• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
10 fevereiro 2017

Resenha :Juntando os Pedaços ,Jennifer Niven

Juntando os Pedaços
Livro: Juntando os pedaços
Autor(a): Jennifer Niven
Editora: Seguinte
Páginas: 392
Sinopse : Jack tem prosopagnosia, uma doença que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando ele olha para alguém, vê os olhos, o nariz, a boca… mas não consegue juntar todas as peças do quebra-cabeça para gravar na memória. Então ele usa marcas identificadoras, como o cabelo, a cor da pele, o jeito de andar e de se vestir, para tentar distinguir seus amigos e familiares. Mas ninguém sabe disso — até o dia em que ele encontra a Libby. Libby é nova na escola. Ela passou os últimos anos em casa, juntando os pedaços do seu coração depois da morte de sua mãe. A garota finalmente se sente pronta para voltar à vida normal, mas logo nos primeiros dias de aula é alvo de uma brincadeira cruel por causa de seu peso e vai parar na diretoria. Junto com Jack. Aos poucos essa dupla improvável se aproxima e, juntos, eles aprendem a enxergar um ao outro como ninguém antes tinha feito.

Libby Strout é conhecida como a “Adolescente mais gorda dos EUA”, depois que foi resgatada da própria casa por um guindaste. Todavia, isso não é tudo. Ela perdeu a sua mãe: sua melhor amiga e sua compulsão por comida acarretou isso tudo.

“A perda da minha mãe era tão grande que parecia que eu estava carregando o mundo. Então, comecei a comer – muito – carregar o peso a mais não parecia fazer diferença. Mas acabou sendo demais. É por isso que às vezes precisamos largar alguma coisa. Não dá para carregar tudo para sempre.

Jack Masselin é o garoto mais popular e também idiota do E.M. Mas, ninguém sabe a verdade sobre ele, sobre  sua prosopagnosia: doença que faz com que ele não reconheça rostos, nem mesmo o seu.
Depois de anos estudando em casa, Libby resolve enfrentar a realidade de uma escola. Logo nos seus primeiros dias , ela acaba sendo vítima de bullying e um acontecimento faz com que ela e Jack acabem juntos na diretoria. São forçados a se aproximarem e vão perceber que têm mais em comum do que imaginavam. Assim, juntando seus pedaços.

“Não sou um merda, mas estou prestes a fazer merda. Você vai me odiar, outras pessoas vão me odiar, mas vou fazer isso mesmo assim, para proteger você e a mim mesmo.

Ler Jennifer Niven é um prazer imenso e mais ainda quando a leitura flui , e quando menos espero já terminei. Uma história realista, delicada e marcante, que nos faz refletir sobre nós mesmos e os valores de outrém. Amei o fato de ela abordar uma doença que eu não conhecia e essa relação de rótulos que ganhamos no E.M

“A vida é muito curta para julgar. Não é sua função dizer aos outros o que sentem ou quem são.”

Mesmo dando 5 estrelinhas, achei o meio muito corrido. Como Libby confia tão facilmente em alguém que a humilha ? Ficou meio facil demais.Todavia, recomendo Juntando Os Pedaços pela mensagem exemplar que ele passa: a de autoaceitação e confiança que devemos ter em nós mesmos em nossa vida.

“A verdade é que não sei o que significa ver o mundo como as outras pessoas veem. […] Todos olham uns para os outros e veem a mesma coisa, mas eu tenho que me esforçar mais para enxergar o que está por trás do rosto. É como se desmontasse cada um e depois montasse de novo.”

Nota: ★★★



divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário