• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
10 janeiro 2014

Por trás das minhas palavras

Por Bia Leite

Nem queria saber como estou. Se me conheces e confia no seu amor, deve imaginar. A verdade é que estou presa, como um pássaro com asas cortadas que não consegue voar. Não em ache dramática, não passe isso despercebido, se você dizia me amar de verdade, sem dúvidas está sentindo o mesmo. Já não posso culpa-lo, nem tão pouco julga-lo. Aliás, nem sequer consigo me culpa. Me perdoe, você não tem ideia da guerra que se passa no meu íntimo. Não tem ideia do quanto sinto sua falta. 

Talvez eu só quisesse provar a mim mesma que podia te amar mais se soubesse te perder, pra ser sincera, acho que te amo mais agora do que antes. Ao recordar de tudo que um dia fomos, de todo o nosso tempo, das palavras ditas com romantismo, das brincadeiras sem fim, da confiança e da simplesmente que tínhamos  doí, doí tanto saber que você não está mais aqui. 
Isso é foi apenas mais um dos meus rascunhos escritos na madrugada fria e escura que me encontro agora. Senti a necessidade de desabafar e encontro refugio nas palavras, elas me escutam e não tendem a me julgar. O que eu mais preciso agora é da volta, daquele começo e o esquecimento do fim. Volta, volta pra casa. 
Poderá também gostar de:


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário