• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
20 agosto 2014

Tudo bem?

                 Untitled

     Lá estava eu, sentadinha e em silêncio. Com os fones de ouvido e a rádio querendo deixar meu dia mais " suportável". Ora, tinha que dar uma animada. Agita, me anima, me contagia. Ops, quem eu estava tentando esquecer? A quem eu queria convencer que uma música ia dar um up naquele momento. Não custava tentar ou talvez fingir. Talvez.

Em pedaços seria a palavra incorreta para me descrever. Olhei para o céu a procura de algo que me fizesse voar, alçar meu voo e me libertar de certas coisas que ainda me prendiam. Por isso, minha cor preferida é azul. Dá aquela sensação de esperança e infinidade.

 Vontade de acreditar e esperar acontecer. Voltei para casa, querendo descansar, senão a mente, o corpo. E ai tocou a nossa música. Aquela que me fazia lembrar e rir de você, porque era sua cara demais. Não é justo. Sério. Quando você mais quer esquecer, é forçado a lembrar.

 Deus sabe o quanto eu odeio chorar e odeio mais ainda que tenha uma pessoa como motivo. Cheguei em casa o mais alerta que pude, para não fechar os olhos e viajar. Fechei a porta do carro, ergui minha cabeça e fui passando. Escada ou elevador? Falar com o porteiro ou com a vizinha? Melhor seguir em silêncio.

 Desliguei a música da minha cabeça, arrumei os cabelos, para que não sei, já que não teria ninguém me esperando. Fui de elevador mesmo, mais rápido para entrar em casa, jogar as chaves na mesa e tomar um banho frio, para gelar minha cabeça e meu coração, se puder.

 Uma menininha entrou também junto comigo, devia ter uns 10 anos por ai e falou: " Oi, tudo bem contigo moça bonita?". E eu pensei se deveria mentir, exagerar ou apenas ser o mais sincera possível. Respondi: "Estou muito bem e você ? Tendo um bom dia? ". Ela respondeu: " Meu dia só começará quando meu pai me levar para passear." Dessa vez me calei, sorri e rezei para que meus dias felizes voltassem para mim e dependessem de brincadeiras assim.



divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário