• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
07 fevereiro 2015

Resenha: Legend, Marie Lu



Livro: Legend – A verdade se tornará lenda #1
Série: Legend
Autora: Marie Lu
Editora: Prumo
Páginas: 256
Sinopse : Ambientado na cidade de Los Angeles em 2130 D.C., na atual República da América, conta a história de um rapaz – o criminoso mais procurado do país – e de uma jovem – a pupila mais promissora da República –, cujos caminhos se cruzam quando o irmão desta é assassinado e a ela cabe a tarefa de capturar o responsável pelo crime. No entanto, a verdade que os dois desvendarão se tornará uma lenda. O que outrora foi o oeste dos Estados Unidos é agora o lar da República, uma nação eternamente em guerra com seus vizinhos. Nascida em uma família de elite em um dos mais ricos setores da República, June é uma garota prodígio de 15 anos que está sendo preparada para o sucesso nos mais altos círculos militares da República. Nascido nas favelas, Day, de 15 anos, é o criminoso mais procurado do país; porém, suas motivações parecem não ser tão mal-intencionadas assim. De mundos diferentes, June e Day não têm motivos para se cruzarem – até o dia em que o irmão de June, Metias, é assassinado e Day se torna o principal suspeito. Preso num grande jogo de gato e rato, Day luta pela sobrevivência da sua família, enquanto June procura vingar a morte de Metias. Mas, em uma chocante reviravolta, os dois descobrem a verdade sobre o que realmente os uniu e sobre até onde seu país irá para manter seus segredos.

Quem me acompanha no canal ou aqui no blog mesmo, sabe do quanto eu amo distopias. Logo, Legend também entraria para as minhas preferidas. Com tantos livros acumulados, deixei para ler esse mês de carnaval. 

A história se passa no ano 2130, em Los Angeles, no qual os Estados Unidos estão divididos entre a Republica da América - a elite, e a Colônia, no qual os patriotas, ou seja, rebeldes vivem. Quando as crianças completam 10 anos são submetidas a uma prova, no qual o valor máximo é 1500 pontos. Aqueles que conseguem pontuações altas estudam nas melhores universidades e tem um bom emprego no serviço militar da República. 

"Minha mãe costumava ter a esperança de que eu renasceria de minhas humildes raízes, de que me tornaria bem-sucedido, e até famoso.Famoso eu sou, mas não da forma que ela tinha em mente. (Day)"

Mas, aqueles que não vão tao bem, não atingindo a pontuação minima de 1000 pontos, são enviadas para "trabalhar" nos campos de comida e jamais veem sua família e amigos.  Legend é diferente de qualquer distopia, totalmente atual e me fez lembrar a 2º Guerra Mundial. 

O livro é dividido entre Day, um garoto rebelde nascido na parte pobre do país e o criminoso mais procurado da República, apenas com 15 anos de idade; e June, nascida na Elite, super inteligente e com um futuro promissor no exercito da república.  A escrita é simples, sem enrolações e direta. Reflete seus personagens e suas situações, mostrando bem os dois lados da República.

"Ele me beija suavemente a princípio e depois, como se estivesse querendo mais alguma coisa, ele me empurra contra a parede e me beija com mais força. Seus lábios são quentes e muito macios, seu cabelo roça minha face. Eu tento me concentrar. Esta não é a primeira vez dele, que certamente já beijou outras meninas, e eu diria que muitas meninas. Ele… ele parece estar com falta de ar."

 June me lembrou a Katniss de Jogos Vorazes e a Beatrice ( Tris) de Divergente, com sua face durona, destemida e curiosa para descobrir a verdade por trás da República.  Se você gosta de distopias, precisa ler LEGEND. O segundo livro é Prodigy e o terceiro Champion.

“-Nunca lhe perguntei sobre esse nome de guerra. Por que Day?
-Porque cada dia significa novas 24 horas. Cada dia quer dizer que tudo é possível de novo. Você pode aproveitar cada instante, pode morrer num instante, e tudo se resume a um dia após o outro.

 NOTA : ★★★★


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário