• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
08 março 2016

Resenha:Os escolhidos - The 100 #1 - Kass Morgan


Os Escolhidos

Título: The 100 - Os Escolhidos
Título Original: The 100
Autor(a): Kass Morgan
Editora: Galera Record
Ano: 2014
Páginas: 288  
 Sinopse: Desde a terrível guerra nuclear que assolou a Terra, a humanidade passou a viver em espaçonaves a milhares de quilômetros de seu planeta natal. Mas com uma população em crescimento e recursos se tornando escassos, governantes sabem que devem encontrar uma solução. Cem delinquentes juvenis — considerados gastos inúteis para a sociedade restrita — serão mandados em uma missão extremamente perigosa: recolonizar a Terra. Essa poderá ser a segunda chance da vida deles... ou uma missão suicida.

Viciei em The 100 a mais de um ano atrás quando a série começou pela nova MTV, logo depois me vi comprando o livro da Galera Record, lendo-o recentemente só para compara-lo a série, mas se você pensa que o livro tem algo em comum com a série, esqueça. Tudo na série é mais rápido e melhor desenvolvido.

The 100 se passa em um futuro pós-apocalíptico, onde a Terra foi dizimada por uma guerra nuclear e os poucos que sobreviveram embarcaram em uma nave para orbitar sobre o planeta, até que fosse habitável novamente. Essa nave se subdivide em três estações: Phoenix, Arcadia e Walden. Phoenix representa a Capital, onde vivem as classes mais ricas, sem precisar de racionamento de alimentos. Arcadia e Walden fazem parte do subúrbio, sofrendo pela falta de alimentos e agua necessários a sua sobrevivência, negligenciados.

Se você desobedecer as regras da nave, será punido e levado a execução. Os menores de 18 anos vão para o Confinamento até que atinjam a maioridade, podendo ser absolvidos ou condenados a morte. A nave ultimamente tem passado por problemas e o oxigênio está tornando-se escasso, trazendo risco a toda a raça humana.
Logo, o conselho decide enviar 100 jovens delinquentes para a Terra, numa tentativa de reabitar o planeta e condena-los.

Ao pousar, os 100 já foram reduzidos e contavam com muitos feridos, sendo que parte dos mantimentos foi destruída ou perdida na queda. Clarke assume o papel de médica, pois sua melhor amiga, Thalia, está muito doente e os remédios que foram perdidos poderiam salva-la. Bellamy é o caçador para 90 pessoas. Wells tenta ser o pacificador, sem controlar tudo,mas sem muita ordem , pois os jovens o consideram culpado assim como seu pai pelas suas condenações.

Não gostei tanto quanto a série, mas Clarke continua sendo minha personagem favorita, assim como Bellamy e aquela atração poderosa entre os dois. A ação está presente, mas por vezes deixa a desejar. Temos a formação de um triangulo amoroso com Welly, Clarke e Bellamy.

Cada capitulo tem narradores diferentes, contando com flashbacks para compreendermos quais ações os levaram a condenação: Clarke, Bellamy, Wells e Glass. A parte de Glass buscando o namorado perdido foi chato e por mim, uma narrativa desnecessária.

Octavia é uma personagem que me divide, já que sendo uma das mais novas , ela não sabe muita coisa, mas na série ela brilha como ninguém. Eu recomendo mais a série do que o livro, porém, para aqueles que querem saber as duas versões, o livro não é de todo ruim.

 Nota:★★★


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário