• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
26 agosto 2014

Resenha: A máquina de contar histórias, Maurício Gomyde


A Máquina de Contar Histórias

Título: A máquina de contar histórias
Autor: Mauricio Gomyde
Editora: Novo Conceito
Páginas: 192
Ano: 2014
Sinopse: Na noite em que o escritor best-seller Vinícius Becker lançou A Máquina de Contar Histórias , o novo romance e livro mais aguardado do ano, sua esposa Viviana faleceu sozinha num quarto de hospital. Odiado em casa por tantas ausências para cuidar da carreira literária, ele vê o chão se abrir sob seus pés. Sem o grande amor da sua vida, sem o carinho das fi lhas, sem amigos... O lugar pelo qual ele tanto lutou revela-se aquele em que nunca desejou estar. Vinícius teve o mundo nas mãos, e agora, sozinho, precisa se reinventar para reconquistar o amor das filhas e seu espaço no coração da família V. Uma história emocionante, cheia de significados entrelaçados pela literatura, mostrando que o amor de um pai, por mais dura que seja a situação, nunca morre nem se perde.


“A Máquina de Contar Histórias" é o primeiro livro do Mauricio Gomyde publicado pela Novo Conceito. Nesse livro, vemos um autor nacional conhecido mundialmente por seus livros e que nos é apresentado sua vida, seja as alegrias e angústias de um personagem que é um escritor incrível, mas sua vida pessoal, familiar é um desastre. 

Vinicius Becker tem uma agenda lotada. Sempre as mesmas perguntas, as quais ele responde com respostas automáticas aos jornalistas e leitores. Está sempre viajando e divulgando seus novos títulos, porém o romance perfeito dos seus livros não é real, pelo menos não para o Vinicius.

“Disciplina para escrever havia sido a maior lição tirada do processo. Encontre seu estilo, faça dele sua religião. Encontre seu público-alvo, faça dele seu rebanho. Encontre um lugar para escrever, faça dele seu santuário. Encontre um horário para escrever, faça nele sua prece. Escreva qualquer coisa, mesmo que não signifique nada. Se a inspiração para algo novo falhar, pesquise, leia, defina, conserte, rearranje, corte. Trace uma meta de palavras por dia. Transforme-se numa máquina de escrever.” 

A família V: Vivian, Valentina e Vida, o reprova  cada vez que não está presente nas experiências e dificuldades nessa família. Tamanha ausência é sentida na viagem de divulgação do seu ultimo titulo, Vinicius descobre que sua esposa morreu e ele só veio saber de ultima hora, não passando os momentos finais com sua mulher e seu câncer. 

A perda do amor de sua vida é refletida com o desprezo das suas duas filhas, que ele tenta recuperar o amor e o tempo perdido. É a partir da esperança de reconquista que vivemos a história do Vinicius e sua luta para conquistar o amor de suas filhas, a valorização das coisas que temos na vida. 

“Escrever é muito mais do que uma profissão. É uma atitude de amor, de entrega ao que se quer contar.” 

O livro é incrível, rápido de ser lido e envolvente. Para quem gosta de escrever é uma ótima indicação, o Vinicius dá algumas lições do processo de escrita e do que é realmente escrever uma boa história, aquela que você se entrega ao contar.

“Na vida real, jamais vou conseguir colocar na boca de alguém as palavras exatas que eu gostaria de ouvir. Já num livro...” 
 NOTA: 


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário