• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
11 março 2018

Resenha:Crooked Kingdom , Leigh Bardugo

Título: Crooked Kingdom (Six of Crows #2)
Autora: Leigh Bardugo
Editora: Gutenberg
Páginas: 448
Ano: 2017
Sinopse: Confiar na pessoa errada pode custar a sua vida. Após se safarem milagrosamente de um ousado e perigoso assalto na notória Corte do Gelo, Kaz Brekker e sua equipe se sentem invencíveis. Mas o destino está prestes a dar uma perigosa guinada e, em vez de dividir uma vultosa recompensa, os seis comparsas terão que se munir de forças, de armas e de seus talentos para lutar pelas próprias vidas. Traídos e devastados pelo sequestro de um valioso membro da equipe, o Clube do Corvo agora conta com poucos recursos e aliados, e quase nenhuma esperança. Enquanto isso, forças descomunalmente poderosas se abatem sobre Ketterdam para desenterrar os segredos mais sombrios da potente droga conhecida como jurda parem, ao passo que antigos rivais e novos inimigos surgem para desafiar a perspicácia de Kaz e testar a frágil lealdade de seus parceiros. Agora, todos terão de enfrentar seus próprios demônios, e será preciso muito mais do que sorte para sobreviver à guerra que está se armando nas ruas obscuras e tortuosas desse implacável submundo – uma batalha por vingança e redenção que decidirá o futuro do mundo Grisha.

Estamos de volta á Ketterdam e agora Kaz e o seu grupo  precisam lidar com as consequências da sua missão de resgate. Eles terão que elaborar um plano para resgatar um dos membros do seu grupo que foi capturado e feito de refém. Kaz também quer vingar pela traição cometida contra ele e vai rolar sangue por isso.

"Mais uma vez ele se pegou tentando tocar seus revólveres, desejando a sensação boa e familiar dos cabos de pérola sob os dedos. Aquele advogado vagabundo havia pedido ao supervisor do estabelecimento para armazená-los em um cofre no Cumulus [...]" 

Nina está enfrentando a abstinência à Jurda Parem. Jasper precisa lidar com a culpa  e problemas familiares. Wylan está se encontrar. Matthias e Inej estão lutando por suas vidas, totalmente mudadas depois de alguns acontecimentos.Kaz encontrará rivais, fará novos inimigos, porém terá ao seu ladoseus companheiros.

Leigh Bardugo construiu um universo grandioso e em Crooked Kingdom isso é ainda mais evidente. Uma trama frenética, envolvente, cheia de intrigas políticas e cenas de ação. A história é fluida e brilhante.Mas, a melhor parte do livro são os personagens: distintos entre si, reais de certo modos, falhos, porém incríveis. 

 [...] O uísque não tinha conseguido aquecê-lo. Nada poderia aquecê-lo naquela cidade abandonada pelos Santos. E não havia como escapar do cheiro sufocante de água parada, mariscos e pedra molhada que parecia ter impregnado seus poros como se ele tivesse sido mergulhado na essência da cidade, um sachê humano na pior das xícaras de chá." 

Em Crooked Kingdom acompanhamos a luta pela liberdade de uma personagem, alguns relacionamentos amorosos, o valor da amizade e companheirismo. Seis criminosos que lutam pela justiça e para evitar que o caos domine tudo. Tudo é uma corrida contra o tempo, batalhas épicas, inimigos poderosos e uma jornada cheia de reviravoltas. Drama, suspense, ação,romance, aventura e fantasia em um livro que os anti-heróis são os verdadeiros mocinhos da história.

Nota:★(4,5/5)


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário