• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
08 março 2014

Queria, devia, pertencia




Eu devia ser tua , e tu seres meu. Devia ser fácil assim uma história de amor, não complicada, não dificultada, mas se não tivesse empecilhos como seria monótono nossa vida, meu amor. Dizem ‘nunca diga nunca’ e eu disse mais de uma vez pra você. Que não existiria possibilidade de eu me apaixonar por alguém tão diferente de mim. Eu não deveria acreditar no amor. Queria ser imune a qualquer tentativa de me jogar de cabeça em um precipício de ilusão e dor. Mas naquelas brincadeiras e naquelas conversas bobas , eu fui, não de espontânea vontade, gostando de você. Querendo mais alguns minutos da sua atenção para fazê-lo rir e tentar fazer meu coração desistir dessa loucura. Não poderia fazer isso comigo. Mas ele me disse : vai menina, ser feliz na vida.’ Como diz aquela musicA, coração apaixonado é bobo. E foi assim que fiquei. Mas você sempre me dizia que ainda ia me ter,que gostava de mim e não parava de pensar até dormir. E lá fomos nos, desenfreados num só sentimento que só aumentava . Começou numa brincadeira e estamos a anos levando a sério. Claro que relacionamentos são complicados, a distância é uma barreira constante , a insegurança bate de vez em quando, mas o amor… Sim, aquele mesmo que joga a gente de um precipício só aumentou. Ah ,Meu garoto, queria que soubesse que vejo teu sorriso em todos os lugares, que sua voz ecoa nos meus ouvidos, que o azul do céu me faz lembrar teus olhos, que antes de dormir peço a Deus que me de anos e anos contigo para que Eu o faça feliz. Sim, para mim ele é perfeito, um príncipe.


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário