• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
02 abril 2017

Resenha:Três Chances (Desejos #2), Alexandra Bullen

Três Chances
Título: Três Chances
Autora: Alexandra Bullen
Editora: Galera Record
Páginas:  304
Ano: 2016

Sinopse : Três chances  é aquele livro fofo que traz uma aventura cheia de vestidos mágicos,  com uma mistura moderna de cinderela e Alladin.
Hazel foi abandonada pela mãe quando ainda era bebe, mantida em lares de adoção durante toda a sua vida. Mas, ao completar 18 anos foi presenteada com vestidos mágicos, que correspondem a três desejos. E tudo o que ela mais quer é conhecer sua mae. Assim, é transportada para o passado e tem uma chance para mudar seu destino.

Três chances é o segundo volume da série Desejos, de Alexandra Bullen. São histórias bem diferentes e independentes entre si, ou seja, podes ler o livro separadamente ou fora de ordem. Porém, todos têm a mesma ideia: garotas que precisam de uma chance na vida para serem mais felizes.


Me encantei por Hazel: uma garota leve e cheia de problemas, que desejava muito ter conhecido sua mãe biológica, visto que sua infância é conturbada e instável. A falta de amor e carinho levam o leitor a desejar a felicidade de Hazel.

“Querida Hazel,
Como você provavelmente já notou, o vestido que lhe entreguei não é o mesmo que você trouxe à loja. Foi um vestido feito especialmente para você, e ele tem o poder de atender a um pedido.
(…)
E, por último, esses desejos foram concedidos a você porque você merece. Então use-os com cuidado e de todo coração. Esses são os únicos pedidos que contam.”


Alguns pontos foram bem previsíveis, mas outros ... foi algo surpreendente e inesperado. O desfecho seguiu e foi bem resolvido. Todavia, a mensagem de Alexandra Bullen é única: quantas vezes estamos cegos para certos objetivos e desejamos tanto isso a ponto de negligenciar outras partes da nossa vida, não parando para pensar que aquilo que desejamos , as vezes, não é o melhor para nossa vida.

Assim,  Três chances  foi uma leitura leve, envolvente e cativante, mágica de certa forma e reflexiva.

                                           Nota: ★★★★



divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário