• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
23 julho 2018

Resenha: Carry On, Rainbow Rowell





Você era o sol, e eu estava em rota de colisão com você. Acordava todas as manhãs e pensava: isso vai acabar em chamas.
E eu que pelejei tanto para ler a fantasia de Rainbow Rowell, mal esperava que iria amar tudo. O livro é inspirado no universo de Harry Potter, iniciando em em Fangirl.

Simon Snow é um órfão que até os 11 anos não sabia que era bruxo. Porém, ao perder o controle dos seus poderes , foi levado para Watford, uma escola de magia de Londres. Lá, ele conhece Baz, o inimigo no seu quarto; Penélope, sua melhor amiga e sua namorada, Ágatha.

O livro é narrado por todos os personagens, além de relembrar um pouco do passado de Simon, nos mostrando um pouco além do que esperamos. Simon não está feliz com Ághat, porém só segue o fluxo, também fazendo o que o Mago, seu mentor, espera que ele faça. Quando Baz desaparece, as coisas ficam estranhas. Simon descobre alguns segredos e também sobre si mesmo e seu poder. Porém,  o que você não sabe é que Simon Snow é o pior escolhido que poderia haver.  Desastrado, incontrolável, onde até mesmo seu mentor o evita, sua namorada acaba com ele e uma entidade esquisita usa seu rosto.

Eu vou morrer beijando Simon Snow. 
Por Alester Crowley, estou vivendo uma vida encantada.

Nossa, como eu estava com saudade da escrita da Rainbow ! Carry On inicia-se lentamente, com mistérios e de inicio não parece diferente de qualquer fantasia por ai, porém o desenvolvimento é fluido e apaixonante.Carry on é uma história divertida sobre fantasmas, amor e com muito mistério, com com feitiços engraçados e originais. O romance é maravilhoso , sendo impossível não se apegar a história.

 Simon e Baz  são totalmente diferentes um do outro. Simon é impetuoso, sempre querendo atender as expectativas dos outros sobre ele, mas ninguém sabe o passado triste que ele carrega. Baz , sem querer dar spoilers, é O melhor personagem do livro! Com um humor dark, uma personalidade marcante e uma construção impecável.

“É sempre fogo com Baz. Eu não acredito que ele ainda não me incinerou. Ou me queimou numa estaca.”

Carry On é aquele livro que podia até estar parado na minha estante há muito tempo, mas que achado feliz foi lê-lo. Recomendo para quem gosta de uma história divertida e perspicaz.
OS: em uma entrevista, Rainbow Rowell disse que teremos continuação dessa história.




divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário