• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
20 junho 2016

Resenha:Na Estrada Jellicoe - Melina Marchetta

Na Estrada JellicoeTítulo: Na Estrada Jellicoe
Autora:Melina Marchetta 
Ano: 16
Páginas: 296
Editora: Seguinte
Sinopse:A pequena cidade de Jellicoe, na Austrália, vive uma guerra territorial travada entre três grupos: os estudantes do internato, os adolescentes da cidade e os alunos de uma escola militar que acampa na região uma vez por ano. Taylor é líder de um dos dormitórios do internato e foi escolhida para representar seus colegas nessa disputa.Mas a garota não precisa apenas liderar negociações: ela vai ter que enfrentar seu passado misterioso e criar coragem para finalmente tentar compreender por que foi abandonada pela mãe na estrada Jellicoe quando era criança. Hannah, a única adulta em quem Taylor confia e que poderia ajudar, desaparece repentinamente e a pista sobre seu paradeiro é um manuscrito que narra a história de cinco crianças que viveram em Jellicoe dezoito anos atrás.

Na Estrada Jellicoe é um dos lançados da Editora Seguinte de maio á pedidos dos fãs e eu estava muito ansiosa para lê-lo. Originalmente,  o  Young Adult de Melina Marchetta foi publicado originalmente em 2006 e é uma história bem densa.

A história se passa em Jellicoe, uma pequena cidade australiana na qual ocorre uma guerra territorial travada entre três diferentes grupos adolescentes que lá habitam: os estudantes de um internato, os citadinos (adolescentes da cidade) e os cadetes, alunos do colégio militar que acampam na região uma vez por ano.

Taylor é a líder de um dos dormitórios do internato e é uma das mediadoras nessa guerra, representando o internato. Porém, ela precisa lidar com seu próprio passado, uma vez que foi abandonada pela mãe na estrada Jellicoe aos 11 anos e até hoje não sabe-se o porquê.
Quando Hannah, sua tutora e a única adulta em quem Taylor confia, desaparece deixando apenas uma carta contando a história de cinco adolescentes que viveram em Jellicoe há quase vinte anos, Taylor precisa descobrir a verdade sobre si mesma e seu passado.
“As páginas estão espalhadas, como se alguém tivesse lido. Como se alguém tivesse passado por ali, o que me deixa tensa. Não há numeração nas páginas, então não sei se estou com o começo ou com o fim, nem se está na sequência certa, mas, ultimamente, não estou procurando muito por continuidade. Só estou procurando algo que faça sentido para mim.”


Terminei o livro com a sensação de surpresa e mistério resolvido. A narrativa é fragmentada, intercalando a história contada pela Taylor, com sonhos, lembranças, e  a história do manuscrito de Hannah, em terceira pessoa.

A narrativa poética e fluida da  Melina Marchetta nos leva a achar a história confusa, já que não entendemos o motivo das guerras territoriais entre os jovens e o quebra-cabeça da vida de Taylor, que transparece sua mente e sua vida. Porém, não desista da história, pois tudo tem um significado e logo, compreenderá o tema central do enredo.
“Lembro do amor. É do que preciso ficar me lembrando. É engraçado como esquecemos tudo, menos de sermos amados. Talvez seja por isso que os humanos achem tão difícil superar relacionamentos amorosos. Não é a tristeza que eles precisam superar, é o amor.”

Na Estrada Jellicoe  trata de assuntos comuns e intensos: a busca pela verdade e compreensão do passado, vício em drogas, luto e a incompreensão de situações que muitas vezes, no momento , não conseguimos lidar por não estarmos prontos para enxergar além dos problemas.

Concluindo,  Melina Marchetta abalou minhas estruturas, ao construir uma obra maravilhosa, sem deixar o romance e o mistério de lado. Uma historia emocionante, completa , sobre perdas e ganhos e acima de tudo: a força do amor. 

Recomendo demais Na Estrada Jellicoe  para aqueles que querem ser  arrebatados pela complexidade e personalidade dessa leitura. Não desistam quando estiverem nas primeiras páginas. Aceitem a confusão e tornem-se parte dela.

Nota★★★★



divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário