência.


Para ser sincera, eu gostei muito da capa. E só o fato de nunca também ter ouvido falar de Clélie Avit até então me atiçou a curiosidade. A escritora ganhou o prêmio Nouveau Talent 2015 por essa obra, e depois de ter lido, concordo plenamente com o veredito.

Elsa está em coma há quase cinco meses devido um acidente durante uma de suas escaladas nas montanhas , na qual foi totalmente soterrada por neve e sofreu traumas em todo o corpo.Depois desse tempo, sua família, os médicos acreditam que ela não possa se recuperar. Elsa sabe disso, pois apesar de não se mexer e não sentir nada, ela escuta tudo ao seu redor.

Assim também, ela sabe que Thibault entrou em seu quarto por engano, porém ele se sentiu tão calmo ali, que resolveu voltar mais vezes para visita-la, sempre às quartas feiras, dias em que tem que levar a mãe para ver o irmão , que sofreu um acidente que matou duas jovens de 14 anos. E por meio dessas visitas, rolará aquele romance imaginado.

Foi meio estranho ver esse romance desenrolar , tendo em visto que não há contato físico, nem comunicação entre os dois de maneira reciproca. É um livro dramático, logo o ritmo é um pouco lento no inicio, mas ao ler ficava na expectativa se Elsa iria acordar ou não , torcendo para que tudo desse certo.

Outra coisa interessante foi as partes narradas por Elsa, pois sua narração é diferenciada , já que ela só ouvi as coisas ao seu redor.

Eu Estou Aqui  trata a eutanásia(morte assistida) , de forma que pelo estado clínico de Elsa , surgem várias discurssões a cerca da sua vida. Acredito que não serão todas as pessoas que irão gostar de Eu Estou Aqui , pois o livro é lento, sem ação, mas com uma boa história a partir de um ponto de vista diferenciado: de uma mulher que quer muito acordar, viver novamente, mas seu corpo não permite.

Nota: ★★★


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário