• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
16 maio 2014

Quebra-cabeça



Por Bia L.


   Não se trata de aparência, nem é a coisa mais importante. Não é que eu queira alguma coisa má, mas quero algo grande, que eu não esqueça. 
   Quero a certeza de Fugir do sociável.Quero fugir do comum, quero correr na contra mão. Ser toda certinha me dá uma vida sem graça. Quero ter minhas aventuras de vez em quando. 
  Perceba que, uma pessoa não é nunca calada ou tímida quanto parece, ou tão boa ou má, ou tão vulnerável ou forte , tão doce e ingênua. Formamos páginas cobertas por uma capa. Podemos ser tudo ou nada. Depende da nossa vontade.
      O amor pode fazer parte da sua história ou não, mas ele não te define. Ele pode te transformar em algo melhor , mas também pode te desdenhar. Ele é apenas a lombada. Ficará intacta ou será destruída?
    Não precisa me entender. Ele é como o mar, ao olhar de longe aquela imensidão de calmaria pela manhã. No final da tarde, as ondas começam a se quebrar e a noite pode ou não permanecer calmo ou tempestuoso. Depende. Tudo depende. 
   Você pode nadar na água tranquilamente, mas pode ser afogado se não souber a profundidade que está. O amor pode chegar quando menos se espera , quando estamos sendo nos mesmos ou fingindo algo que nao somos. Avisado ou de surpresa.
      Não acontece quando você procura por alguém que preencha as suas lacunas vazias. Não resolverá preenchendo suas palavras cruzadas. Não adianta forçar sua mente para descobrir o tal mistério, você que dar um tempo e quando menos espera, plum ! Você descobre. Acontece. Nos momentos mais incertos, a certeza aparece e tudo vai se encaixando. Como um quebra- cabeça, tudo no seu encaixe perfeito.



divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário