• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
22 dezembro 2017

Resenha:A fúria e a aurora #1, Renée Ahdieh


Série: A Fúria e a Aurora
1 - A Fúria e a Aurora (2016)
2- A Rosa e a Adaga (2017)
Autora: Renée Ahdieh
Editora: Globo Alt
Páginas: 336
Ano: 2016
Sinopse
Personagem central da história, a jovem Sherazade se candidata ao posto de noiva de Khalid Ibn Al-Rashid, o rei de Khorasan, de 18 anos de idade, considerado um monstro pelos moradores da cidade por ele governada. Casando-se todos os dias com uma mulher diferente, o califa degola as eleitas a cada amanhecer. Depois de uma fila de garotas assassinadas no castelo, e inúmeras famílias desoladas, Sherazade perde uma de suas melhores amigas, Shiva, uma das vítimas fatais de Khalid. Em nome da forte amizade entre ambas, Sherazade planeja uma vingança para colocar fim às atrocidades do atual reinado. 
Noite após noite, Sherazade seduz o rei, tecendo histórias que encantam e que garantem sua sobrevivência, embora saiba que cada aurora pode ser a sua última. De maneira inesperada, no entanto, passa a enxergar outras situações e realidades nas quais vive um rei com um coração atormentado. Apaixonada, a heroína da história entra em conflito ao encarar seu próprio arrebatamento como uma traição imperdoável à amiga.
Apesar de não ter perdido a coragem de fazer justiça, de tirar a vida de Khalid em honra às mulheres mortas, Sherazade empreende a missão de desvendar os segredos escondidos nos imensos corredores do palácio de mármore e pedra e em
cenários mágicos em meio ao deserto.

A história de Sherazade e do rei Khalid é arrebatadora. Já começo me perguntando porque demorei tanto para ler esse livro.  A fantasia é repleta de reviravolta, contando uma releitura do clássico As Mil e Uma Noites de forma mais romântica e encantadora. A Fúria e a Aurora entrou para minha listinha  de favoritos anos, tamanha foi minha surpresa e encantamento pela obra.

 Um reino é governado por Khalid:  um jovem tirano que a cada novo dia casa-se com uma jovem diferente para na aurora, mata-las. Depois de perder sua melhor amiga para Khalid,Sherazade se voluntaria para se casar com o rei, a fim de vingar o seu sofrimento e o de tantas famílias que perderam suas filhas. Sherazade planejou encantar o rei, contando historias a noite e com a chegada da aurora , parando no meio da história, a fim de atiçar a curiosidade do Kalifa.

Contudo, Sherazade  percebe com o passar dos dias, que existe algo por traz dessas mortes e sofrimento, ao perceber em Khalid uma dor profunda e sincera. Assim,ela buscará a verdade para ter a justiça, também descobrindo o amor e até onde alguém pode ir em nome dele.

A autora vai além da premissa, desenrolando os acontecimentos e instigando a leitura cada vez mais. O Kalifa Khalid esconde muito mais do que se pensa e é incrível quando ao lado de Sherazade vamos descobrindo essas camadas,derrubando as barreiras que prendem seus sentimentos.
  
A Fúria e a Aurora é uma história fantástica, com um romance arrebatador e em um cenário de vingança e ambição por poder. A mitologia e misticismo estão presentes no livro, assim como o amadurecimento dos personanagens. Narrado em terceira pessoa, a autora nos permite uma visão ampla de tudo o que acontece além da vista de Sherazade. Contudo, eu queria mais da visão de Khalid (espero que no próximo livro tenha).

 A narrativa é fluida, intrigante e quando me dei conta já tinha terminado o livro em apenas um dia com o coração na mao e a curiosidade apertando. Romance, aventura, mitologia, fantasia,perdão, superação,e muito mais você encontrará nesse livro .Recomendo de olhos fechados e espero que você seja arrebatado pela historia assim como eu fui.

 Quotes:
Nada, nem o sol, nem a chuva, nem a estrela mais brilhante no céu mais escuro, pode se comparar à maravilha que você é"

"Afinal, toda história tem sua própria história"
''Algumas coisas existem em nossa vida apenas por um breve instante. E nós devemos deixar seguir para iluminar outro céu.''

"- Você é uma força a ser temida quando defende o que é seu."

"- Se sou uma praga, então você devia se manter à distância, a não ser que planeje ser destruído. 
- Não. Me destrua."

"E, com um beijo, Sherazade se deixou levar. Pelo menino que era impossível, improvável estudo de contrates. O menino que reduzira a sua vida a cinzas, apenas para refazer o mundo diferente de tudo que ela conhecia."

Quando você encontra aquele que a faz sorrir como nunca sorriu antes, chorar como nunca chorou antes... não há nada a fazer senão se render. 

"Algumas coisas existem em nossas vidas por apenas um breve momento. E nós precisamos deixa-las ir para iluminar outro céu."

Nota:★(5/5)



divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário