• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
24 agosto 2016

Resenha: Os 13 porquês - Jay Asher

Os 13 PorquêsLivro: Os 13 Porquês
Autor: Jay Asher 
Páginas: 256
Editora: Ática
Sinopse: Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra um misterioso pacote com várias fitas cassetes. Ele ouve as gravações e se dá conta de que foram feitas por uma colega de classe que cometeu suicídio duas semanas antes. Nas fitas, ela explica que 13 motivos a levaram à decisão de se matar. Clay é um deles. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.

 Não sei como transmitir a tristeza, o sofrimento e ao mesmo tempo o aprendizado com "Os 13 porquês”.

7 Fitas. 13 Razoes. Uma consequência. Hannah Baker cometeu suicídio, mas antes gravou fitas cassetes contando os seus motivos . Alguns, envolvem pessoas e ela fez razão de que estas fitas passassem por todas elas, contando os eventos que levaram a essa decisão.

Clay era o colega de classe de Hannah, por quem tinha sentimentos. Ele recebeu as fitas e fica curioso e angustiado para entender os motivos de Hannah e o porquê ele também recebeu a caixa com fitas.

Muitos leitores podem achar que os motivos de Hannah foram rasos e superficiais, que ela não precisaria ter acabado com a própria vida. Porém, isso é justamente o que o autor quer mostrar: que cada pessoa tem uma reação diferente a situações que nos desestabilizam. O autor nos ensina a escutar mais o outro, a segurar as mãos de alguém e incentiva-lo a contar seus problemas, pois no futuro você poderá impedir que algo ruim aconteça.


“Acho que essa é a questão central. Ninguém sabe ao certo impacto tem na vida dos outros. Muitas vezes não tem noção. Mas forçamos a barra do mesmo jeito.”

Me senti angustiada lendo o livro. A cada fita que ouvia a voz de Hannah na minha cabeça e sentia o quanto Clay sentia-se sufocado e culpado por não ter visto alguns sinais antes. Uma garota que deixa pistas para alguém que era apaixonado por ela descobrir os “PORQUÊS” das suas atitudes que levaram ao seu fim. Uma escrita suave, sensível e que permite ao leitor, estar do lado de Clay, com os fones de ouvido e caminhando pelo mapa. Recentemente, a Netflix comprou os direitos de adaptação do livro para seu stream e que a Selena Gomez irá  interpretar a jovem suicida, Hannah.

Logo, é um livro que trata mais do que o suicídio. Ensina o individuo a ser mais humano, mais compreensível e de alguma forma amigo. Medir as suas palavras, analisar suas ações e pensar no próximo são alguns aprendizados nele. Nem preciso dizer que recomendo, não é?

Nota: ★★★★


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário