• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
25 março 2016

Resenha: A Sereia, Kiera Cass

A Sereia
Título: A Sereia
Autora:Kiera Cass
Editora: Seguinte
Ano: 2016
Páginas: 320
Sinopse: Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água. Para pagar sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, precisa usar sua voz para atrair as pessoas para se afogarem no mar. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo o que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar — pois a voz da sereia é fatal —, logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, Kahlen será obrigada a abandonar Akinli para sempre. Mas pela primeira vez em muitos anos de obediência, ela está determinada a seguir seu coração.

Uma menina misteriosa.

O garoto de seus sonhos.
A Água entre eles.

 Vai ser fácil e emocionante falar sobre mais um livro da Kiera Cass. Dessa vez, sem a América e se tratando de um livro único sobre sereias. Momento perfeito para mim, que estou fantasiando meus cabelos haha.Se tiver uma história sobre sereias melhor que essa, eu não quero saber. Li o livro de uma sentada só é só posso dizer que amei cada capítulo, cada desenrolar e o ensinamento.Mas, chega de papo !

 O enredo conta a história de uma sereia especial. A Kahlen era uma jovem sonhadora que durante uma viagem com os pais, viu a sua embarcação ser tombada por um momento estranho e ela foi a única a sobreviver da sua família . Porém, antes que ela tivesse o mesmo fim de seus parentes , foi confrontada por um trio de mulheres lindas,servas da Água, que  a convidaram para se unir a elas, a fim de cumprir determinado chamado. 

"A Sereia” acompanha a vida das garotas salvas pela Água e que em troca dedicam 100 anos de sua vida a esta entidade. Porém, são privadas de sua voz é sempre precisam atender o chamado do mar.

Kahlen é uma protagonista incrível. Ela nasceu em uma época forense da atual, em que era comum sonhar com um casamento , viver um romance de contos de fadas. Porém, ela nunca se acostumou com que era obrigada a fazer de tempos em tempos pela Água . Ela queria ficar  em um só lugar, conhecer alguém, conecta-se , porém nunca se fixava com suas irmãs , temendo serem descobertas .

Kahlen sofre constantemente pelo que faz , todavia quando encontra Akinli e descobre que é possível amar e ser amada, ela se permite arriscar, mesmo sendo silenciosa. Pela primeira vez, sente-se humana depois de anos. Porém, ela não sabe como viver esse amor sem expor o seu maior segredo e trair a Água . Porém, a esperança surge e ela vai se permitir ser afogada por um sentimento único.

Pensei que fosse ainda mais impossível de me apaixonar pela narrativa da Kiera. O mundo das sereias que fugiu da mitologia e dos contos que já conhecemos foi algo da trama que me conquistou bastante, o modo como ela conta a história sobre uma nova perspectiva. 

A historia é maravilhosa. Só em acompanhar o dia a dia das sereias, percebemos que nem só a beleza realmente importa, que viver a vida da maneira que as deixem felizes é realmente mais satisfatório para elas. Só posso dizer que a narração é tocante, a ponto de nos questionar o que faríamos por amor. Se enfrentaríamos a morte e suas consequências por alguém que amamos . Para quem gosta de histórias de amor e leves, com um toque de ficção . Leitura mais que recomendada. Preciso dizer mais ?

Nota:★★★



divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário