• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
16 abril 2014

Já faz tanto tempo...

 Por Bia Leite

            Untitled

     Eu já nao sei o que dizer. Já nao sei mais o que se passa na minha cabeça, nem sei como reagir a sua volta. Não é tão simples. Nada é tao fácil. E nem pense que comigo será diferente. Não pense que foi dias sem saber noticias suas. Foram meses que seriam um inferno se eu nao tivesse seguido em frente.
    Mas,  seguir em frente nao significa que ja não te amo mais . Não é isso. Como eu poderia esquecer das noites em que você me acordava ligando para mim, só para conversar um pouco mais, porque sentia minha falta. Ou da vez que encheu meu quarto de flores vermelhas e escreveu na cama que me amaria para sempre. E aquele vez que passamos a tarde escolhendo o nome dos nossos filhos. Sim, você sempre me dizia que queria ser pai um dia e queria que eu fosse a mãe dos seus filhos.
   Sabe o quanto doeu pensar nisso quando foi embora? Sabe quantas noites em claro eu fiquei, por não conseguir parar de pensar em você? Meu orgulho não me deixava te ligar. Não queria ser fraca, nem ouvir sua voz e desabar. Já não sabia mais a mão de quem segurar, se os meus dedos só queriam os seus entrelaçados.
   Já faz tanto tempo e eu ainda sinto a mesma coisa de sempre. Dessa vez, parece que o vento parou quando te vi. O mundo começou a girar lentamente. E eu ali. Vi o garoto bonito que um dia tinha sido meu príncipe acompanhado. Desviei o olhar. Eu não queria te encarar. Não queria ter aquele papo furado: "Oi, e ai como você está?" e eu responderia: " Estou muito bem, já arrumei outro alguém para amar". O que seria uma mentira , porque amor que é amor mesmo não aparece em cada esquina.
   Ok. Reaja de forma natural. E o que foi que você fez? me mandou aquela sms: "Podemos conversar? vou na sua casa te encontrar". Rima barata. Garoto idiota. Eu mais boba ainda. Você quis me abraçar, e eu deixei que você abraçasse o vento. Isso, sou uma tremenda mal educada. 
  Não consegui suportar. Vomitei palavras na sua cara. Disse tudo e nada. Chorei e tremi, porque ainda te amava. Aquela sensação de o sentimento nunca acabou, e você sabe que quando ver a pessoa, o mundo vai sorrir outra vez, porque ele vai te fazer sorrir outra vez. E você disse que nao tinha escolha, mas todo mundo tem escolha. E por isso voltaste, porque me escolheu em vez do seu destino. Escolheu fazer parte do meu destino. Então me pediu para ficar, dar uma segunda chance.
  Eu baixei meus olhos, olhei para meus pés para não ter que pular de felicidade. Deixei que a chuva nos molhasse. As gotas frias e fortes nos nossos corpos. Você pegou minhas mãos e eu disse: " fique por mim, por nós". E você ficou, dessa vez, tempo suficiente para sermos felizes.



divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário