• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
07 março 2015

Resenha: Ruína e Ascensão, Leigh Bardugo


Título: Ruína e Ascensão #3
Autor: Leigh Bardugo
Editora: Gutenberg
Páginas: 368
Ano: 2015
Sinopse : “A capital caiu.
O Darkling comanda Ravka em seu trono das sombras. Agora o destino da nação depende de uma Conjuradora do Sol arruinada, de um rastreador desonrado e dos cacos do que antes fora um grande exército mágico.No fundo de uma antiga rede de túneis e cavernas, uma fraca Alina deve se submeter à duvidosa proteção do Apparat e daqueles que a veneram como uma Santa. Porém, sua mente está na busca pelo misterioso pássaro de fogo e na esperança de que um príncipe foragido ainda esteja vivo.Alina deverá formar novas alianças e deixar de lado velhas rivalidades, enquanto ela e Maly buscam pelo último dos amplificadores de Morozova. Mas assim que começa a elucidar os segredos do Darkling, ela descobre um passado que mudará para sempre seu entendimento sobre a ligação que os une e o poder que ela carrega. O pássaro de fogo é a única coisa que está entre Ravka e a destruição — e reivindicá-lo pode custar a Alina o futuro pelo qual ela tem lutado.”

O que dizer de uma trilogia tão destruidora de corações como essa? O último livro da trilogia Grisha me deixou feliz com o final, mesmo querendo que outros personagens aparecessem mais. 

Ruína e Ascensão começa com Alina enterrada viva no subsolo, sendo "protegida" pelo Apparat e venerada como uma Santa. Pela falta de luz, ela está fraca e impedida de ver seus amigos, inclusive Maly. Darkling está dizimando Grishas, Nikolai desapareceu e as incertezas de Alina a consomem. Ela poderá salvar o povo e derrotar Darkling?  Se encontrar o pássaro de fogo, o terceiro amplificador de Morozova que promete trazer muito poder a Alina a ponto de matar o Darkling. 

"Sofrimento é barato como barro e duas vezes mais comum. O que importa é o que cada homem faz com ele."

Ao conseguir escapar do solo com seus amigos e reencontrar Nikolai é que sua missão e ambição começa. Um livro denso, com vários enigmas e muita guerra. A luta pelo poder e a parte política continuam fortes e um tanto excessivas nesse livro. 

Nesse livro, torci por Alina e Nikolai, que tem toda a minha atenção com seu jeito descontraído. Desculpa Maly, mas torci mesmo. Nesse último livro, uma boa parte narrado pelo caminho em busca do Darkling e pelas partes políticas, que deveriam ter sido dosadas. O desfecho foi épico e o final partiu um pedaço de mim. A escrita da Bardugo é incrível, um livro diferenciado de fantasia para quem quer ler algo diferente.

“Talvez o amor apenas significasse ansiar por alguém incrivelmente brilhante e para sempre fora do alcance.”

NOTA : ★★★★


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário