• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
23 maio 2014

Eu já sabia.

Por Bia Leite

     Eu já sabia que a gente ia acabar. Estava escrito nas nossas palavras. Você também sabia, não é? Só não queria encarar. Somos mais que uma história errada, é como um filme ruim demais, que nem conseguimos assistir direito. Alimentei as esperanças, achando que iríamos ter o final feliz como os romances por ai. Mais um pensamento errado alimentado pelos meus livros de romances baratos. Não damos certo nem para uma novela, não teríamos cenas suficientes, nem inspiraríamos outros casais por ai. Eu sairia dela, antes do fim.
  Ja ia acabar e ja estava destino ao fim antes de começar. Mas, o que custava tentar. Certo. Custava tudo. A dor, o sofrimento, as lágrimas, a raiva,as palavras como uma faca. Feridas abertas e mal tratadas. Era assim que eramos. Duas pessoas com vidas diferentes, sonhos diferentes. Uma querendo conquistar o mundo e outra querendo ficar onde sempre esteve. Tudo o que eu falava era piada assim? Meus sonhos nao mereciam uma chance nos seus planos. Ah, é, esqueci. Eram só SEUS planos.
   Tudo girava no seu personagem principal e como você teria sucesso e seria feliz e famoso. Bla, bla,bla para você, garoto. Toda vez que você me beijava, eu pensava: quando será que você ia me incluir na sua vida, se este ano daria certo manter suas promessas ou, talvez, quando você iria encontrar alguem mais parecido com você para dividir sua vidinha, ou sei lá o que.
    Nunca pensei na possibilidade de ser a mulher da sua vida. Sou nova demais e estranha demais para esses pensamentos futuros. Nunca achei que tornaria alguém tao dependente de mim, a ponto de sacrificar tudo o que mais gosta, para passar mais algumas horas ao meu lado. Estou certa nisso. Talvez eu não seja esse tipo de mulher. Ou talvez, você nao fosse esse tipo de homem.
  Sabe, eu não sinto tanto. Nem sinto muito. Nao sinto alivio, mas também nao sinto dor. Eu já esperava esse fim da nossa história a um bom tempo. Meu coração que nao estava preparado para nao ter uma metade.
  O fim estava escritos nas palavras indiferentes, no beijos rapidos demais, naquelas sms " estou muito ocupado hoje", "nao vai dar". Eu já sabia e estava cansada demais para discutir algo que já tinha seu destino decidido. Eu já sabia onde isso iria dar. Ingenua do jeito que sou, pensava que o amor, nao podia acabar. Que poderia vencer o tempo e a monotomia. Errada. De novo. Porque dessa vez, nosso amor ficou esquecido debaixo da cama.
   Não adiantava mais querer forçar a tira-lo de lá. E então acabou. Finalmente acabou, tudo o que um dia tinha sido amor.


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário