• Cinema
  • Inspiração
  • Leitura
  • Música
  • Playlist
  • Resenha
  • Série
  • Texto
  • Vídeo
03 junho 2015

Resenha :Trono de Vidro,Sarah J. Maas


Trono de Vidro

Título:Trono de Vidro
Autora:Sarah J. Maas
Editora: Galera
Páginas: 392
Ano: 2013
Sinopse : Depois de cumprir um ano de trabalhos forçados nas minas de sal de Endovier por seus crimes, Celaena Sardothien, 18 anos, é arrastada diante do príncipe. Príncipe Dorian lhe oferece a liberdade sob uma condição: ela deve atuar como seu campeão em um concurso para encontrar o novo assassino real. Seus adversários são ladrões e assassinos, guerreiros de todo o império, cada um patrocinado por um membro do conselho do rei. Se ela vencer seus adversários em uma série de etapas eliminatórias servirá no reino durante três anos e em seguida terá sua liberdade concedida.
Celaena acha suas sessões de treinamento com o capitão da guarda Westfall desafiadoras e exaustivas. Mas ela está entediada com a vida da corte. As coisas ficam um pouco mais interessantes quando o príncipe começa a mostrar interesse por ela… Mas é o rude capitão Westfall que parece entendê-la melhor.
Então um dos outros concorrentes aparece morto rapidamente seguido por outros… Pode Celaena descobrir quem é o assassino antes que ela se torne a nova vítima? A medida que a investigação da jovem assassina se desenrola a busca por respostas a leva descobrir um destino maior do que ela jamais poderia ter imaginado.

De tanto ouvir falar na Celeana, na famosa assassina pelo bloqueios, também quis conferir essa serie fantástica. Logo, me deparei com 6 livros que serão lançados futuramente da série.

Celaena tem 18 anos e é conhecida como Assassina de Erilea, veio das Minas de Sal de Endovier, onde fora cativa por 1 ano, quando foi traída e jogada nas minas para ser escravizada e sofrer nas mãos dos carrascos. Sem forças e fraca, a Assassina de Erilea é convocada para lutar contra 22 homens numa competição e se for a vencedora, servirá ao Rei de Adarlan por 4 anos sendo sua campeã e assassina de aluguel, e conseguindo sua liberdade depois desse tempo.

"Aprender a perder com graciosidade não foi parte de seu treinamento?-Não - respondeu Celaena, com amargura. - Arobynn me dizia que o segundo lugar é apenas um título bonitinho para o primeiro perdedor."

Porém, nem tudo é ação e sangue para ela. Os competidores começam a ser brutalmente assassinados e Celeana está ligada de alguma forma a isso, desconfiando que algo mágico e maligno está por trás disso. Eu adorei a Celaena por um lado e outro a odiei. Como uma assassina conhecida, eu queria mais brutalidade da parte dela, e fiquei meia chateada quando vi o lado menininha de quem eu esperava mais. O triangulo amoroso foi um dos pontos altos : o capitão, Chaol; e o príncipe, Dorian me deixaram a flor da pele com suas falas meio escondidas de amor.

"Você poderia sacudir o universo - sussurrou a rainha - Poderia fazer qualquer coisa, se ousasse. E, no fundo, também sabe disso. É o que mais lhe assusta."

A narrativa de Trono de Vidro é em terceira pessoa, mostrando os pontos de vista dos principais personagens. A leitura flui de maneira rápida e divertida. Conhecemos também a misteriosa Nehemia, que torna-se amiga de Celaena e tem muitos segredos, que a protegem e a seu povo também. 

A competição no Trono de Vidro entre assassinos  e as mortes repentinas formam um quebra-cabeça que promete se alongar por todos os livros, dando um gancho perfeito para o segundo livro da série. Romance+fantasia+aventura = O enredo incrível da Sarah vai fazer você parar tudo para se envolver na trama.

“Você é meu presente ou tem alguma coisa nessa cesta aos seus pés? - perguntou Celaena. 
- Se você quiser me desembrulhar - disse ele, e levantou a cesta de vime até a mesa -, ainda temos uma hora até a cerimônia no templo.”
NOTA:  ★★★


divulgar

comentar


Comentário(s) pelo Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário