• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
22 setembro 2014

Resenha: Estrelas tortas, Walcyr Carrasco



Título : Estrelas Tortas
Autor : Walcyr Carrasco
Editora: Moderna
Páginas : 104

Sinopse : Marcella é uma jovem bonita e esportiva. Sofre um acidente de automóvel, com a mãe ao volante. Torna-se paraplégica. Sua vida muda completamente. Seu cotidiano é cruel. Aprende a adaptar-se à perda de movimentos. Tudo parece difícil. Mas ela descobre novos amigos e encontra forças para reconstruir sua vida mostrando que, por pior que sejam os obstáculos, sempre é possível dar a volta por cima. Cada capítulo é narrado em primeira pessoa por alguém da família ou do círculo de amigos de Marcella, dando versões diferentes da tragédia e mostrando como se pode encontrar um novo caminho.

A história de Marcella é contada nesse livro infanto-juvenil de Walcyr. Marcella é como qualquer outra adolescente: alegre, atlética, inteligente, mas em uma certa noite sofre um acidente na ida para a casa da avó com a mãe.

“– Cada coisa que eu consigo fazer, é como se fosse um tijolinho numa construção. Hoje eu sei que, quando estiver mais velha, não vou precisar que o Gui me sustente. Vou estudar, ter uma profissão. Quem sabe até onde posso chegar? É isso, pai. Ninguém sabe até onde posso chegar. Mas, se passar a vida presa dentro de casa, não vou chegar a lugar nenhum”

 Um carro tira o direito de Marcella andar. Presa a uma cama e a uma cadeira de rodas, ela tem sua liberdade roubada e agora terá que redescobrir como viver a vida. Presa ao seu quarto, Marcella fecha-se ao seu mundinho, fazendo uma rotina para todos: seu irmão, Gui, é o que passa atender suas necessidades junto com a sua avó. Seus pais passam a poupar dinheiro para os tratamentos e necessidades para sua filha.

Já ouvi falar no Walcry Carrasco, mas nunca tinha lido nada do tipo. No feriado de 7 de setembro, uma amiga da minha irmã trouxe para ler. É um livro didático que aborda sentimentos sofridos por uma adolescente presa a uma cadeira de rodas, suas decisões e o quanto a vida pode mudar em segundos. Cada capitulo é narrado por um personagem diferente, logo podemos acompanhar as dificuldades de todos á volta de Marcella.

“Quando as estrelas entraram pela janela, foi nisto que pensei.
Que a gente é como um pedaço da noite.
De longe, estrelas perfeitas.
De perto, estrelas tortas”

Torna-se um vaso de cristal depois de um acidente foi triste para Marcella, tantos problemas e dificuldades para uma menina linda que tinha muitas oportunidades pela frente. Mas, que acabou descobrindo que sua vida não precisava de pernas para continuar, precisava de força de vontade e ver o outro lado que pode ter: fazer coisas que jamais havia feito. Voar e mudar o rumo da história, tornando-a também melhor.

“Em Estrelas tortas, quis falar da vida de uma paraplégica, mas quis mostrar, também, como todos nós somos livres para voar. Só quem tem força interior supera as dificuldades do dia-a-dia e brilha, enfim, como estrela.
Walcyr Carrasco
 NOTA: 


divulgar

2 comentários


Comentário(s) pelo Facebook:

2 comentários:

  1. Não comprei o livro mais ele foi passado como paradidático na minha escola.Mais amigos me contaram a história e gostei muito

    ResponderExcluir