• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
24 maio 2018

Resenha: O segredo de Helena, Lucinda Riley


Autora: Lucinda Riley
Editora: Arqueiro
Ano: 2018
Páginas: 464
Sinopse: As obras de Lucinda Riley já venderam mais de 12 milhões de exemplares em todo o mundo. Ela está na lista de autores mais vendidos do The Sunday Times e do The New York Times. Quanta verdade o amor é capaz de suportar? Helena nunca esqueceu o verão que passou na mágica Pandora, a casa de seu padrinho no Chipre, onde, cercada por oliveiras e pelo verde-esmeralda do Mediterrâneo, ela se apaixonou pela primeira vez, aos 15 anos. Mais de duas décadas depois, tendo herdado a antiga propriedade, ela retorna a Pandora para mais um verão, dessa vez em companhia do marido e dos filhos. No entanto, Helena sabe que voltar àquele lugar pode trazer à tona segredos que ela preferia esconder. Um desses segredos envolve Alex, seu filho mais velho, fruto de uma relação anterior a seu casamento. Com uma inteligência acima da média, ele vive a difícil transição para a vida adulta e está determinado a descobrir a identidade de seu verdadeiro pai. Enquanto o verão avança e pessoas do passado de Helena reaparecem, Pandora parece pronta a revelar os mistérios que ocultou por tantos anos e que, uma vez descobertos, farão com que a vida de Helena, e de sua família, nunca mais seja a mesma.
*LIVRO CEDIDO EM PARCERIA COM A EDITORA ARQUEIRO

Minha primeira experiencia com a Lucinda Riley nao poderia ter sido melhor. A autora criou uma atmosfera arrebatadora ao abordar sobre a familia, de uma forma encantadora e que é impossivel nao se deixar envolver. 

Na paradisíaca ilha de Chipre, conhecemos duas familias que aparentemente têm tudo: filhos maravilhosos, casas belissimas e um otimo relacionamento, porém ao longo das férias, o casamento será testado, os segredos serão revelados, o amor será perdido e encontrado e vidas serão mudadas.

Uma escrita bem expressiva, sincera e suave. Personagens carismaticos com multiplas camadas e um enredo contemporaneo sobre vida, amor, amadurecimento, dinâmica familiar e mistério que começa no presente e nos leva de volta há 10 anos atrás.

Eu me perguntei por que os seres humanos odeiam o mapa de sua vida que transparece no próprio corpo, enquanto uma árvore como essa, ou uma pintura desbotada, ou uma construção desabitada, quase em ruínas, são enaltecidas por sua antiguidade

Helena herdou uma antiga casa em Chipre chamada Pandora do seu falecido padrinho. Depois de 24 anos longe da cidade, Helena volta ao lugar onde se apaixonou pela primeira vez e percebe o quão doloroso pode ser.Porém, agora mae de Alex, esposa de William, ela promete a si mesma viver sem lembrar tanto do passado. Todavia, Pandora revela alguns segredos obscuros sobre si e os longos dias que prometiam preguiça e piscina, estão por um fio.

Uma história ensolarada, com um bom drama e uma ótima discurssão sobre família. Ainda sim, quente como o verão, descrevendo vividamente um lugar maravilhoso e transformando o enredo de tal forma, que é inevitável não ficar intrigado pela historia.

O livro é narrado por Helena, nos transportando para o passado e fazendo um laço com o presente; e pelo seu filho, Alex, através do seu diário. Apesar de ter sido uma leitura mais lenta do que eu esperava, gostei muito da trama, mesmo achando que o mistério não tenha me surpreendido.


Nota:★(4,5/5)


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário